Cosme Rímoli Segundo o Corinthians, Globo 'falará' Neo Química Arena

Segundo o Corinthians, Globo 'falará' Neo Química Arena

O fato de a Hypera Pharma ser uma das patrocinadoras do futebol na emissora foi ótimo para o Corinthians. Novo nome do estádio será respeitado

  • Cosme Rímoli | Do R7

Há a certeza no Corinthians, a Globo não boicotará no nome Neo Química Arena

Há a certeza no Corinthians, a Globo não boicotará no nome Neo Química Arena

Reprodução/Sportv

São Paulo, Brasil

Andrés Sanchez estava orgulhoso ontem.

Não só por ter chegado o dia do anúncio do acordo entre o Corinthians e a Hypera Pharma.

Mas porque tinha uma certeza.

O nome Neo Química Arena quebrará um tabu no Brasil.

Será falado na emissora que detém o monopólio do futebol na tevê aberta.

Na Globo.

Ao contrário do que acontece com o estádio do Palmeiras, que não é chamado de Allianz Parque, e sim Arena Palmeiras. E também com o principal estádio da Bahia, Itaipava Fonte Nova. Na Globo, é apenas Fonte Nova.

Apesar do orgulho de Andrés, o mérito não é dele.

Mas sim da coincidência.

O grupo Hypera Pharma, que comprou os naming rights do Corinthians por 20 anos, é patrocinador do futebol na Globo.

Paga até mais por um ano de patrocínio do que as duas décadas que gastou para batizar a arena.

São R$ 320 milhões à emissora carioca.

O estádio iluminado para o anúncio do nome Neo Química Arena

O estádio iluminado para o anúncio do nome Neo Química Arena

Reprodução/Twitter/@A_Corinthians

Daí, a cúpula da Globo, segundo Andrés garantiu à sua diretoria, não boicotará no nome do estádio corintiano.

Não para agradar o clube.

Mas a empresa.

Até como incentivo para mantê-la como patrocinadora.

Desta vez, a sorte ajudou Andrés...

Curta a página do R7 Esportes no Facebook

Novo nome da Arena Corinthians encerra longa novela do clube

Últimas