Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cosme Rímoli - Blogs
Publicidade

Reservas do Palmeiras fracassam contra o Bolívar, pela Libertadores. Clima mais tenso para a decisão contra o Água Santa

Depois de um ano e meio, o Palmeiras volta a perder dois jogos seguidos. Abel criticou juiz, Conmebol, altitude. Mas sabia que a derrota por 3 a 1 foi justa. O Bolívar conseguiu se impor

Cosme Rímoli|Do R7 e Cosme Rímoli


O Bolívar não teve dificuldade em vencer os reservas do Palmeiras, de virada, por 3 a 1
O Bolívar não teve dificuldade em vencer os reservas do Palmeiras, de virada, por 3 a 1

São Paulo, Brasil

''Infelizmente a Conmebol só lançou o calendário uma semana antes e tivemos que organizar essa viagem aos três pontapés. É melhor eu ficar calado, não posso dizer tudo aquilo que penso sobre a organização dos eventos. Há coisas que preciso aceitar como todos os outros fazem, sempre foi assim e vamos continuar assim.

"Eu não estava contando com um terceiro adversário. Eu esperava enfrentar o Bolívar e a altitude, mas não contava com um terceiro adversário, uma arbitragem tão ruim.

"O árbitro foi tão rigoroso nos primeiros minutos, todas as faltas que meus jogadores faziam ele marcava. E foi isso que disse ao árbitro assistente. Foi tão rigoroso nos primeiros minutos que estava à espera que ia marcar mais, mas não teve o mesmo critério.

Publicidade

"Se estou na frente do Jailson, que não deu para ver se bateu na mão e mesmo assim deu vermelho, deveria ter feito isso no lance do Mayke. Peço que ele vá ver como está o pé do Mayke. Há vários fatores que justificam, um jogo de muitos acontecimentos aleatórios e houve demérito nosso. O adversário teve seu mérito, não teve nada a ver com o terceiro elemento, uma arbitragem tão ruim."

Abel Ferreira deu várias justificativas, estava tenso. Mas ele sabia que seu plano de jogo, com os reservas, contra o Bolívar, em La Paz, fracassou. 

Publicidade

Derrota por 3 a 1 na estreia da Libertadores da América.

Desde novembro de 2021,o Palmeiras não sofria duas derrotas seguidas.

Se a equipe perdeu para o Água Santa e Bolívar, há um ano e meio, o time caiu diante do Fluminense e do São Paulo.

A derrota de ontem, com os reservas desentrosados e dominados, deixa o ambiente ainda mais pesado para a final de domingo, quando o Palmeiras tem a obrigação de vencer, já que o Água Santa ganhou por 2 a 1.

Mayke não deverá ter condições físicas de atuar domingo. Deixou o campo com o tornozelo inchado. E, assim como Piquerez, não deverá ter condições de jogar a final.

Em compensação, o Água Santa não terá a volta de seu capitão. O time de Diadema entrou com o pedido de efeito suspensivo no Tribunal de Justiça Desportiva, da suspensão de quatro partidas do zagueiro. Conseguiu. Mas apenas de dois jogos. E como ele cumpriu apenas um, no domingo não poderá disputar a partida decisiva do Paulista.

Palmeiras tem folha salarial 22 vezes maior que do Água Santa; entenda as duas realidades

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.