Cosme Rímoli São Paulo. Plano para contratar Douglas Costa é o mesmo que fracassou com Daniel Alves

São Paulo. Plano para contratar Douglas Costa é o mesmo que fracassou com Daniel Alves

Direção procura, desesperadamente, investidores estrangeiros e contratar jogadores importantes para Rogério Ceni. Douglas Costa, R$ 1,5 milhão por mês, foi sondado. Clube não conseguiu pagar o mesmo para Daniel Alves

  • Cosme Rímoli | Do R7

Douglas Costa recebe o mesmo salário que o São Paulo não conseguiu pagar a Daniel Alves

Douglas Costa recebe o mesmo salário que o São Paulo não conseguiu pagar a Daniel Alves

Lucas Uebel/Grêmio

São Paulo, Brasil

Daniel Alves ficou marcado como ingrato no Morumbi

Jogador que não teve dúvidas para abandonar o São Paulo.

Expôs a falta de pagamento na Olimpíada do Japão, em agosto. Mesmo com o clube indo por um caminho contrário, por exemplo, ao do Flamengo, que não liberou sequer o reserva Pedro.

Depois, se soube que a dívida era de R$ 11 milhões. Mais o restante do contrato que terminaria em agosto de 2019 até dezembro de 2022, alcançando R$ 18 milhões.

As duas partes selaram um acordo. Por cinco anos, o jogador receberá R$ 400 mil mensais, com início em janeiro de 2022.

O lateral midiático recebia R$ 1,5 milhão a cada 30 dias. 

Só que há aspectos importantes no relacionamento. Quando Daniel estava negociando com o ex-jogador Raí, que era executivo de futebol, e com o ex-presidente Leco, ele teve a garantia que o departamento de marketing traria grandes empresas para pagar seus salários. E que eles não atrasariam um dia. 

Além disso, ouviu que o São Paulo buscava investidores no Exterior que garantiriam um time fortíssimo em 2020.

Só que as promessas não se cumpriram e Daniel Alves se sentiu livre para se queixar da falta de pagamento publicamente, fora o que não falou: a certeza que jogaria em uma das melhores equipes do país, com todas as condições de vencer a Libertadores.

Tudo isso é resgatado, porque, com outros personagens, a história pode se repetir.

A direção do São Paulo, principalmente o presidente Julio Casares, ficou em uma situação muito difícil. Depois que o clube outra vez lutou para não ser rebaixado no Brasileiro, o treinador Rogério Ceni e o coordenador Muricy Ramalho desabafaram.

Ceni disse que não arriscaria uma história de 26 anos no São Paulo. Deixou claro que, ou o time será muito reforçado para 2022, ou não pretendia seguir no Morumbi. A imagem de maior ídolo do clube não poderia ser abalada.

Muricy foi muito menos sutil.

"O São Paulo não pode estar nessa m... que está, é uma merda. E não vai ter perspectiva, sabe? A gente percebe o discurso do presidente: ‘Ah, não tem dinheiro, não tem nada’. O Corinthians também não tinha dinheiro no começo do ano, contratou quatro jogadores experientes e está na Libertadores”

“Eu e o Rogério vamos fazer a mesma pergunta para ele [presidente Júlio Casares] e vai ter uma negativa de investimento e eu não vou ficar mais. Porque é muito sofrimento, cara. Eu tenho uma história lá, você sabe. O Rogério Ceni também tem uma história. A gente ia ficar marcado que o time caiu pela primeira vez, cara. É muito risco, entendeu?”

"A uniformizada foi cobrar e eu fui um dos caras que colocou a cara lá. Então, isso eu posso te falar. A gente vai ter uma conversa amanhã ou depois, e como não vai ter o investimento, eu e o Rogério vamos sair. Para mim já deu, entendeu? Imagina a gente cair? Não vai dar nem para andar nos lugares, tenho vergonha. É meu time"

Muricy tinha desabafado a um amigo. O áudio vazou. Ele não desmentiu. Confirmou o que falou, mas emendou que ele e Ceni continuarão no Morumbi em 2022. Ficou subentendido que se chegarem reforços.

E houve a confirmação ontem à noite, que os dirigentes do São Paulo sondaram a situação de Douglas Costa, jogador midiático, caríssimo, que não ficará no Grêmio.

O meia recebe como salário o mesmo que deveria ter sido pago a Daniel Alves: R$ 1,5 milhão por mês.

Por coincidência, ou não, Muricy e Rogério Ceni ouviram as mesmas promessas dos atuais dirigentes que Raí e Leco fizeram em 2019. A de que investidores estrangeiros querem 'colocar dinheiro' no São Paulo. E contratar grandes jogadores.

Douglas Costa poderia ser o primeiro.

E nas condições sonhadas em 2019.

O início do roteiro é o mesmo.

Rogério Ceni, Muricy e até representantes de Douglas Costa aguardam.

Mas sem a ilusão do vivido Daniel Alves.

Que não estava tão errado, afinal de contas...

Douglas Costa: de ídolo que voltou ao clube a protagonista da queda

Últimas