Cosme Rímoli R$ 1,2 milhão por mês. Por Rafinha e Isla. Flamengo dividido

R$ 1,2 milhão por mês. Por Rafinha e Isla. Flamengo dividido

A direção do clube rachada por conta da volta ou não de Rafinha. Se vale pagar R$ 1,2 milhão por mês por dois laterais veteranos. Torcida pressiona

  • Cosme Rímoli | Do R7

Marcos Braz e Rafinha. O vice de futebol está empenhado na volta do veterano lateral

Marcos Braz e Rafinha. O vice de futebol está empenhado na volta do veterano lateral

Alexandre Vidal/Flamengo

São Paulo, Brasil

"Nação quer Rafinha.

"Fora BAP."

Os muros da Gávea amanheceram pichados.

Estas duas frases resumem uma situação muito complicada.

A discutida volta de Rafinha ao Flamengo.

O jogador que fará 37 anos em setembro se tornou um ídolo.

Líder do time excepcional montado por Jorge Jesus, em 2019.

Conseguiu se impor na histórica trajetória sob o comando do português.

Foram cinco títulos em 46 partidas pelo clube carioca.

Mas com a ida de Jesus para o Benfica, tudo mudou.

Rafinha deu seu aval a Domènec Torrent, auxiliar de Guardiola.

Havia trabalhado com os dois no Bayern.

Muros da Gávea pichados. Torcida pressiona por Rafinha. São 37 dias de impasse

Muros da Gávea pichados. Torcida pressiona por Rafinha. São 37 dias de impasse

Reprodução/Twitter

Só que, mal o espanhol chegou à Gavea, Rafinha foi embora.

Não resistiu à uma proposta do Olimpiakos, da Grécia.

Assinou contrato por dois anos.

Estava empolgado, disputaria a Champions League.

Voltaria para a Europa.

A saída provocou mal estar na Gávea.

Houve dirigentes magoados com Rafinha.

Mas sua passagem pela Grécia foi um fracasso.

Disputou 22 partidas, não marcou gol algum.

Seu time foi eliminado na primeira fase.

E o que deveria ser dois anos, se transformou em cinco meses.

Só que, neste meio tempo, o Flamengo contratou o lateral direito Isla.

O jogador que se consagrou pela Seleção Chilena assinou contrato por um ano e meio.

Até o final de 2022.

Seus salários: R$ 550 mil mensais.

Mais bônus por conquistas.

Acontece que, livre no mercado, Rafinha decidiu voltar ao Brasil.

Ele ainda conta com a admiração do vice de futebol do Flamengo.

Marcos Braz o quer de volta.

Acredita que sua liderança seria fundamental à equipe.

Só que a postura de Braz dividiu a diretoria.

Principalmente o vice Luiz Eduardo Baptista.

Ele não aceita o clube pagando R$ 550 mil a Isla.

E mais R$ 650 mil a Rafinha.

Esta foi aproposta de Braz, que já foi até aceita pelo veterano jogador.

Ou seja, seriam R$ 1,2 milhão para uma posição, a lateral direita.

E atletas veteranos.

O Flamengo deixou de faturar R$ 110 milhões pela proibição de público, por conta da pandemia da Covid-19.

Rogério Ceni lava as mãos.

Não pediu o atleta.

Se Rafinha for contratado, ótimo.

Mas não criará caso se ele não voltar.

Jogadores querem seu retorno.

Principalmente os líderes que restaram.

Diego Alves, Diego e Filipe Luís.

São 37 dias de impasse.

Nas redes sociais, torcedores querem o retorno.

BAP é visto como o 'vilão' da história.

O homem que está travando a volta de Rafinha.

Atlético Mineiro e Coritiba sondaram o lateral.

Mas ele quer a Gávea.

A situação está incomodando o ambiente.

Marcos Braz quer a definição.

O presidente Rodolfo Landim dará a última palavra.

Rafinha segue no Rio, só esperando o telefonema...

Ex-NBA personagem de 'Space Jam' fica paraplégico após ser atropelado

Últimas