Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Silvio Lancellotti - Blogs
Publicidade

Depois de 60 anos a Hungria bate a Inglaterra, 1 X 0 na Nations League

A bela façanha da seleção magiar, de certa maneira, empanou a importância da partida mais aguardada na última parte da rodada inicial da competição, o empate da Itália com a Alemanha, 1 X 1

Silvio Lancellotti|Do R7 e Sílvio Lancellotti

A Hungria que começou a peleja contra a Inglaterra, 1 X 0
A Hungria que começou a peleja contra a Inglaterra, 1 X 0 A Hungria que começou a peleja contra a Inglaterra, 1 X 0

Com sete pelejas se encerrou neste sábado, 4 de Junho de 2022, a rodada inicial da III Nations League da UEFA. E acabou com, ao menos, uma partida de antologia entre as sete. No Dall’Ara de Bolonha, Itália 1 X 1 Alemanha, a contenda entre as duas maiores Campeãs do Mundo além do Brasil. Enquanto a “Canarinho” já conquistou a Copa cinco vezes, a “Azzurra” e a “Mannschaft” amealharam a taça em quatro ocasiões cada qual. De todo modo, entra na História o fato de a Hungria ter vencido a Inglaterra, 1 X 0, seis décadas depois do seu último sucesso. Somadas as de agora, a competição já acumula 25 porfias com 59 tentos, média bem fraquinha de 2,36. Eis todas as sínteses deste sábado:

Todos os jogos deste sábado, 4 de Junho
Todos os jogos deste sábado, 4 de Junho Todos os jogos deste sábado, 4 de Junho

DIVISÃO A

GRUPO 3

Itália, Alemanha, Inglaterra, Hungria

Publicidade

ITÁLIA 1 X 1 ALEMANHA

Bolonha, Stadio Renato Dall’Ara

Publicidade

Árbitro: Srdjan Jovanovic (Sérvia)

Gols: Lorenzo Pellegrini X Kimmich

Publicidade

No seu jogo 50 como treinador da “Azzurra”, campeão da Europa mas eliminado da Copa do Catar, enfim Roberto Mancini inaugurou a renovação do seu elenco. Em relação ao time titular que, na quarta-feira, dia 1º de Junho, fora devastado pela Argentina, 0 X 3, na decisão da “Finalíssima”, só manteve o arqueiro Donnarumma. Isso mesmo, dez alterações. Natural que a “Mannschaft” de Hans-Dieter Flick dominasse as ações. Chegou quase a 70% de posse de bola no primeiro tempo. Ironia, porém, o lance mais digno de um tento aconteceu aos 35’, num arremate de Gianluca Scamacca na beira de um poste de Manuel Neurer.

Winnie Gnonto, o feliz estreante da "Azzurra"
Winnie Gnonto, o feliz estreante da "Azzurra" Winnie Gnonto, o feliz estreante da "Azzurra"

Não houve alterações no intervalo. De todo modo, voltou melhor ao prélio a “giovane” Itália de Mancini. Claro que se desinibiu por segurar o 0 X 0, apesar de toda a vigorosa pressão da Alemanha. E dos 59 aos 70’ o nervoso Flick promoveu quatro alterações na sua equipe. Mancini só efetuou uma mudança, aos 65, ousada, aliás. Colocou no gramado um estreante integral, o garoto Winnie Gnonto, 18 de idade, descendente de marfinenses, ala do Zurich da Suíça, sem nenhuma experiência em certames da Bota. Pois Gnonto investiu pela direita, entortou o lateral Keher e cruzou até Lorenzo Pellegrini, 1 X 0. Pena, para a “Azzurra”, que a sua súbita e inesperadíssima vantagem tenha empolgado demais a equipe.

Kimmich, o autor do gol do empate da "Mannschaft"
Kimmich, o autor do gol do empate da "Mannschaft" Kimmich, o autor do gol do empate da "Mannschaft"

Logo aos 73’ a “Mannschaft” igualaria, numa situação em que um mínimo de concentração evitaria o risco. Enorme confusão na área da Itália, a pelota num bate-rebate sem que ninguém a despachasse com um chutão via lateral. E a bola sobrou para a finalização de Kimmich, na sobra de um arremate de Hoffman que resvalou em Timo Werner. Um Chiellini, ou um Bonucci, na zaga, talvez controlasse a bagunça. No fim das contas, o placar de 1 X 1 foi ótimo para a Itália, nitidamente inferior em experiência e, ainda, na montagem tática. E Flick se frustrou. Esperava mais da sua Alemanha, mesmo em viagem.

Szoboszlai, o autor do tento que quebrou um tabu de seis décadas
Szoboszlai, o autor do tento que quebrou um tabu de seis décadas Szoboszlai, o autor do tento que quebrou um tabu de seis décadas

HUNGRIA 1 X 0 INGLATERRA

Budapest, Puskás Arena

Árbitro: Artur Soares Dias (Portugal)

Gols: Szoboszlai/pen

Uma atuação medíocre dos visitantes britânicos, diante de uma atuação frenética dos anfitriões magiares. Gareth Southgate, o treinador da Inglaterra, chegou a estruturar uma escalação ofensiva, centralizada no artilheiro Harry Kane. Porém, a Hungria do italiano Marco Rossi, que foi astro da Sampdoria dos idos de Toninho Cerezo, anos 80 e 90, tentava uma façanha aparentemente impossível: não batia a equipe dos “Três Leões” desde 1962, seis décadas de humilhação. O gol surgiu aos 66’, um penal cometido por Reece James em Szolt Nagy. Escandaloso, aliás, sem a necessidade do recurso ao VAR. James, que acabara de entrar na peleja, agarrou Nagy pelas costas. E Szoboszlai converteu, chute seco, rasteiro embora o arqueiro Jordan Pickford tenha se atirado precisamente no canto certo.

DIVISÃO B

GRUPO 1

Ucrânia, Escócia, República da Irlanda, Armênia

ARMÊNIA 1 X 0 REPÚBLICA DA IRLANDA

Yerevan, Vazgen Sargsyan Stadium

Árbitro: Radu Petrescu (Romênia)

Gols: Spertsyan

A comemoração da Armênia pelo triunfo contra a República da Irlanda
A comemoração da Armênia pelo triunfo contra a República da Irlanda A comemoração da Armênia pelo triunfo contra a República da Irlanda

ESCÓCIA X UCRÂNIA

(Com uma vitória espetacular da visitante, 3 X 1, e dentro de Glasgow, a Escócia e a Ucrânia batalharam, no dia 1º, pelo direito de enfrentar Gales, no dia 5, pela última vaga da Europa no Qatar. E o seu desafio na NL ficou para 21 de Setembro)

GRUPO 3

Bósnia, Finlândia, Romênia, Montenegro

FINLÂNDIA 1 X 1 BÓSNIA

Helsinque, Helsinki Olympic Stadium

Árbitro: Nicholas Walsh (Escócia)

Gols: Pukki/pen X Prevljak

MONTENEGRO 2 X 0 ROMÊNIA

Podgorica, Podgorica City Stadium

Árbitro: Andreas Ekberg (Suécia)

Gols: Mugosa, Marko Vokcevic

DIVISÃO C

Grupo 1

Turquia, Luxemburgo, Lituânia, Ilhas Far Oer

LITUÂNIA 0 X 2 LUXEMBURGO

Vilnius, LFF Stadium

Árbitro: David Fuxman (Israel)

Gols: Sinani/2

TURQUIA 4 X 0 ILHAS FAR OER

Istambul, Basalksehir Fatih Terim Stadium

Árbitro: Trustin Farrugia Cann (Malta)

Gols: Cengiz Under, Dervisoglu, Dursun, Demiral

Prélios já realizados:

Cornelius, da Dinamarca
Cornelius, da Dinamarca Cornelius, da Dinamarca

DIVISÃO A

GRUPO 1

França, Dinamarca, Croácia, Áustria

FRANÇA 1 X 2 DINAMARCA

Gols: Benzema X Cornelius/2

CROÁCIA 0 X 3 ÁUSTRIA

Gols: Arnautovic, Gregoritsch, Sabitzer

GRUPO 2

Espanha, Portugal, Suíça, República Tcheca

REPÚBLICA TCHECA 2 X 1 SUÍÇA

Gols: Kuchta/2 X Okafor

GRUPO 4

Bélgica, Neerlândia, Polônia, Gales

BÉLGICA 1 X 4 NEERLÂNDIA

Gols: Batshuayi X Bergwijn, Depay/2, Dumfries

POLÔNIA 2 X 1 GALES

Gols: Kaminski, Swiderski X Jonny Williams

ESPANHA 1 X 1 PORTUGAL

Gols: Morata X Ricardo Horta

Ricardo Horta, de Portugal
Ricardo Horta, de Portugal Ricardo Horta, de Portugal

DIVISÃO B

GRUPO 2

Islândia, Rússia, Israel, Albânia

ISRAEL 2 X 2 ISLÂNDIA

Gols: Abada, Weissman X Helgason, Sigurdsson

ALBÂNIA WO X 0 RÚSSIA

(A UEFA, como já fizera a FIFA, suspendeu a Rússia de todos os seus certames)

GRUPO 4

Suécia, Noruega, Sérvia, Eslovênia

SÉRVIA 0 X 1 NORUEGA

Gol: Haaland

ESLOVÊNIA 0 X 2 SUÉCIA

Gols: Forsberg/pen, Kulusevski

Haaland, da Noruega
Haaland, da Noruega Haaland, da Noruega

DIVISÃO C

GRUPO 2

Irlanda do Norte, Grécia, Kosovo, Chipre

CHIPRE 0 X 2 KOSOVO

Gols: Valon Berisha, Zhegrova

IRLANDA DO NORTE 0 X 1 GRÉCIA

Gols: Bakasetas

GRUPO 3

Eslováquia, Belarus, Azerbaidjão, Cazaquistão

CAZAQUISTÃO 2 X 0 AZERBAIDJÃO

Gols: Aimbetov/2

BELARUS 0 X 1 ESLOVÁQUIA

Gol: Suslov

GRUPO 4

Bulgária, Macedônia do Norte, Geórgia, Gibraltar

GEÓRGIA 4 X 0 GIBRALTAR

Gols: Kvaratskhelia, Kashia, Mikautadze, Qazaushvili

BULGÁRIA 1 X 1 MACEDÔNIA DO NORTE

Gols: Despodov X Milan Ristowski

A seleção de Kosovo
A seleção de Kosovo A seleção de Kosovo

DIVISÃO D

GRUPO 1

Liechtenstein, Moldávia, Andorra, Letônia

LETÔNIA 3 X 0 ANDORRA

Gols: Uldrikis, Ikaunieks/2/1pen

LIECHTENSTEIN 0 X 2 MOLDÁVIA

Gols: Nicolaescu, Bolohan

GRUPO 2

Malta, Estônia, San Marino

ESTÔNIA 2 X 0 SAN MARINO

Tailinn, Lillekula Arena

Árbitro: Ioannis Papadopoulos (Grécia)

Gols: Kirss, Tamm

O penal convertido por Ikaunieks, da Letônia
O penal convertido por Ikaunieks, da Letônia O penal convertido por Ikaunieks, da Letônia

Próximos prélios:

Dia 5 de Junho:

Uma formação da República Tcheca
Uma formação da República Tcheca Uma formação da República Tcheca

DIVISÃO A-2

República Tcheca/3pg, Espanha/1, Portugal/1, Suíça/0

REPÚBLICA TCHECA X ESPANHA

PORTUGAL X SUÍÇA

DIVISÃO B-4

Suécia/3, Noruega/3, Sérvia/0, Eslovênia/0

SÉRVIA X ESLOVÊNIA

SUÉCIA X NORUEGA

DIVISÃO C-2

Kosovo/3, Grécia/3, Irlanda do Norte/0, Chipre/0

CHIPRE X IRLANDA DO NORTE

KOSOVO X GRÉCIA

DIVISÃO C-4

Geórgia/3, Macedônia do Norte/1, Bulgária/1, Gibraltar/0

GIBRALTAR X MACEDÔNIA DO NORTE

BULGÁRIA X GEÓRGIA

Dia 6 de Junho

DIVISÃO A-1

Áustria/3, Dinamarca/3, França/0, Croácia/0

ÁUSTRIA X DINAMARCA

CROÁCIA X FRANÇA

DIVISÃO B-2

Islândia1/, Israel/1, Albânia/0, Rússia/eliminada

ISLÂNDIA X ALBÂNIA

ISRAEL WO X 0 RÚSSIA

(A UEFA, como já fizera a FIFA, suspendeu a Rússia de todos os seus certames)

DIVISÃO C-3

Cazaquistão/3, Eslováquia/3, Belarus/0, Azerbaidjão/0

BELARUS X AZERBAIDJÃO

ESLOVÁQUIA X CAZAQUISTÃO

DIVISÃO D-1

Letônia/3, Moldávia/3, Liechtenstein/0, Andorra/0

ANDORRA X MOLDÁVIA

LETÔNIA X LIECHTENSTEIN

O time do Cazaquistão
O time do Cazaquistão O time do Cazaquistão

Dia 7 de Junho

DIVISÃO A-3

Hungria/3, Itália/1, Alemanha1/, Inglaterra/0

ALEMANHA X INGLATERRA

ITÁLIA X HUNGRIA

DIVISÃO B-3

Montenegro/3, Bósnia/1, Finlândia/1, Romênia/0

BÓSNIA X ROMÊNIA

FINLÂNDIA X MONTENEGRO

DIVISÃO C-1

Turquia/3, Luxemburgo/3, Lituânia/0, Ilhas Far Oer/0

ILHAS FAR OER X LUXEMBURGO

LITUÂNIA X TURQUIA

Dia 8 de Junho

DIVISÃO A-4

Neerlândia/3, Polônia/3, Gales/0, Bélgica/0

BÉLGICA X POLÔNIA

GALES X HOLANDA

DIVISÃO B-1

Armênia/3, Ucrânia/0, Escócia/0, República da Irlanda/0

ESCÓCIA X ARMÊNIA

REPÚBLICA DA IRLANDA X UCRÂNIA

Dia 9 de Junho

DIVISÃO D-2

Estônia/3, Malta/0, San Marino/0

MALTA X ESTÔNIA

Detalhe da lindíssima taça da Nations League
Detalhe da lindíssima taça da Nations League Detalhe da lindíssima taça da Nations League

Particularmente engenhoso pela sua divisão em séries e em chaves, o projeto da Nations League estabelece um regime democrático de acessos e de rebaixamentos. Os vencedores das quatro chaves da Divisão A lutarão pelo título, em mata-matas, numa sede única, escolhida entre os quatro, de 14 a 18 de Junho de 2023. E seu campeão abocanhará um prêmio equivalente a R$ 250 milhões, à parte o seu quinhão de patrocínios. Nas outras séries, da B à D, os campeões das chaves se promoverão à Divisão de cima. Claro, também cairão às turmas imediatamente inferiores, da A à B e da B à C, os últimos classificados de cada grupo. No caso da C para a D, os rabeiras ainda enfrentarão playoffs suplementares, a partir dos quais se safarão dois. A entidade ainda não decidiu de que modo esta NL servirá como classificação para a próxima Euro, de eliminatórias entre Março e Novembro de 2023, e de fase final toda na Alemanha, 24 seleções, entre 14 de Junho e 14 de Julho de 2024.

Gostou? Clique num dos ícones do topo para “Compartilhar”, ou “Twittar”, ou deixe a sua opinião no meu “FaceBook”. Caso saia de casa, seja cauteloso e seja solidário, use máscara, por favor. E fique com o abraço virtual do Sílvio Lancellotti! Obrigadíssimo!

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.