Cosme Rímoli Sem nunca ter treinado um clube grande ou disputado a Libertadores, Thiago Carpini é o novo técnico do São Paulo. Uma aposta

Sem nunca ter treinado um clube grande ou disputado a Libertadores, Thiago Carpini é o novo técnico do São Paulo. Uma aposta

Casares tinha pressa. Com o aval de Dorival Junior e Muricy, o presidente do São Paulo resolveu contratar o jovem Thiago Carpini. Ele fez uma temporada excelente em 2023. Mas nunca treinou uma equipe grande na carreira

  • Cosme Rímoli | Do R7

Carpini jamais treinou um time grande. E nunca disputou a Libertadores. Aposta de Casares

Carpini jamais treinou um time grande. E nunca disputou a Libertadores. Aposta de Casares

Juventude

São Paulo, Brasil

Com ressalvas, como o blog adiantou ontem, Thiago Carpini venceu o vestibular para ser o novo treinador do São Paulo.

As ressalvas ao técnico de 39 anos está na sua inexperiência.

Rafinha, por exemplo, é apenas um ano mais novo.

Conselheiros ligados ao presidente Julio Casares queriam um treinador mais vivido, com títulos. O foco do São Paulo nesta temporada é a Libertadores da América, competição que o treinador jamais disputou. Quer como jogador e muito menos como técnico.

Mas foram dois fatores que pesaram na escolha de Casares.

A aprovação irrestrita de Dorival Junior, que foi para a Seleção, e de Muricy Ramalho. Ambos destacaram o trabalho moderno e o controle do vestiário de Carpini.

As dificuldades em negociar com treinadores mais vividos acabaram se tornando o segundo fator.

O argentino Juan Pablo Vojvoda não quis sair do Fortaleza. O também argentino Luis Zubeldia falou com Casares. Não houve acordo financeiro e muito menos  com o tempo de contrato.

O Valladollid, clube de Ronaldo, na Segunda Divisão Espanhola, não liberou Paulo Pezzolano.

O cenário ficou livre para Carpini.

Ele estava no Juventude e havia dito 'não' ao Santos.

E também ao Cruzeiro.

O técnico jamais trabalhou em equipes grandes.

Sua carreira tem apenas cinco anos.

Comandou o Oeste, Inter de Limeira, Santo André, Ferroviária, Água Santa e Juventude.

A temporada de 2023, com dois inesperados vice-campeonatos, impressionou Casares.

Ele foi segundo colocado no Paulista, eliminando o próprio São Paulo.

E vice da Série B do Brasileiro, com o Juventude. Quando assumiu, a equipe gaúcha estava na zona do rebaixamento.

Diante da cobrança dos conselheiros que o apoiaram para o segundo mandato, Casares tomou uma precaução. Nada de contrato até o seu final de mandato, em 2026.

Dorival e Muricy deram o aval para a contratação. Treinador 'moderno' e muito tático

Dorival e Muricy deram o aval para a contratação. Treinador 'moderno' e muito tático

Juventude

Carpini tem apenas um ano de compromisso.

Se for bem, terá mais uma temporada.

O técnico aceitou.

E já sabe o seu foco.

Libertadores da América.

Seu nome não provocou euforia entre os conselheiros são paulinos.

Sua contratação é vista como 'aposta'.

E não 'certeza'.

No dia 3 de fevereiro, ele já tem uma 'prova de fogo'.

A final da Supercopa do Brasil.

Contra o rival Palmeiras...

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas