Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cosme Rímoli - Blogs
Publicidade

Santos pressiona o juiz, que ele mesmo escolheu, para a final do Paulista. Palmeiras irritado.  Clima tenso para Claus

Santos já havia usado nota oficial para pressionar Edina Alves, contra o São Paulo. Usou a mesma estratégia contra o juiz de amanhã, Raphael Claus. Palmeiras ficou irritada com a postura. Os dois clubes escolheram Claus

Cosme Rímoli|Do R7 e Cosme Rímoli

Raphael Claus. Árbitro Fifa está pressionado para a final de amanhã. Situação inaceitável
Raphael Claus. Árbitro Fifa está pressionado para a final de amanhã. Situação inaceitável Raphael Claus. Árbitro Fifa está pressionado para a final de amanhã. Situação inaceitável (Divulgação/FPF)

São Paulo, Brasil

O comandante da arbitragem na Federação Paulista de Futebol é o argentino Patricio Lousteau.

Ele assumiu no lugar de Ana Paula Oliveira.

Com perfil mais reservado do que a famosa ex-auxiliar, preocupada em lançar jovens árbitros, Lousteau é conservador.

Publicidade

Foi escolhido pelo presidente da Federação Paulista de Futebol, Reinaldo Carneiro Bastos, pela vivência e poder de articulação, evitando confrontos com dirigentes.

Só que Lousteau não impediu que a direção do Santos utilizasse uma velha e cruel maneira de pressionar os árbitros de jogos importantes.

Publicidade

No noite de 12 de fevereiro, o clube publicou uma nota oficial criticando a escolha de Edina Alves como a árbitra do clássico contra o São Paulo.

Alegou que ela tinha cometido 'erros graves' no passado. A própria Federação Paulista tinha admitido que não havia marcado dois pênaltis contra o São Paulo, em 2022, diante do mesmo rival.

Publicidade

A vitória, na quarta-feira, no Morumbi, foi do Santos, por 1 a 0.

Edina colocou na súmula a queixa de Rafinha, lateral do São Paulo.

"Ao término da partida quando a equipe de arbitragem se dirigia ao vestiário o Sr. Marcio Rafael Ferreira de Souza, jogador da equipe do São Paulo, que não estava relacionado para a partida, se dirigiu a mim com as seguintes palavras: Você apita bem, mas hoje você caiu na pressão dos caras e prejudicou a gente", acusou.

Rafinha tem esse costume, quando o São Paulo perde jogos importantes, atacar a arbitragem.

Quando seu time foi goleado pelo Palmeiras, no dia 26 de outubro de 2023, por 5 a 0, escolheu uma maneira peculiar de atingir Raphael Claus.

"Ele é palmeirense, pô. Ele é palmeirense!"

Por outro lado, Edina não foi mais escalada como juíza dos jogos do Santos.

Depois de nota oficial e clássico contra o São Paulo, Edina Alves não mais apitou jogos do Santos
Depois de nota oficial e clássico contra o São Paulo, Edina Alves não mais apitou jogos do Santos Depois de nota oficial e clássico contra o São Paulo, Edina Alves não mais apitou jogos do Santos (Cesar Greco/Palmeiras)

Veio a decisão do Paulista de 2024.

Flávio Rodrigues apitou a primeira decisão, na Vila Belmeiro. 

O Santos venceu o Palmeiras por 1 a 0.

Sem qualquer queixa da arbitragem.

Mas chegou a final, o último jogo, amanhã, no Allianz Parque.

E torcedores santistas inundaram as redes sociais, lembrando a acusação de Rafinha sobre Claus.

A direção do Santos decidiu, de forma nada sutil, divulgar outra nota oficial, na quinta-feira, pressionando o árbitro.

"O Santos está acompanhando a repercussão de multas publicações nas redes sociais de torcedores sobre a arbitragem na segunda partida da final do Campeonato Paulista 2024.

A Comissão de Arbitragem da Federação Paulista de Futebol esclareceu no Conselho

Técnico que a escalação do árbitro Raphael Claus é pelo ranqueamento da entidade, que todos os árbitros se concentrarão para se prepararem adequadamente para atuarem no próximo domingo. O Santos FC cumprimenta por essa iniciativa e respeita a decisão da escala.

"Nesta expectativa de um bom trabalho físico, técnico e emocional dos árbitros nesta semana da grande final, esperamos que Raphael Claus se prepare bem e possa conduzir junto com seus auxiliares um jogo tão importante, sem prejuízo ao espetáculo, que os atletas sejam os verdadeiros protagonistas, que o resultado seja justo e proclamado o legítimo campeão."

A nota causou muita estranheza.

Principalmente porque os presidentes do Santos, Marcelo Teixeira, e do Palmeiras, Leila Pereira, participaram diretamente da escolha dos juízes.

Acataram em conjunto os nomes dos árbitros da final.

Se a direção do Santos agradou seus torcedores, criou um clima tenso para a decisão.

Raphael Claus é o melhor juiz brasileiro.

Já é cotado para apitar sua segunda Copa do Mundo.

Esteve no Catar e deverá trabalhar nos Estados Unidos, em 2026.

Os jogadores já entrarão condicionados amanhã no Allianz Parque.

Os do Santos alertados contra eventuais erros.

Os do Palmeiras preparados para que, na dúvida, opte pelo Santos, diante da pressão.

Situação inaceitável.

O Sindicato dos Árbitro do Estado de São Paulo não se manifestou.

Assim como Tribunal de Justiça Desportiva.

Raphael Claus está absolutamente exposto.

Há muita insatisfação nos bastidores do Palmeiras.

O jogo ganhou uma desconfiança desnecessária.

Não foi apontado nenhum 'erro passado' de Claus, que justificasse essa nota santista.

Apenas o desabafo de um jogador, cujo time havia sido goleado pelo rival.

Rafinha foi a desculpa perfeita para o Santos encurralar o juiz da final.

A decisão do emocionante Paulista de 2024 não merecia esse clima...

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.