Cosme Rímoli "Vou injetar dinheiro no São Paulo. Para o Inter ser campeão"

"Vou injetar dinheiro no São Paulo. Para o Inter ser campeão"

Bilionário já havia pago R$ 1 milhão de multa para Rodinei jogar ontem. Agora, promete dar dinheiro para o São Paulo derrotar o Fla. Para o Inter vencer o Brasileiro

  • Cosme Rímoli | Do R7

Elusmar Maggi Sheffer. "Vou injetar dinheiro no São Paulo para ganhar do Flamengo"

Elusmar Maggi Sheffer. "Vou injetar dinheiro no São Paulo para ganhar do Flamengo"

Divulgação/Assessoria

São Paulo, Brasil

Está instituída a 'mala branca' particular.

'Mala branca' é uma expressão criada há décadas no futebol.

Expressa o oferecimento de dinheiro a um clube para ganhar, vencer seu adversário.

Para proveito do terceiro, incompetente dentro do campo.

E que precisa ajuda de outro clube que faça o que não conseguiu.

Seja na disputa de um título, na briga pelo rebaixamento.

A conduta é vergonhosa.

Para a equipe que oferece e para a que aceita.

Porque é como se seus jogadores não quisessem vencer.

O pior é que o incentivo não é visto como antiético por muitos atletas e dirigentes.

Só que que o bilionário Elusmar Maggi Scheffer está para inaugurar uma nova categoria.

A 'mala branca particular'.

Depois de influenciar no Brasileiro, pagando do bolso R$ 1 milhão para Rodinei, jogador do Flamengo, atuar pelo Internacional, ontem no Maracanã, Elusmar, dono de uma das maiores fortunas deste país, ameaça ir muito além.

E tomar uma atitude inédita.

Dar dinheiro para o São Paulo vencer o Flamengo para que seu time de coração, o Internacional, dependa apenas de uma vitória contra o Corinthians, em Porto Alegre, na quinta-feira.

Elusmar é conhecido em Porto Alegre por seu apego ao Internacional

Elusmar é conhecido em Porto Alegre por seu apego ao Internacional

Internacional

"Vou injetar dinheiro no São Paulo para a 'gente' ser campeão.

"Vou estudar com a minha parte jurídica como proceder amanhã (hoje).

"Vai ser 1 a 0 para a gente contra o Corinthians", disse o bilionário para site Gaúcha ZH.

A situação foi assumida publicamente.

Ele quer tornar legal a 'doação'.

O São Paulo é um clube tricampeão mundial.

A sua diretoria precisa respeitar a história.

Não aceitar dinheiro algum de ninguém para tentar ganhar do Flamengo.

É uma questão de dignidade.

O STJD também precisa estar atento.

Porque o futebol brasileiro aceitar interferências de bilionários torcedores.

O patrimônio do conglomerado de Elusmar, que abrange Mato Grosso e Maranhão, em 2014 era de R$ 4,7 bilhões.

A expectativa é que tenha aumentado.

Ele ainda mostrou sua visão sobre a expulsão de Rodinei.

"É que nem aquela história: 'Tenho de fazer uma entrega no Rio de Janeiro e sei que vou ser roubado, mas tenho que ir lá'.

"Isso não existe, foi uma vergonha, o lance do Rodinei foi uma vergonha.

"Na quinta, vamos ser campeões."

O Internacional pode até ganhar o título.

Mas não com o São Paulo aceitando dinheiro para vencer o Flamengo.

A situação é inaceitável.

A diretoria São Paulo tem de se manifestar.

E o STJD e a CBF não permitirem essa interferência....

Inter e City vencem clássicos no domingo do futebol europeu

Últimas