Cosme Rímoli Vaidoso, Landim jura: Flamengo 'ganhará tudo'. Será cobrado

Vaidoso, Landim jura: Flamengo 'ganhará tudo'. Será cobrado

Landim disse que acabou o tal 'cheirinho' de título. E que seu clube ganhará todas as competições neste ano. Postura amadora e que será cobrada

Flamengo ganhará tudo, Landim Flamengo, presidente do Flamengo,

Landim prometendo que o Flamengo 'ganhará tudo' em 2019. Será cobrado

Landim prometendo que o Flamengo 'ganhará tudo' em 2019. Será cobrado

Reprodução/Instagram

São Paulo, Brasil

"Aí, galera.

Vamos ganhar essa p... toda.

Vamos ganhar tudo esse ano, chega de cheirinho, p...",

Esta é a arrogante declaração do presidente do Flamengo, Rodolfo Landim.

Já ganhou a manchete dos principais portais do país.

Está sendo repercutida nas rádios e canais esportivos a cabo.

Sim, foi em uma celebração, regada a vinho branco com amigos.

Mas ele sabia que estava sendo filmado em um celular.

Landim foi contra toda a cuidadosa postura de Abel Braga.

O treinador campeão do mundo garantiu estar empolgado por sua volta à Gávea e, mesmo tentado por jornalistas, se conteve.

Garantiu que o time irá se doar ao máximo em campo.

Dará a alma por título.

Disse, com todas as letras: "estou com fome" de conquistas.

Mas, experiente, vivido, parou por aí. 

Respeitou os concorrentes.

E sabe que vida não será nada fácil.

Principalmente na Libertadores, tendo pela frente Palmeiras, Cruzeiro, Internacional.

Já começará tendo de se impor no grupo D da competição, contra Peñarol, LDU e San José, equipe boliviana de Oruro, que fica a 3.700 metros de altitude.

A gestão Landim já está sendo muito controversa.

Dirigentes do Santos e, principalmente, do Cruzeiro se mostram revoltados com a atitude desrespeitosa dos novos mandatários rubro negros.

Eles estão assumidamente conversando antes com os jogadores e depois com os clubes.

Foi assim com Bruno Henrique.

E com Arrascaeta.

Os dois acertaram salários e tempo de novo contrato com o Flamengo.

Mas sem terem saído do Santos e do Cruzeiro.

O uruguaio entrou em choque com a direção mineira.

Seu empresário, Daniel Fonseca, foi chamado de 'bandido' pelo vice presidente de futebol, Itair Machado.

O clube carioca fez questão de anunciar publicamente ter R$ 100 milhões para gastar em contratações em 2019.

Postura vista como ingênua por empresários de futebol.

Tudo o que o Flamengo fez foi inflacionar os atletas que tem interesse.

Eles passaram a custar mais.

Pagar R$ 22 milhões por 50% de Rodrigo Caio, jogador em péssima fase, reserva do São Paulo e que foi reprovado nos exames médicos no Atlético de Madrid e que o Barcelona acaba de recusar o atleta por um período de empréstimo de graça, é algo inexplicável.

O Flamengo pagou R$ 22 milhões por Rodrigo Caio, reserva do São Paulo. Exagero

O Flamengo pagou R$ 22 milhões por Rodrigo Caio, reserva do São Paulo. Exagero

São Paulo

Nem dirigentes do Morumbi acreditaram na polpuda proposta, aceita o mais rápido possível.

Ao Santos, a informação que circula na Vila Belmiro é que foram ofertados R$ 23 milhões e mais a possibilidade do empréstimo do lateral esquerdo Trauco ou do volante Jean Lucas.

Ao Cruzeiro, o Flamengo daria R$ 43 milhões e triplicaria seu salário, situação que deixou o jogador empolgadíssimo, disposto a comprar a briga com Itair Machado para deixar a Toca da Raposa.

Os dirigentes ainda não desistiram de Dedé, também do Cruzeiro. Apenas evitam falar publicamente, depois do escândalo envolvendo Arrascaeta.

O clube ainda negocia com Rafinha, do Bayern, para a lateral direita.

E Dodô, ex-Santos, para a esquerda.

Conseguiu acabar com o impasse envolvendo Diego Alves.

Mas sofre para buscar a renovação do meia Diego.

Nos bastidores os comentários é que não há uma 'sangria desatada' e ele ainda pode deixar o clube.

O time já viajou para os Estados Unidos.

Fará sua estreia na Flórida Cup, na quinta-feira, contra o Ajax.

E no sábado terá pela frente o Eintracht Frankfurt.

De acordo com Landim, o clube já tem a obrigação de ganhar o torneio.

Seria fundamental alguém avisar o empolgado novo comandante rubro-negro.

Em janeiro de 2018, houve outra pessoa que fez essa mesma promessa.

A de que o Flamengo iria vencer tudo no ano passado.

"Vamos ganhar tudo.

"Não vai sobrar nada para o Corinthians e para o São Paulo.

"E nem para o Palmeiras."

Ela foi dita pelo ex-presidente Eduardo Bandeira de Mello.

Bandeira de Mello foi xingado várias vezes por frustrados torcedores flamenguistas

Bandeira de Mello foi xingado várias vezes por frustrados torcedores flamenguistas

Reprodução/Sportv

O que o Flamengo conquistou em 2018?

Nada.

Durante seis anos de Bandeira de Mello, só dois Cariocas e uma Copa do Brasil.

Foram 24 competições disputadas.

Só  três conquistas.

Saldo incompatível com a expectativa.

Acabou xingado, execrado pela torcida.

Por isso, a ironia dos rivais, diante de tanto 'cheirinho' de títulos.

E tão poucos conquistados.

Rodolfo Landim começa sua administração da pior forma possível.

Avisando ao mercado ter R$ 100 milhões para contratar.

Criando confusões desnecessárias com clubes rivais.

E caindo na pior tentação possível.

A de prometer 'ganhar tudo' em 2019.

Será cobrado...