Cosme Rímoli Ramírez preso ou multado. Se ficar provado racismo contra Gerson

Ramírez preso ou multado. Se ficar provado racismo contra Gerson

Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância convocou Gerson, Ramírez, Mano Menezes e juiz Flávio Rodrigues para depor. STJD? Em férias...

  • Cosme Rímoli | Do R7

Este é o momento no qual Gerson garante que Ramírez o tratou com racismo

Este é o momento no qual Gerson garante que Ramírez o tratou com racismo

Reprodução/Premiere

São Paulo, Brasil

Virou caso de polícia.

A acusação de Gerson, de que o meia do Bahia, Juan Pablo Ramírez, o tratou com racismo será investigada na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância, do Rio de Janeiro.

A delegada titular Marcia Noeli convocou Gerson, Ramírez, Mano Menezes e o árbitro Flavio Rodrigues de Souza.

Ela quer ter a certeza se o jogador colombiano do Bahia falou a Gerson, "Cala a boca, negro".

E se Mano Menezes, técnico que foi demitido ontem do Bahia, protegeu Ramírez, desqualificando, de propósito, o jogador do Flamengo, deixando claro que ele usou o ato de racismo ontem no Maracanã, como 'malandragem'.

Apesar de ter colocado na súmula que não ouviu Ramírez falando nada para Gerson, o árbitro Flávio Rodrigues terá de confirmar sua versão colocada na súmula. E testemunhar se, duranto o jogo, houve algo que caracterize injúria racial.

"Instaurei inquérito e combinei com o departamento jurídico do Flamengo para que o Gerson viesse aqui para que pudesse relatar tudo o que aconteceu.

"Pedi para CBF os documentos referentes ao jogo (súmula). Injúria racial é crime e tem que ser punido.

"É importante as pessoas entenderem que não pode haver mais racismo", disse Marcia.

Ramírez e Gerson duelaram durante todo o jogo. Colombiano afastado e calado

Ramírez e Gerson duelaram durante todo o jogo. Colombiano afastado e calado

Alexandre Vidal/Flamengo

Não custa detalhar o que diz a lei no Brasil.

Código Penal - Decreto-Lei nº  2.848, de 7 de dezembro de 1940

  Injúria

        Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro:

        Pena - detenção, de um a seis meses, ou multa.

        § 1º - O juiz pode deixar de aplicar a pena:

        I - quando o ofendido, de forma reprovável, provocou diretamente a injúria;

        II - no caso de retorsão imediata, que consista em outra injúria.

Gerson já vai depor amanhã.

Enquanto isso, a Procuradoria do STJD busca provas 'consistentes' para acusar Ramírez e Mano Menezes. Por enquanto, só analisará a súmula do juiz, onde ele cita, mas destaca que não foi testemunha do 'cala a boca, negro'.

Mas como o STJD entra em recesso amanhã, o caso só será aprofundado em 2021. O que é vergonhoso para a justiça desportiva deste país.

Enquanto isso, Flamengo e Bahia acionaram a Globo, responsável pela transmissão do jogo. Querem analisar as imagens de toda a partida entre Flamengo e Bahia, ontem no Maracanã.

Mano desprezou a acusação de racismo de Gerson. Chamou de 'malandragem'

Mano desprezou a acusação de racismo de Gerson. Chamou de 'malandragem'

ALEXANDRE DURÃO/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDO - 20.12.2020

O time carioca para provar que houve a injúria.

E o baiano para provar que não houve.

O jogador colombiano foi afastado, até que o caso seja resolvido. O meia de 22 anos está emprestado até o final de 2021 pelo Atlético Nacional.

Ramírez, que não deu entrevista após toda a confusão, garantiu à direção do Bahia que não foi racista com Gerson.

A polícia do Rio de Janeiro vai tirar essa história a limpo.

Amanhã começam os depoimentos.

As buscas de provas começaram hoje.

Também com a requisão das imagens do jogo.

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva, no entanto, estará de férias.

Deixa de investigar um caso que mobiliza o país.

Esse é o futebol brasileiro...

Com a saída de Mano, Brasileirão 2020 já teve 22 trocas de técnico

Últimas