Cosme Rímoli Pedidos de perdão e R$ 7 milhões em multa. Corinthians perto de perdoar Danilo Avelar por injúria racial

Pedidos de perdão e R$ 7 milhões em multa. Corinthians perto de perdoar Danilo Avelar por injúria racial

Mais de três meses depois de anunciar que rescindiria o contrato de Danilo Avelar por racismo, clube segue com o jogador. Ele está no estágio final de recuperação de operação. Clube deixou decisão para janeiro de 2022

  • Cosme Rímoli | Do R7

Danilo Avelar posa com integrantes da Central Única das Favelas. Pediu perdão

Danilo Avelar posa com integrantes da Central Única das Favelas. Pediu perdão

Reprodução/Instagram

São Paulo, Brasil

"Fih (filho) de uma rapariga preta."

Frase racista de um jogador de futebol. Em uma partida on line.

Ele merece ou não o perdão de o clube mais popular de São Paulo? 

O Corinthians está propenso a voltar atrás na decisão de rescindir contrato com Danilo Avelar, que ofendeu um jogador em uma partida on line.

O jogador de 32 anos se penitenciou. Pediu desculpas a todo elenco corintiano. Repetiu que nunca foi racista. Pediu desculpas aos dirigentes.

Pediu desculpas e auxílio à direção da Cufa, Centra Única das Favelas, organização não governamental fundada por jovens negros que luta pela integração e contra o racismo. Esteve na favela de Heliópolis, fez cursos para entender o racismo.

Pediu desculpas públicas ao clube.

O presidente do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, anunciou no dia 23 de junho que o contrato do jogador seria rescindido. Ele foi muito pressionado por chefes das torcidas organizadas, que têm muita influência nas decisões do clube. Principalmente a Gaviões da Fiel.

Duilio também é filho do ex-diretor de futebol do Corinthians, Adilson Monteiro Alves, sociólogo que sempre pregou contra o racismo.

Só que depois de mais de três meses, o contrato de Danilo Avelar continua valendo no Corinthians. Inclusive recebendo salário, garantem conselheiros ligados a Duilio.

O que aconteceu?

Quando Danilo Avelar cometeu o ato racista, ele estava se recuperando de uma operação delicada nos ligamentos cruzados do joelho direito. E um jogador se recuperando de cirurgia não pode ter o contrato rescindido unilateralmente pelo clube.

A ofensa feita por Danilo Avelar no jogo on line. Adversários sabiam que era o jogador do Corinthians

A ofensa feita por Danilo Avelar no jogo on line. Adversários sabiam que era o jogador do Corinthians

Reprodução/Twitter

O empresário de Danilo Avelar é Fernando Garcia, muito influente no Parque São Jorge. E ele foi claro com os dirigentes, se houvesse a rescisão, o clube teria de cumprir a lei. E pagar mais de R$ 7 milhões em multa, prevista no contrato.

O ex-presidente e atual diretor de futebol, Roberto de Andrade, decidiu conversar com Duilio e convencê-lo a seguir com o jogador. Pelo menos até início de 2022.

E só então tomar uma decisão.

Seu contrato vai até dezembro do próximo ano.

Ele não foi inscrito no Brasileiro.

O jogador está no estágio final de sua recuperação.

Ele é muito querido pelos companheiros, que o perdoaram.

Assim também como os dirigentes.

Até mesmo os chefes das torcidas organizadas não estão mais radicais, depois de inúmeros pedidos de desculpas.

Tecnicamente, o jogador nunca foi afastado pelo Corinthians.

A pressão se reverteu.

Duilio está dividido se permite a reintegração ao time.

Ou no início do ano negociá-lo, emprestá-lo.

Danilo Avelar segue jurando arrependimento...

2021 é tudo nosso: relembre finais internacionais entre times do Brasil

Últimas