Cosme Rímoli Prefeito do Rio ameaça: se pandemia aumentar, proibirá jogos da Copa América

Prefeito do Rio ameaça: se pandemia aumentar, proibirá jogos da Copa América

Eduardo Paes critica a Copa América no Brasil. E deixa claro. A qualquer momento, se a pandemia piorar, ele proibirá jogos no Rio. Há oito partidas programadas. Até a final no Maracanã

  • Cosme Rímoli | Do R7

Eduardo Paes prometeu. Se a situação da Covid piorar no Rio, ele proíbe jogos na capital carioca

Eduardo Paes prometeu. Se a situação da Covid piorar no Rio, ele proíbe jogos na capital carioca

Divulgação/Prefeitura Rio

São Paulo, Brasil

"Eu não vejo vantagem nenhuma em realizar jogos da Copa América. A prefeitura do Rio não tem nada a ver com a decisão de realizar jogos da Copa América no Brasil. Aliás, não houve até agora qualquer consulta formal à secretaria.

"O que eu imagino é que eles estejam se guiando por um decreto em vigor na cidade, que permite a prática de partidas de futebol sem torcida, como tivemos agora aí dois Fla-flus sem torcida.

"Então, o que está em vigor hoje e até 14 de junho é isso. Eu não sei nem quando é o jogo aqui no Rio da Copa América, mas se a situação por acaso se agravar e o decreto mudar, acabou."

Como se não bastasse os jogadores da Seleção e o próprio Tite não quererem disputar a Copa América no Brasil, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, acaba de prometer.

Basta a pandemia piorar e não permitirá jogos no Rio.

Nada menos do que oito jogos estão marcados para a capital carioca.

Cinco na primeira fase. Dois da Seleção Brasileira, inclusive. Um nas quartas e outro na semifinal. Todos no estádio Nilton Santos. E o Maracanã ficará reservado para a final.

"Nós não pedimos Copa América, se perguntar minha opinião, acho um pouco inoportuno nesse momento um grande campeonato desse, mas também não vou fazer uma coisa só contra a Copa América, porque está tendo jogos de Campeonato Estadual, Libertadores, Brasileirão, sem torcida, e o que vai valer é a regra da prefeitura", avisou Paes.

O Superior Tribunal de Justiça decretou que, por conta da pandemia, os prefeitos e governadores podem impor lockdowns em suas cidades. Ou seja, fechar o comércio, proibir jogos. Sem se submeter ao governo federal...

Deyverson está de volta ao Brasil, com direito a casamento e festa

Últimas