Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Palmeiras só tem dois 'intocáveis': Gustavo Gómez e Raphael Veiga. Abel não autoriza venda em 2023. Por títulos, Leila concorda

O zagueiro paraguaio e o meia da Seleção são jogadores considerados imprescindíveis, por Abel, se o Palmeiras quiser vencer a Libertadores, o Brasileiro ou a Copa do Brasil. Leila aceitou o pedido do técnico

Cosme Rímoli|Do R7 e Cosme Rímoli

Gustavo Gómez e Raphael Veiga. Os únicos 'intocáveis' no Palmeiras em 2023. Por pedido de Abel
Gustavo Gómez e Raphael Veiga. Os únicos 'intocáveis' no Palmeiras em 2023. Por pedido de Abel Gustavo Gómez e Raphael Veiga. Os únicos 'intocáveis' no Palmeiras em 2023. Por pedido de Abel

São Paulo, Brasil

Era óbvio que o elenco do Palmeiras seria cobiçado por clubes estrangeiros.

E sondagens não param de acontecer, e nem devem parar, até o final da janela do meio do ano, quando as equipes se reestruturam.

Leila Pereira prometeu, desde que assumiu, agir como defensora do patrimônio do clube. E tratar o Palmeiras como se fosse uma empresa.

Continua após a publicidade

Lucro é algo importante para a dirigente.

Ela sabe muito bem que os jogadores estão muito valorizados entre os empresários.

Continua após a publicidade

Abel Ferreira também.

E ele se antecipou aos empresários que representam clubes europeus.

Continua após a publicidade

. Compartilhe esta notícia pelo whatsapp

. Compartilhe esta notícia pelo telegram

Entre as várias conversas que costuma manter com Leila Pereira e o gerente Anderson Barros que o ideal seria o Palmeiras não vender nenhum titular, até o final do ano, se o clube quer mesmo brigar pela Libertadores, Brasileiro e Copa do Brasil.

Mas se não houver jeito, as propostas forem fabulosas, dois ele não gostaria de ver negociados, de maneira alguma.

Gustavo Gómez e Raphael Veiga.

Para o treinador português, essas peças são insubstituíveis por tudo o que representam.

Não, em 2023.

O clube pode fazer um planejamento para reposição no próximo ano.

Nesta temporada, não.

Para ajudar, Gustavo Gómez, 30 anos, tem péssima lembrança do Milan.

Ele passou três temporadas no futebol italiano como mero reserva. Foi o primeiro paraguaio na história do time milanês, só ficou frustrado com a passagem na Europa.

Já Raphael Veiga, não. 

Ele nunca atuou no Exterior.

E ficou tentado a repetir o que Gustavo Scarpa colocou como meta: conhecer o futebol europeu, mesmo em uma equipe menor.

Veiga completará 28 anos daqui 14 dias.

Assim como Gómez, ele sabe que Abel Ferreira conta com ele até, pelo menos, o final de 2023.

E não criará caso, forçará sua saída do Palmeiras.

Ainda mais agora, que está sendo convocado para a Seleção Brasileira.

É um ótimo argumento que o clube tem para segurá-lo até a temporada terminar no país.

Abel quer a continuidade dos seus principais titulares, óbvio.

Mas não é impossível a saída de Dudu, Rony, Zé Rafael, Gabriel Menino ou Piquerez. Desde que cheguem propostas volumosas, eles não são intocáveis.

Por sorte, Weverton, que fará 36 anos em dezembro, não tem mercado em grandes clubes europeus. Por conta da idade.

A certeza que Gustavo Gómez e Raphael Veiga ficam até o fim da Libertadores, do Brasileiro e da Copa do Brasil é um grande estímulo para Abel Ferreira nem pensar nas sondagens de clubes pequenos europeus, que está recebendo.

Leila Pereira quer mais títulos em 2023.

A Supercopa do Brasil e o Paulista foi só o começo.

Daí ela dar a garantia que os dois principais jogadores do Palmeiras não sairão.

Pelo menos este ano...

Mesmo sem trabalhar, treinadores recebem 'salários' milionários de clubes brasileiros; entenda

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.