Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cosme Rímoli - Blogs
Publicidade

Para tentar não manchar carreira de Neymar, Daniel Alves devolve dinheiro que o jogador emprestou para reduzir pena

Em liberdade provisória, até que os recursos de sua condenação de quatro anos e meio de prisão, por estupro, Daniel Alves conseguiu pagar os R$ 816 mil que Neymar havia emprestado. Na Espanha o ex-lateral da Seleção tem outros amigos e bancos que podem ter dado o dinheiro para pagar Neymar

Cosme Rímoli|Cosme RímoliOpens in new window

Pai de Neymar Surpreende e vai cobrir fiança milionária de Daniel Alves, diz jornal
Neymar e Daniel Alves sempre foram amigos íntimos. Empréstimo não surpreendeu ninguém Neymar e Daniel Alves sempre foram amigos íntimos. Empréstimo não surpreendeu ninguém

Daniel Alves tem motivos para comemorar.

Primeiro, fez uma festa que virou a madrugada ao sair da prisão, depois de 14 meses.

A farra teve como desculpa o aniversário de seu pai, Domingos.

Amigos, que não quiseram ser reconhecidos, entraram encapuzados.

Publicidade

Condenado a quatro anos e meio, por estupro de uma mulher de 23 anos, no dia 30 de dezembro de 2022, ele aguarda em total liberdade, na Espanha, o julgamento dos recursos. Tanto da sua defesa, que alega inocência e também de advogados da vítima, que querem uma pena de nove anos.

O ex-jogador de 40 anos sabe muito bem o quanto manchou a imagem de Neymar o empréstimo de 150 mil euros, cerca de R$ 816 mil, para sua a diminuição de sua pena. O dinheiro serviria como compensação à vítima do estupro.

Publicidade

O pai de Neymar tratou de fazer o desejo do filho e depositou o dinheiro para o ex-lateral da Seleção.

A amizade dos dois atletas é enorme e se aprofundou quando o atacante chegou no Barcelona. Foi Daniel Alves quem tratou de cuidar dos seus passos no clube catalão.

Publicidade

O empréstimo foi uma retribuição.

A primeira atitude que Daniel Alves quis fazer, ao sair da cadeia em Barcelona, foi conseguir os 150 mil euros e devolver a Neymar.

Até hoje, ninguém sabia dessa devolução, que teria acontecido na semana passada.

Mas a advogada do ex-jogador de Tite, Inés Guardiola, garantiu hoje à imprensa que o dinheiro foi devolvido.

Não houve comprovação, já que nem Neymar ou seu pai confirmaram a história, mas a mídia internacional acreditou na palavra da advogada.

Mas enquanto havia o barulho despertado pelo nome do jogador mais midiático brasileiro, Daniel Alves saboreava uma grande vitória.

A Justiça da Catalunha recusou hoje recurso impetrado por advogados da vítima para que ele voltasse à cadeia.

A alegação era que Daniel Alves usaria os recursos financeiros que tem acesso para fugir.

Preferencialmente ao Brasil, onde não existe extradição de brasileiros natos.

Só que a justiça considerou que retendo os dois passaportes que o atleta possui, um brasileiro e outro espanhol, já que é naturalizado, a situação está sob controle.

A previsão dos julgamentos dos recursos envolvendo Daniel Alves é de cerca de um ano, de acordo com jornalistas espanhóis.

Ou seja, até o final de 2024, ele poderá seguir tranquilo, fazendo festas, farras à vontade.

Ele só está em liberdade porque a justiça aceitou um milhão de euros, cerca de R$ 5,5 milhões, em fiança.

Ou seja, pagou, está solto.

Mesmo depois do julgamento, que contou com 23 testemunhos, e da condenação por estupro.

Na Espanha é assim...





Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.