Cosme Rímoli Presidente que contratou Bruno afirma. "Robinho, eu não contrato"

Presidente que contratou Bruno afirma. "Robinho, eu não contrato"

Neto Alencar foi direto. "O Bruno já pagou sua dívida com a sociedade. Robinho ainda não. Está sendo investigado. Aqui, não. Eu não contrato"

  • Cosme Rímoli | Do R7

Robinho pode jogar no Santos. Mas no Rio Branco do Acre, não

Robinho pode jogar no Santos. Mas no Rio Branco do Acre, não

Reprodução/Twitter

São Paulo, Brasil

Neto Alencar enfrentou a opinião pública do Brasil.

O presidente do Rio Branco, do Acre, contratou o goleiro Bruno.

Condenado a 22 anos e três meses pelo sequestro, assassinato e ocultação do cadáver da modelo Eliza Samudio, em 2010 o jogador está em regime semi aberto. 

Tentou atuar em vários clubes, mas a pressão da opinião pública obrigou patrocinadores a pressionar os dirigentes e várias equipes desistiram do atleta.

Apenas Neto Alencar enfrentou a todos e o transformou em goleiro titular do Rio Branco, mesmo ficando sem seu único patrocinador, protestos no país todo. Nota de repúdio do Ministério Público.

Mas o dirigente foi firme.

Manteve Bruno.

Bruno está jogando no Rio Branco. Dirigente enfrentou opinião pública

Bruno está jogando no Rio Branco. Dirigente enfrentou opinião pública

Reprodução / Instagram

O blog quis saber se ele contrataria Robinho, condenado na Itália a nove anos de cadeia, em primeira instância, pelo estupro de uma mulher albanesa. Ele e cinco outros brasileiros. Ela estava embriagada.

"Robinho? Não. Aqui, não. Não contrataria para o Rio Branco."

Mas como, presidente? O senhor contratou Bruno.

Sim,mas o Bruno é diferente. Já pagou sua dívida no regime fechado. Está pagando ainda (no semi aberto). Ele não tem mais dívida com a sociedade. O Robinho, não.

Como assim?

O Robinho ainda está sendo investigado. Pode ser culpado e ainda não pagou por nada. Assim, eu não contrato. O Robinho comigo não jogaria no Rio Branco. Primeiro tem de se acertar com a justiça. O Bruno se acertou...

Goleiro Bruno tenta bater pênalti, mas é impedido por companheiro

Últimas