Santos imita Flamengo. Está prestes a anunciar septuagenário português

Diretoria busca inspiração em Jorge Jesus. E vai buscar um dos seus mestres. Jesualdo Ferreira, 73 anos. Ele está desempregado e sabe que elenco será humilde

Jesualdo no seu último trabalho, no Qatar. Está desempregado há seis meses

Jesualdo no seu último trabalho, no Qatar. Está desempregado há seis meses

Divulgação/Al Sadd

São Paulo, Brasil

Há nove anos ele não ganha título algum.

Em maio de 2020, completará 74 anos.

Jamais um clube grande brasileiro contratou um estrangeiro tão velho.

Mas ele tem dois atributos que mexeram com a direção santista.

Mais especificamente com o presidente José Carlos Peres.

É português e referência para Jorge Jesus.

E Jesualdo Ferreira tem enorme chance de ser anunciado nas próximas horas como novo técnico santista.

A inspiração flamenguista é assumida.

Jesualdo monta times exatamente como Jesus: buscando o ataque, privilegiando o 4-3-3, móvel, com muita velocidade na frente.

Ele é um nômade. Trabalhou em Portugal, Espanha, Marrocos, Egito, Grécia e Qatar.

Sua melhor fase está distante.

Há dez anos conseguiu o tricampeonato português, 2006-07, 2007-08, 2008-09, com o Porto.

Ele está sem trabalho há seis meses, quando foi dispensado do Al Sadd, do Qatar.

Desta vez, Peres não iludiu o técnico, como fez com o argentino Jorge Sampaoli.

Não prometeu um grande elenco, contratações milionárias.

Nada disso.

Jesualdo sabe que trabalhará com um elenco humilde e que terá de apelar para os garotos da base, durante a temporada, caso a negociação seja mesmo fechada.

O nome dos sonhos de Peres era Juan Carlos Osorio, do Atletico Nacional, da Colômbia. Mas o ex-treinador do São Paulo não quis voltar ao Brasil.

Foi quando empresários ofereceram o português.

Entre os conselheiros do clube não há empolgação.

Pelo contrário.

Jorge Jesus sempre cita Jesualdo como um dos treinadores que o influenciaram

Jorge Jesus sempre cita Jesualdo como um dos treinadores que o influenciaram

Reprodução/Twitter

Há a certeza de que 2020 será um ano difícil.

Ainda mais com a saída de Jorge Sampaoli.

O septuagenário Jesualdo terá de mostrar muita energia.

Já há na Vila Belmiro preocupação com o próximo ano...