Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cosme Rímoli - Blogs
Publicidade

'Vinicius, você é um macaco.' O estúpido racismo infiltrado na torcida do Atlético de Madrid veio à tona. O clube vai pagar caro

A Liga Espanhola vai punir o Atlético de Madrid pelos cânticos racistas contra Vinicius Júnior, antes do jogo contra o Real Madrid. Pura estupidez. Os mesmos torcedores aplaudem Witsel e Matheus Cunha, negros do Atlético

Cosme Rímoli|Do R7 e Cosme Rímoli


Vinícius Júnior fez questão de dançar em frente à torcida do Atlético. Rodrygo o acompanhou
Vinícius Júnior fez questão de dançar em frente à torcida do Atlético. Rodrygo o acompanhou

São Paulo, Brasil

Não foi o final feliz que muitos comemoraram antecipadamente.

Sim, Vinicius Júnior dançou em frente à torcida do Atlético de Madrid, no lotado estádio Cívitas Metropolitano.

Teve como companheiro Rodrygo, brasileiro, negro.

Publicidade

Na vitória do Real Madrid sobre o Atlético, por 2 a 1, a foto da alegria de Vinicius Júnior sambando ganhou o mundo.

O atacante negro não se dobrou ao presidente da Associação dos Empresários de Futebol da Espanha, Pedro Bravo, que tentou intimidá-lo em um programa na tevê.

Publicidade

"Tem que respeitar o adversário. E quando você marca um gol em seu adversário, se quiser sambar, vá para o Sambódromo, no Brasil. Aqui, o que você tem que fazer é respeitar seus companheiros de profissão e deixar de macaquices."

Vinicius Júnior respondeu à altura, como nenhum jogador brasileiro da elite do futebol mundial.

Publicidade

"A felicidade de um preto brasileiro na Europa incomoda."

E anteviu. 

"E o roteiro sempre termina com um pedido de desculpa. Ou um 'fui mal interpretado'.

Foi exatamente o que Pedro Bravo fez depois do jogo. Pediu desculpas e disse que foi mal interpretado.

Mas repito para você, racista: eu não vou parar de bailar. Seja no sambódromo, no Bernabéu ou onde eu quiser."

Foi o que Vinicius fez. 

Até a tevê, e o programa, onde Pedro Bravo mostrou seu racismo pediram desculpas.

Ponto-final?

Não.

Cantos racistas na entrada do estádio
Cantos racistas na entrada do estádio

Porque vídeos mostram a atitude de extremo racismo da torcida do Atlético de Madrid antes do jogo. Ao redor do estádio, centenas de torcedores cantaram a todos os pulmões.

"Vinícius, você é um macaco.

"Vinícius, você é um macaco."

Em uma atitude sem precedentes, a Liga Espanhola promete adotar medidas contra o Atlético de Madrid por atitudes de torcedores fora do estádio.

A expectativa é por uma punição financeira.

Para dar outra lição aos racistas.

Até porque eles posam de cegos.

O zagueiro belga Witzel, tão cultuado, que joga no Atlético de Madrid, é negro. 

Assim como o brasileiro Matheus Cunha, também negro.

Por que não são comparados a macacos pelos racistas?

Fora lembrar Luis Pereira, um dos melhores zagueiros da história do Brasil, negro, foi contratado a peso de ouro. E ainda hoje é um grande ídolo do Atlético de Madrid.

A estupidez não tem lógica.

A punição ao clube é obrigatória.

Para lembrar aos racistas.

Witsel. Negro. Zagueiro e volante belga é celebrado pela torcida do Atlético. Ele é negro
Witsel. Negro. Zagueiro e volante belga é celebrado pela torcida do Atlético. Ele é negro

Mesmo com o pouco destaque dos jornais espanhóis para os cantos racistas.

O mundo mudou.

E a cantoria repercute de forma firme em inúmeros países.

Vinicius Júnior não está sozinho.

E vai continuar sambando onde quiser...

Flamengo supera clube da Premier League em folha salarial; confira lista com valores

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.