Tríplice coroa do Flamengo. Campeão carioca, brasileiro e da Libertadores

O Palmeiras tinha de vencer o Grêmio para tentar vencer o Brasileiro. Em casa, perdeu para o Grêmio. Fim de semana perfeito rubro-negro

O time histórico do Flamengo. Campeão carioca, Brasileiro e da Libertadores

O time histórico do Flamengo. Campeão carioca, Brasileiro e da Libertadores

Flamengo

São Paulo, Brasil

22 minutos do segundo tempo.

Em plena arena palmeirense.

Everton Cebolinha invade a área.

Finge que vai para a linha de fundo.

Breca.

Gustavo Gómez caiu no drible e derruba o atacante.

Pênalti claro.

24 minutos do segundo tempo.

Everton cobra no canto direito, Weverton não consegue defender.

Grêmio 1 a 0.

35 minutos do segundo tempo.

Bola na área do Grêmio, pelo alto.

Dudu a espera, mas Cortez o atropela.

Pênalti claro, ingênuo.

37 minutos.

Bruno Henrique cobra e empata.

1 a 1.

O Palmeiras ainda força. Mano adianta seu meio de campo. Seus jogadores buscam, afobados, tensos, a virada. 

Não conseguem.

Pior. 

Everton Cebolinha comemora. Vitória do Grêmio garantiu título ao Flamengo

Everton Cebolinha comemora. Vitória do Grêmio garantiu título ao Flamengo

Grêmio

Enxergam o Grêmio se defender com perfeição e conseguir um contragolpe fantástico gaúcho. Aos 48 minutos, Alisson serve para Pepê, que apenas encobre Werverton. 

Vitória gremista.

O Palmeiras perde até a segunda colocação para o Santos.

"Time sem vergonha, time sem vergonha", gritam os torcedores palmeirenses.

E o Flamengo tem o final de semana mais perfeito de sua história.

Ganhou a Libertadores ontem, ganhando do River Plate por 2 a 1, e hoje, venceu o Campeonato Brasileiro, sem entrar em campo.

Sua campanha estupenda de 81 pontos em 34 disputados garantiu a conquista, faltando quatro rodadas. 

Mesmo se o Palmeiras vencer seus quatro jogos e o Flamengo perder os quatro, os pontos dos dois times se igualariam. Mas o time carioca seguiria com mais.

O clube já havia vencido o Carioca.

Conquistou a Libertadores.

E, hoje, o Brasileiro.

Tríplice coroa.

Feito inédito e mais do que justo.

O time de Jorge Jesus entra de vez para a história.

Dominando a América do Sul e o Brasil.

A festa que já foi impressionante nas ruas do Rio por conta da Libertadores, seguirá por conta do Campeonato Nacional.

Que venha o Mundial...

Flamengo é abraçado por torcida, mas festa termina em confusão