Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Silvio Lancellotti - Blogs
Publicidade

As boas vitórias do Milan e da Inter adiam a definição do "Scudetto"

Em casa, o "Diavolo" sobrepujou a Atalanta por 2 X 0. Na Ilha da Sardenha, a "Biscione" bateu o Cagliari por 3 X 1. De todo modo, o "Rossonero" só necessita de um empate para abiscoitar o título.

Silvio Lancellotti|Do R7 e Sílvio Lancellotti

Theo Hernández e Rafael Leão, os craques do Milan nesta temporada
Theo Hernández e Rafael Leão, os craques do Milan nesta temporada Theo Hernández e Rafael Leão, os craques do Milan nesta temporada

Penúltima rodada do “Nazionale” Italiano de 2021/2022. Em jogo, fundamentalmente, o título de campeão. Líder o Milan, 80 pontos, na caça do “Scudetto” de número 19. Vice-líder a Inter, 78, em busca do seu bi, do título #20 e da segunda estrelinha dourada de se bordar no uniforme. Neste domingo, 15 de Maio, só o Milan poderia antecipadamente levantar a taça. E para tanto necessitava de uma combinação de resultados: como mandante, bater a Atalanta e torcer para que a Inter não vencesse o Cagliari na Sardenha; ou empatar e a rival perder. O Milan levaria uma folga de três degraus à rodada derradeira. Ao findar o certame, no caso de igualdade em pontos, abiscoitaria a taça pelo confronto direto: 2 X 1 e 1 X 1.

Detalhe do gol de Darmian, Inter 1 X 0
Detalhe do gol de Darmian, Inter 1 X 0 Detalhe do gol de Darmian, Inter 1 X 0

Os dois ganharam os seus desafios e a folga permaneceu nos dois pontos. A decisão, portanto, apenas na próxima “giornata”, quando bastará ao “Diavolo” preservar o 0 X 0 inicial em viagem ao Sassuolo, não importa o placar da “Biscione”, a serpente mitológica da Lombardia, no jogo contra a Sampdoria, esquadra “Blucerchiata” de Gênova. A Samp, aliás, desembarcou nesta “domenica” dentro de um grupo de quatro agremiações arriscadas ao tombo na Série B. Até o sábado, eram seis. Caem três. O Venezia já havia se despedido no sábado. O Spezia já tinha se safado do perigo. Continuavam à beira do abismo, por ordem na classificação: Samp, Salernitana, Cagliari e Genoa. Nesta data, drama e euforia "mezzo-a-mezzo" na Ligúria, se livrou a Samp mas se despediu o Genoa. Eis as fichas dos cotejos:

Théo e Leão, Milan 2 X 0 Atalanta
Théo e Leão, Milan 2 X 0 Atalanta Théo e Leão, Milan 2 X 0 Atalanta

MILAN (1º/83/37) 2 X 0 ATALANTA (8º/59/37)

Milão, Stadio di San Siro

Publicidade

Árbitro: Daniele Orsato

Gols: Rafael Leão, Theo Hernández

Publicidade

Realizaram os dois tentos do Milan exatamente os dois melhores jogadores do elenco de Stefano Pioli nesta temporada em que depois de onze anos voltou a namorar o “Scudetto” de campeão. O triunfo, porém, demorou a se consolidar. Apenas aos 56’, depois de receber um bom passe de Júnior Messias, perto da intermediária, Rafael Leão arrancou de maneira imparável. A irregularíssima “Deusa” de Gian Piero Gasperini, que chegou a sonhar com o título e, agora, meramente batalha para abocanhar uma vaga nas Copas da UEFA, nem ousou reagir e, aos 75’, cedeu o segundo tento num lance em que Hernández basicamente atravessou, incólume, o gramado inteirinho. Como o prélio do Milan aconteceu antes do combate da Inter, os seus “tifosi” não se abalaram a sair do estádio antes que se definisse o resultado da Ilha da Sardenha. Todavia, precisarão aguardar mais uma "settimana".

A capa do Twitter da Inter
A capa do Twitter da Inter A capa do Twitter da Inter

CAGLIARI (18º/29/37) X INTER (2º/81/37)

Publicidade

Càgliari, Stadio Unipol Domus

Árbitro: Daniele Doveri

Gols: Lykogiannis X Darmian, Lautaro/2

Domínio integral da “Biscione” ainda esperançosa de que na jornada derradeira o Milan escorregue fatalmente. Até sofreu com um tento anulado, mão de Skriniar, aos 11’, depois de um levantamento preciso de Calhanoglu. Mas, aos 25’, o gol do 1 X 0 aliviou o fãs da “Nerazzurra”, alçamento de Perisic e testada de Darmian. O Cagliari pareceu sem paradeiro, aos 51, quando o excelente Barella perpetrou um lançamento milimétrico a Lautaro Martínez, 2 X 0. A Inter, porém, logo em seguida, aos 53, permitiria um tiro de quase 30 metros de Lykogiannis. Com uma razoável ajuda do arqueiro Handonovic, a bola entrou na meta da “Biscione”, 1 X 2. E subitamente a pugna se complicou. O anfitrião, guerreiro, se empenhou em obter o empate. Só que a Inter se provaria implacável no “contropiede”. E aos 84’ Lautaro desfrutou uma investida muito veloz de Gagliardini e registrou 3 X 1. Agora, à “Nerazzurra” e ao Cagliari, apenas restam os dois milagres da última “giornata”.

Destaque para Lorenzo Insigne, do Napoli
Destaque para Lorenzo Insigne, do Napoli Destaque para Lorenzo Insigne, do Napoli

NAPOLI (3º/76/37) 3 X 0 GENOA (19º/28/37)

Nápoles, Stadio Diego Armando Maradona

Árbitro: Michael Fabbri

Gols: Osimhen, Insigne/pen, Lobotka

Numa partida unilateral, que se caracterizou pelo choro de despedida do capitão Insigne, faz semanas acertado com o Toronto da Liga Norte-Americana, o “Burro” da Terra da Pizza ao menos alegrou os seus “tifosi” numa exibição de fato excelente e capaz de conter as manifestações de mau-humor contra o treinador Luciano Spalletti. Pobre Genoa, porém, condenado à Série B. E dizer que, nascido em 1893, é o clube mais antigo na Itália.

BOLOGNA (13º/43/37) 1 X 3 SASSUOLO (11º/50/37)

Bolonha, Stadio Renato Dall’Ara

Árbitro: Dàvide Ghersini

Gols: Orsolini/pen X Scamacca/2, Berardi

Dia 16 de Maio, segunda-feira:

JUVENTUS (4º/69/36) X LAZIO (5º/62/36)

Turim, Allianz Stadium

Árbitro: Giovanni Ayroldi

SAMPDORIA (15º/33/36) X FIORENTINA (7º/59/36)

Genoa, Stadio Luigi Ferraris

Árbitro: Maurizio Mariani

Jogos do sábado, dia 14 de Maio:

UDINESE (12º/44/37) 2 X 3 SPEZIA (15º/36/37)

Gols: Molina, Mari X Verde, Gyasi, Maggiore

Detalhe do gol de Gyasi, do Spezia
Detalhe do gol de Gyasi, do Spezia Detalhe do gol de Gyasi, do Spezia

EMPOLI (14º/38/37) 1 X 1 SALERNITANA (17º/31/37)

Gols: Cutrone X Bonazzolli

ROMA (6º/60/37) 1 X 1 VENEZIA (20º/26/37)

Gols: Shomurodov X Okereke

VERONA (9º/52/37) 0 X 1 TORINO (10º/50/37)

Gol: Brekalo

O vice-líder dos artilheiros, quatro pelejas sem anotar um tento na Série A
O vice-líder dos artilheiros, quatro pelejas sem anotar um tento na Série A O vice-líder dos artilheiros, quatro pelejas sem anotar um tento na Série A

Inaugurada em 21 de agosto de 2021, e com seu desfecho previsto para 22 de maio de 2022, esta edição da Série A do Futebol da Velha Bota, a 120ª na História do Calcio, a 90ª desde a implantação do campeonato de pontos corridos, já viu 368 jogos e 1.041 tentos, média de 2,86. Principais artilheiros: com 27 gols, Ciro Immobile (Lazio); Dusan Vlahovic, 23 (Fiorentina/Juve = 17/6); Lautaro Martínez (Inter), 21; Gianluca Scamacca (Sassuolo) e Giovanni Simeone (Verona), 16; Tammy Abraham (Roma) e Domenico Berardi (Sassuolo), 15; Marko Arnautovic (Bologna) e Viktor Osimhen (Napoli), 14; Mario Pasalic (Atalanta), João Pedro (Cagliari), Andrea Pinamonti (Empoli) e Edin Dzeko (Inter) 13; Gerard Deulofeu (Udinese) e Gianluca Caprari (Verona), 12; Rafael Leão (Milan), Lor Insigne e Dries Mertens (Napoli), Francesco Caputo (Sampdoria), Beto (Udinese) e Antonin Barak (Verona), 11.

A taça de campeão da Série A
A taça de campeão da Série A A taça de campeão da Série A

A última rodada, todos os jogos em 22 de Maio:

SASSUOLO X MILAN

INTER X SAMPDORIA

SPEZIA X NAPOLI

FIORENTINA X JUVENTUS

LAZIO X VERONA

TORINO X ROMA

ATALANTA X EMPOLI

GENOA X BOLOGNA

SALERNITANA X UDINESE

VENEZIA X CAGLIARI

Gostou? Clique num dos ícones do topo para “Compartilhar”, ou “Twittar”, ou deixe a sua opinião sobre este meu texto no meu “FaceBook”. Caso saia de casa, vã com cautela e solidariedade, use máscara, por favor. E fique com o meu abraço virtual! Obrigadíssimo!

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.