Sampaoli negocia com Racing. Abre espaço para Luxemburgo no Santos

O treinador argentino não quer ficar na Vila Belmiro. Recebeu proposta oficial do Racing. E lobistas já querem a volta de Luxemburgo...

Sampaoli recebeu a primeira proposta oficial para 2020. E se animou

Sampaoli recebeu a primeira proposta oficial para 2020. E se animou

Racing

São Paulo, Brasil

O Internacional já tem garantida uma revolução argentina em 2020.

Não é segredo para ninguém em Porto Alegre. A direção conseguiu convencer Eduardo Coudet a trocar o Racing para trabalhar no Beira-Rio, com a promessa de montar um elenco muito competitivo.

A possibilidade maior é a de que Coudet feche um projeto de dois anos de trabalho.

A direção do Racing tinha no técnico seu grande comandante. E teve cerca de três meses para a analisar a escolha do substituto. O assédio do Inter a Coudet começou em setembro.

E o nome escolhido também é argentino.

Jorge Sampaoli.

A clube de Avellaneda está em boa situação financeira e tem condições de montar um time forte. E negociar a multa do Santos de 2 milhões de dólares, R$ 8,3 milhões, que obriga Sampaoli a trabalhar na Vila Belmiro até o final do próximo ano.

Os dirigentes do Racing já sabem que Sampaoli deseja sair. Acompanharam com alegria a entrevista reveladora de ontem de Paulo Autuori, mostrando os inúmeros erros administrativos santistas que sabotaram o trabalho do técnico argentino.

Como o presidente José Carlos Peres forçar o retorno do indisciplinado Cueva ao elenco. 

Além da promessa da falta de dinheiro para o Santos conseguir boas contratações.

O Racing sabe que tem a concorrência de clubes brasileiros, como o Atlético Mineiro e o Cruzeiro.

Mas decidiu agir rápido.

Diego Milito, ex-jogador, e hoje dirigente do Racing acaba de chegar ao Brasil. E já apresentou a Jorge Sampaoli a proposta do clube para que trabalhe em Avellaneda em 2020.

Luxemburgo já teve quatro passagens pelo Santos. Fracassou com Neymar

Luxemburgo já teve quatro passagens pelo Santos. Fracassou com Neymar

Reprodução/Twitter

Sampaoli jamais trabalhou em clubes grandes argentinos, só no Argentino de Rosario e no Alumni.

O treinador se mostra disposto a sair, de qualquer maneira, do Santos.

Por maior que seja a identificação com a cidade, com os torcedores. 

E já garantiu que não será a multa que irá segurá-lo no clube.

O técnico já tem a confirmação que o elenco seguirá sendo modesto em relação a grandes brasileiros, como Flamengo e Palmeiras, principalmente.

E ele quer vencer títulos.

Na Argentina há a notícia que ele se animou com as primeiras conversas com o Racing. É a primeira proposta oficial que tem nas mãos.

Mas seus representantes esperam outras. Da Europa e do Brasil.

Só que o Racing balançou Sampaoli.

O Santos já analisa o mercado nacional.

E há um movimento de amigos de Vanderlei Luxemburgo infiltrados na diretoria. Eles afirmam que, no Vasco, ele se redescobriu treinador de verdade. E querem que ele volte à Vila Belmiro.

Porque ninguém acredita que Sampaoli continuará.

Ainda mais depois do anúncio da saída de Autuori.

Simples assim...

Curta a página do R7 Esportes no Facebook. 

Cristiano Ronaldo se casa em cerimônia secreta no Marrocos