Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

'Volta para o Brasil. Pelo menos, tu não fica em cana.' Conselho de Robinho a um dos outros cinco estupradores, segue valendo

Novos áudios mostram a indignação do músico Jairo, que testemunhou o estupro de Robinho e outros cinco brasileiros. 'Seis nego é fo... É muita coisa.' Enquanto isso, o STJ analisa se aplica a pena de nove anos no Brasil

Cosme Rímoli|Do R7 e Cosme Rímoli

'Volta ao Brasil.
Pelo menos lá tu não entra em cana.' Conselho de Robinho a um dos outros cinco estupradores
'Volta ao Brasil. Pelo menos lá tu não entra em cana.' Conselho de Robinho a um dos outros cinco estupradores 'Volta ao Brasil. Pelo menos lá tu não entra em cana.' Conselho de Robinho a um dos outros cinco estupradores

São Paulo, Brasil

Parece o enredo de uma sequência de filmes de horror.

Daquelas que parecem intermináveis e, a cada novo episódio, ficam piores.

As revelações dos áudios envolvendo Robinho, que levaram à sua condenação na Itália, são cada vez mais assustadoras, repulsivas.

Publicidade

E mostram os motivos que levaram a Justiça a puni-lo com nove anos de prisão.

Em momento algum ele nega o estupro coletivo do qual participou, de acordo com a imprensa italiana. Ele e mais cinco amigos abusaram e estupraram uma mulher que comemorava 23 anos em uma casa noturna, em Milão, o Sio Café, na noite de 22 de janeiro de 2023.

Publicidade

Depois da denúncia de estupro coletivo, a polícia italiana grampeou os telefones de Robinho. Colocou, inclusive, escutas no seu carro. E o músico brasileiro Jairo, que se apresentou naquela noite no Sio Café.

E o primeiro "novo" áudio é dele, resumindo a uma amiga o que ele testemunhou.

Publicidade

"Estupro! Aquilo é estupro, o que aconteceu [...]

"Seis nego é f..., né? Seis nego é muita coisa."

Robinho, de novo, mostra preocupação com sua carreira. Não se mostra arrependido, preocupado com o que ele e seus cinco amigos fizeram.

"Se essa po... sair na imprensa, já era Copa...

"Já era casamento.

"De novo acusado de estupro.

"Aí nego vai falar um monte de m...

"Fo... minha imagem, de novo essa m..." 

Robinho não pode sair do Brasil. Seu nome está na Interpol como condenado pela justiça italiana
Robinho não pode sair do Brasil. Seu nome está na Interpol como condenado pela justiça italiana Robinho não pode sair do Brasil. Seu nome está na Interpol como condenado pela justiça italiana

Sim, ele foi acusado em 2009, na Inglaterra, de ter estuprado uma mulher em uma boate, quando jogava no Manchester City. Em uma casa noturna em Leeds, chamada Space. A acusação foi de uma garota de 18 anos. Nada foi comprovado contra o jogador.

Nos áudios vazados em relação ao estupro na Itália, Robinho disse que estava sendo fiel havia um ano.

"Tô há um ano sossegado, mané. Juro pela saúde do meu filho. Meu pai acabou de falar agora: 'Isso aí é coisa do diabo. Tá ficando sossegado, tem alguma coisa'. Eu tô sossegadão, mané."

"Nunca mais eu vou me envolver com qualquer outra mulher que não seja a minha esposa. Esse é um compromisso, um propósito que eu faço com o Senhor, ó Pai.

"Eu nunca mais vou me envolver com uma mulher que não seja a minha esposa."

Em uma conversa com sua esposa, Vivian, a quem revelou o que aconteceu, Robinho pede para que ela tenha cuidado com o que fala, para que seus empregados não fiquem sabendo sobre o estupro coletivo.

Ele a está manipulando para que fique em silêncio quando estiverem em casa, acompanhados pelos serviçais.

"Tudo que puder evitar é melhor, sabe por quê?

"Porque a gente não confia.

"Eu confio em você, você confia em mim [...].

"Porque isso daí eles podem usar contra nós."

Robinho disputou as Copas de 2006 e 2010 com a camisa da Seleção Brasileira
Robinho disputou as Copas de 2006 e 2010 com a camisa da Seleção Brasileira Robinho disputou as Copas de 2006 e 2010 com a camisa da Seleção Brasileira

Os áudios revelados pelo UOL se juntam a outros e formam um quadro repugnante.

"Eu comi a mina, ela fez chu... pra mim e depois saí fora.

"Os caras continuaram lá."

Robinho chegou a comemorar o fato de que o Sio Café não tinha câmera.

"O cara que o Jairo contratou falou assim, que a única coisa boa é que os cara tá lá no Brasil e na discoteca não tinha câmera.

"Porque se pegasse a câmera, os cara ia pegar eles até no Brasil.

"Como não tinha câmera, vai ficar meio embaçado pra mina provar que estupraram ela se ela não estiver grávida."

Na conversa com Jairo, Robinho comemorava não ter "transado" com ela.

"Mas, peraí, eu vi que você pôs o p... na boca dela", disse Jairo.

"Isso aí não é transar, isso aí não é transar."

Em conversa com outro amigo, Robinho chega a rir da situação.

"Estou rindo porque não estou nem aí, a mulher estava completamente bêbada.

"Não sabe nem o que aconteceu."

Robinho também disse a um amigo que estava preparado para agredir a mulher, se ela a acusasse. Porque insiste que o sexo oral não foi estupro.

"A mina sabe que tu não fez porra nenhuma com ela, ela é idiota? A gente vai dar um soco na cara dela. Tu vai dar um murro na cara, vai falar: 'Po..., que que eu fiz contigo?'."

Robinho criou enorme expectativa ao surgir para o futebol mundial. Não chegou onde se esperava
Robinho criou enorme expectativa ao surgir para o futebol mundial. Não chegou onde se esperava Robinho criou enorme expectativa ao surgir para o futebol mundial. Não chegou onde se esperava

De acordo com o advogado da mulher estuprada, ela está abalada psicologicamente com a divulgação dos áudios de Robinho.

"Uma coisa é o que a pessoa sabia e se lembrava, outra é ver tudo o que sabe escrito, dito, repetido. Tem um grande impacto psicológico, midiático e emotivo para quem escuta e também para quem tenha sido vítima desse tipo de crime horrendo", disse Jacopo Gnocchi.

"Ler a transcrição é um 'conto'. Eu, anos atrás, quando li a transcrição... Eram frases certamente violentas, era evidente o que havia ocorrido. Os juízes mesmo disseram: 'Esse crime é horrendo, não é contestável'", resumiu o advogado ao site jurídico Migalhas.

O caso de Robinho está sendo analisado pelo Superior Tribunal de Justiça, para atender ou não ao pedido do Ministério Público italiano.

Como o Brasil não extradita pessoas nascidas no país, a solução que a Justiça italiana encontrou foi pedir para que o jogador cumpra os nove anos de cadeia por aqui.

Robinho segue viajando pelo país, para fugir da imprensa.

Como seu nome está na Interpol, como condenado, ele não pode sair do Brasil.

Se sair, será extraditado para a Itália.

E preso imediatamente.

Vale uma última frase que Robinho falou para um dos envolvidos no estupro coletivo na Itália.

"É [risos]. Eu falei: 'Cara, você quer um conselho?'

"Não vai nem lá [depor em Milão], volta pro Brasil.

"Pelo menos tu não fica em cana [risos]."

Maurício Barbieri é o nono técnico a não resistir ao rolo compressor do Brasileirão 2023

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.