Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Vítor Pereira não pede demissão depois de terceira perda de título em um mês. Mas já começa pressão no Flamengo por Jorge Jesus

Em um mês, o Flamengo perdeu a Supercopa, o Mundial e, ontem, Recopa. De nada adiantou o público recorde no Maracanã. O time carioca perdeu a decisão para o Independiente del Valle. Vítor Pereira quer seguir na Gávea

Cosme Rímoli|Do R7 e Cosme Rímoli

Vítor Pereira bateu o recorde de disputas de títulos, e derrotas, no Flamengo. Mundial, Supercopa e Recopa
Vítor Pereira bateu o recorde de disputas de títulos, e derrotas, no Flamengo. Mundial, Supercopa e Recopa Vítor Pereira bateu o recorde de disputas de títulos, e derrotas, no Flamengo. Mundial, Supercopa e Recopa

São Paulo, Brasil

Palmeiras 4 x 3 Flamengo, 28 de janeiro de 2023.

Al Ahly 3 x 2 Flamengo, 11 de fevereiro de 2023.

Independiente del Valle 5 x 4 Flamengo, nos pênaltis, 28 de fevereiro de 2023.

Publicidade

Mundial, Supercopa do Brasil e Recopa Sul-Americana.

Três títulos disputados e três perdidos.

Publicidade

Nunca na história do Flamengo o clube havia disputado decisões de torneios tão importantes em um mês. 

E muito menos perdido.

Publicidade

O que aconteceu ontem no Maracanã, com recorde de público em jogos entre clubes, com 71.411 torcedores, foi inusitado. 

Quando a torcida, aos 50 minutos de partida, já estava sem esperança e xingava o time do Flamengo de "sem-vergonha", veio o gol de Arrascaeta, que igualava o placar do Equador. E a decisão passou por prorrogação e decisão nos pênaltis. 

Por coincidência, o uruguaio Arrascaeta foi o único a perder, entre os dez cobradores. E o título ficou com o Independiente del Valle, clube equatoriano com orçamento 24 vezes menor do que o do Flamengo.

No centro do clima de desolação estava o português Vítor Pereira. 

A pergunta óbvia, pela maneira dos clubes brasileiros trabalharem, era uma só: o treinador sairia do Flamengo? 

Não, ele foi para a coletiva após o jogo, tenso, acuado. 

Mas sem pedir demissão ou demitido. 

Vítor Pereira, desesperado, durante a decisão de ontem. Treinador estava sem controle emocional
Vítor Pereira, desesperado, durante a decisão de ontem. Treinador estava sem controle emocional Vítor Pereira, desesperado, durante a decisão de ontem. Treinador estava sem controle emocional

Por um motivo simples, não foi apenas o vice de futebol Marcos Braz quem quis o português no lugar de Dorival Junior, que havia conquistado a Libertadores e a Copa do Brasil. O mais empolgado com a troca foi o presidente Rodolfo Landim.

Ou seja, por enquanto, Vítor Pereira seguirá comandando o Flamengo, apesar de toda a frustração da perda histórica de três títulos em um mês.

"Nós não deveríamos ter começado dessa forma (perdendo).

"Deveríamos ter começado com títulos, mas é um trabalho que está no início. Os dois últimos jogos com todo o elenco, os jogadores deram sinais claros de um grupo unido que quer jogar um futebol de qualidade. É um grupo alinhado. É um trabalho que está no início, não é como começa e sim como acaba.

"Acredito que essa equipe vai dar muita alegria aos torcedores, vai jogar um futebol consistente, de qualidade. Com espírito de grupo, alinhados com a torcida.

"Estamos tristes e frustrados com o resultado", desabafou.

O português sabe que a pressão será imensa.

A conquista do Campeonato Carioca se tornou obrigação.

Embora seu time tenha dado 26 chutes a gol, durante os 120 minutos, a equipe apelou para 59 cruzamentos para a área equatoriana, demonstrando falta de imaginação, de criatividade. A afobação foi desde o primeiro minuto.

Vítor Pereira tinha o forte argumento de pouco tempo de trabalho. Deveria, com três títulos importantes em jogo, logo no início da temporada, começado a trabalhar antes com os atletas. Falha sua e da diretoria.

"Seria muito mais fácil e cômodo para mim não assumir a equipe nessas condições. Assumi a equipe sabendo que nós praticamente já jogamos 12 ou 13 jogos. É uma pré-temporada, é como mudar o pneu do carro em andamento. Estamos tentando criar um jogo que já vejo que começa a ser visualizado, começo a ver muita coisa desse jogo", disse o treinador, após o fracasso de ontem, tentando convencer a imprensa.

Festa equatoriana no Maracanã. Independiente del Valle festeja o fracasso do Flamengo
Festa equatoriana no Maracanã. Independiente del Valle festeja o fracasso do Flamengo Festa equatoriana no Maracanã. Independiente del Valle festeja o fracasso do Flamengo

A situação está tensa na Gávea.

Landim passou a ser muito cobrado pelas três perdas de títulos.

Mais: pela saída de Dorival Junior.

Embora Vítor Pereira escape da demissão neste momento, os defensores da volta de Jorge Jesus são uma realidade.

A multa do treinador português no Fenerbhaçe é de 4 milhões de euros, cerca de R$ 20 milhões. 

As três derrotas seguidas do Flamengo faz conselheiros importantes cobrarem Braz e Landim, pedindo a volta do treinador.

Landim, Marcos Braz e Vítor Pereira.

O planejamento para o início de 2023 deu tudo errado.

E agora?

Não será vencendo o Carioca que tudo se acalmará...

Reserva na Copa e fora do The Best após 17 anos: Cristiano Ronaldo vive fim de carreira melancólico

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.