Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cosme Rímoli - Blogs
Publicidade

'Vergonha... Time sem vergonha...' Torcida se cansou dos vexames do líder Botafogo. Quarta derrota seguida. Com três gols de Suárez

O Botafogo outra vez tomou uma virada histórica. Há oito dias havia perdido para o Palmeiras por 4 a 3. Desta vez, o 4 a 3 foi para o Grêmio. Torcida ficou revoltada. A sensação é que o título está indo embora

Cosme Rímoli|Do R7 e Cosme Rímoli


Luis Suárez, 36 anos, marca três gols. Vira o jogo para o Grêmio. O líder Botafogo desmancha
Luis Suárez, 36 anos, marca três gols. Vira o jogo para o Grêmio. O líder Botafogo desmancha

São Paulo, Brasil

"Vergonhaaa... Time sem vergonha..."

(Coro da torcida do Botafogo, após derrota para o Grêmio, de virada, por 4 a 3, em São Januário.)

"Burro... Burro... Burro... Burro...

Publicidade

(Coro da torcida do Botafogo para o treinador Lúcio Flávio.)

"Meu primeiro hat-trick. Vamos, Grêmio, cara... Até o final..."

Publicidade

(Luis Suárez, feliz por marcar, pela primeira vez, três gols no Grêmio.)

"Joga muito, Luis Suárez."

(Postagem de Neymar, logo após a partida, elogiando o uruguaio.)

"É (não jogaria), porque ele não gosta e não pode, por causa do joelho, jogar no gramado sintético. Se fosse no Nilton Santos, o Suárez dificilmente jogaria porque é sintético."

(Renato Gaúcho falando sobre Luis Suárez.)

A partida só aconteceu em São Januário porque o estádio Nilton Santos estava alugado para o show do grupo Rebelde.

Jogadores do Botafogo foram vaiados e xingados, pela própria torcida, no final do jogo de ontem
Jogadores do Botafogo foram vaiados e xingados, pela própria torcida, no final do jogo de ontem

A noite caótica de ontem terminou para o Botafogo com sua torcida entrando em conflito com a Polícia Militar. Os soldados trataram de intervir porque, revoltados, os botafoguenses queriam depredar o São Januário.

Oito dias depois de tomar uma virada histórica do Palmeiras, estava vencendo por 3 a 0, perdeu por 4 a 3, veio outra derrota inacreditável. O time de Lúcio Flávio ganhava do Grêmio por 3 a 1, quando sofreu três gols de Suárez, e amargou outra virada por 4 a 3.

São cinco derrotas consecutivas.

Os 13 pontos de vantagem sumiram completamente.

O Botafogo tem os mesmos 59 pontos de Grêmio e Palmeiras. O Bragantino tem um a menos. E será o próximo adversário, no domingo, em Bragança Paulista.

A situação no vestiário do time carioca era de puro desalento.

O Grêmio fez festa. Alcançou os mesmos 59 pontos do Botafogo. Luis Suárez fez história
O Grêmio fez festa. Alcançou os mesmos 59 pontos do Botafogo. Luis Suárez fez história

O sonhado título brasileiro, depois de 28 anos, nunca esteve tão desacreditado.

"Acho que é uma questão até moral que nós temos como instituição e clube. Dos jogadores estarem cientes da nossa responsabilidade e convictos de que precisamos o mais rápido possível mudar essa realidade, em termos de não conseguirmos os resultados", prometia Lúcio Flávio, inconformado com a derrota, com o clima tenso no Botafogo.

O time jogou outra vez de maneira intensa no ataque. Mas completamente desajustado, espaçado, aberto na defesa. 

Chegou a abrir 3 a 1 de vantagem, empolgando a torcida, mas depois permitiu que Luis Suárez marcasse três gols, virasse o jogo. E o Grêmio poderia ter feito até mais gols, tamanha a desordem defensiva botafoguense.

"No vestiário, todos sentiram muito o jogo. Muito em razão de situações do jogo em que faltou maturidade. Foi o que conversei com eles, quando comentamos após o Vasco, de ser competitivos, mas faltou maturidade. Em uma situação que era lateral nosso, permitimos a transição do adversário.

"O grande diferencial do jogo foi o número de faltas. Talvez, faltou fazer mais faltas táticas, para impedir alguma situação ofensiva do adversário", lastimava Lúcio Flávio.

Os jogadores do Botafogo se mostravam abatidos, envergonhados.

A exceção era Diego Costa.

"A gente tomou um golpe duro, sabemos disso, mas os verdadeiros campeões têm que saber levantar. É ter ânimo, força, ir para cima. Saber que jogos como esse são para ganhar. Não é pra jogar bonito. Temos que saber fazer um jogo para ganhar. Se tiver que dar porrada, é para dar porrada."

O Botafogo ainda é líder nos critérios de desempate.

Mas nunca esteve tão pressionado.

São quatro derrotas consecutivas.

Parte da diretoria pensa em insistir com Textor e buscar um treinador tarimbado para os últimos jogos que restam.

Cuca, que teve de se afastar do Corinthians, por ter sido condenado por estupro na Suíça, avisou à imprensa carioca que não volta ao futebol enquanto não conseguir provar sua inocência.

As organizadas do Botafogo prometem protestar novamente.

Exigem reação imediata do time...

Botafogo vê chances de título caírem, e Corinthians perto do Z4: as probabilidades do Brasileirão

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.