Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

São Paulo desbanca o Corinthians e o Palmeiras. Tem maior média de público do Campeonato Paulista

A torcida são-paulina surpreende, com a maior média de público neste início de Paulista. As explicações são duas. Ingressos sem aumento. E sede de título

Cosme Rímoli|Do R7 e Cosme Rímoli

São Paulo desbancou o Palmeiras e o Corinthians. Tem o maior público até agora no Paulista
São Paulo desbancou o Palmeiras e o Corinthians. Tem o maior público até agora no Paulista São Paulo desbancou o Palmeiras e o Corinthians. Tem o maior público até agora no Paulista

São Paulo, Brasil

Vitória do futebol contra a lógica.

Mesmo com Palmeiras, Corinthians e Santos tendo aumentado o preço dos ingressos, de 2022 a 2023, a média de público no Campeonato Paulista deu um salto nestas primeiras cinco rodadas.

Os primeiros 40 jogos tiveram média de público de 11.723 pagantes.

Publicidade

Aumento de 67% em relação à média das primeiras cinco rodadas de 2022, que chegou a 7.249 pagantes.

A renda líquida dos jogos mais do que dobraram.

Publicidade

A média dos clubes chegou a R$ 370 mil por partida.

Em 2022, até a quinta rodada, era de R$ 152 mil. Crescimento de 142%.

Publicidade

Mais de 468 mil pessoas assistiram às partidas, nos estádios, do Campeonato Paulista.

O São Paulo, que não aumentou os ingressos em relação a 2022, é o líder de público. 

E o prêmio veio.

Média de 43.930 pessoas nos três jogos disputados no Morumbi.

O Palmeiras levou, em média, 39.680 torcedores.

O Corinthians, 38.506.

O Campeonato Paulista de 2023 movimentará mais de R$ 400 milhões.

Palmeiras e São Paulo fez a Record TV alcançar a liderança geral de audiência.

O campeonato estadual de São Paulo continua a ser o mais rico do país.

E movimenta mais dinheiro que vários torneios nacionais na América do Sul...

Veja a carreira de Lucas Lima em sete atos, da saída do Santos até a possível volta

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.