Cosme Rímoli São Paulo ironiza. Daniel Alves se submete. Ganhará um terço no Barcelona, do que ganhava no Morumbi

São Paulo ironiza. Daniel Alves se submete. Ganhará um terço no Barcelona, do que ganhava no Morumbi

O 'vinho caro' ficou muito mais barato na Espanha. O jogador aceita ganhar um terço do R$ 1,5 milhão que recebia no São Paulo, seu 'clube do coração'...

  • Cosme Rímoli | Do R7

Daniel Alves beija, com amor, o escudo do Barcelona. Receberá um terço que ganhava no São Paulo

Daniel Alves beija, com amor, o escudo do Barcelona. Receberá um terço que ganhava no São Paulo

Reprodução/Instagram

São Paulo, Brasil

"Eu também não trabalho de graça. Quando você compra um grande vinho, você não compra a garrafa, você compra a história.

"A história tem um preço.

"Se você não tem a capacidade de arcar com essa história, dificilmente você vai beber grandes vinhos"

Daniel Alves, em maio, reclamando da falta de pagamento por parte do São Paulo, seu 'clube do coração', que cobrava R$ 1,5 mihão a cada 30 dias, para jogar com a camisa tricolor.

Seis meses depois, ele fechou contrato com o Barcelona. A imprensa espanhola publica que seu salário será o mais baixo de todo elenco no time catalão: 85 mil euros, cerca de R$ 529 mil.

Ou seja, bem perto de um terço que recebia no São Paulo.

A diretoria do São Paulo recebeu com ironia a notícia.

E analisou como submissão do lateral ao clube espanhol.

Como se ele deixasse de ser um 'vinho caro' e se tornasse um 'vinho comum'.

O contrato do lateral de 38 anos ainda é 'de risco'.

Ou seja, termina com o final da temporada 2021/2022, em junho do próximo ano.

Daniel Alves beija o escudo do São Paulo. Amor custava o triplo no Morumbi

Daniel Alves beija o escudo do São Paulo. Amor custava o triplo no Morumbi

São Paulo

Ele só voltou a pedido do novo treinador, Xavi, seu ex-companheiro de time.

E o jogador nem se atreve a dizer que deseja atuar no meio-campo.

Será lateral, posição que não queria jogar no São Paulo, para se poupar e chegar 'inteiro' na Copa do Mundo do Catar.

Ao contrário da imprensa brasileira, que na maioria dos veículos endeusou Daniel Alves, os jornalistas têm muitas dúvidas de o jogador de 38 anos terá força física para suportar o ritmo do futebol europeu.

Ele foi dispensado há cinco anos por estar abaixo do que costumava render.

O São Paulo deve R$ 18 milhões ao jogador.

E pagará R$ 400 mil mensais.

As parcelas somadas ao salário do Barcelona não chegam nem a dois terços que recebia no São Paulo.

Ironias do futebol...

Probabilidade de São Paulo cair é de 15,7%; Grêmio atinge 94,8%

Últimas