Cosme Rímoli Palmeiras conseguiu se livrar de Lucas Lima. Foi para o Fortaleza

Palmeiras conseguiu se livrar de Lucas Lima. Foi para o Fortaleza

O meia, uma das maiores decepções na história recente do Palmeiras, foi jogar no time cearense.  Com o Palmeiras pagando 80% de seu salário. Mesmo assim, há alívio no Palestra Itália

  • Cosme Rímoli | Do R7

Lucas Lima prometeu mudanças em 2021. Cumpriu. Harmonização facial e Fortaleza

Lucas Lima prometeu mudanças em 2021. Cumpriu. Harmonização facial e Fortaleza

Reprodução/Instagram

São Paulo, Brasil

Tirar Lucas Lima da zona do conforto.

Fazer com que passe cinco meses no Fortaleza.

Pelo menos.

Porque se ele for pelo menos razoável, o time cearense pode prorrogar o empréstimo. Desde que pagando mais do que os 20% do salário, que foi acertado desta vez.

O meia de 31 anos acaba de ser emprestado até o final de 2021 para o clube cearense.

A diretoria palmeirense está muito mais feliz do que o jogador e a direção do Fortaleza. Finalmente, depois de dois anos conseguiu negociar o atleta.

Lucas Lima.

Uma das maiores decepções de sua história recente.

O jogador foi desejado, sonhado, mimado e usou o pai de Neymar como empresário. Para ser contratado pelo Palmeiras em 2019. Chegou com status de que seria o meia que assumiria a camisa 10, um articulador canhoto, vibrante, inteligente, talentoso.

Havia a convicção que ele chegara do Santos para usar o Palestra Itália como trampolim para um gigante europeu.

A perspectiva, na época, era o Barcelona.

Seu contrato é fabuloso para a realidade brasileira.

Assinou por R$ 1 milhão entre janeiro de 2018 até dezembro de 2022.

Só que ele jamais conseguiu o nível de atuação que se esperava. Muito pelo contrário. Em vez de se firmar, se transformar no líder técnico palmeirense, se contentou em atuar como um carimbador de bola. Atleta que volta na intermediária palmeirense para tocar a bola para o volante. 

Sumiram as infiltrações, as tabelas, os lançamentos, os dribles.

Se acomodou de maneira assustadora.

Roger, Felipão, Mano Menezes, Vanderlei Luxemburgo e Abel Ferreira sofreram a 'síndrome Lucas Lima'. Se empolgaram nos primeiros treinamentos para depois lastimarem decepções atrás de decepções nos jogos. Até que acabaram esquecendo o jogador no banco de reservas.

Ele só ganhou as manchetes quando foi flagrado em restaurante dançante sem máscara por torcedores, em junho. Foi ameaçado, xingado por colocar em risco de contaminação por Covid o elenco palmeirense. 

Lucas Lima reserva do reserva. Triste passagem do jogador pelo Palmeiras. Custo altíssimo

Lucas Lima reserva do reserva. Triste passagem do jogador pelo Palmeiras. Custo altíssimo

Cesar Greco/Palmeiras

A diretoria já estava cansada de Lucas Lima, o afastou. Mas depois aceitou seu retorno ao elenco.

Empresários o ofereceram ao mercado europeu, asiático, norte-americano. Só que qualquer consulta superficial desaconselhava a contratação. Caríssima, a começar pelo salário.

A diretoria ficou assanhada quando o Santos quis saber da possibilidade de empréstimo. O Palmeiras aceitou. Só que a pressão das organizadas santistas pesou e o presidente Andrés Rueda voltou atrás. Lucas Lima é mal visto na Vila Belmiro por ter 'abandonado' o Santos ao final de seu contrato, em 2017.

Foi aí que surgiu o Fortaleza.

O clube fez uma sondagem, mesmo sabendo que o atleta já havia jogado a Copa do Brasil. Mas o treinador argentino Juan Pablo Vojvoda soube das qualidades do meia e também não quis conter o entusiasmo do presidente Marcelo Paz, fã do meia.

E o time cearense conseguiu o atleta pagando parte dos salários do atleta.

O site do jornal O Povo, de Fortaleza, informa que será 20% de R$ 1 milhão. R$ 200 mil. Os R$ 800 mil restantes ficam para o Palmeiras.

Em 2021, Lucas Lima entrou em campo apenas oito vezes. Marcou dois gols.

O meia que prometia uma grande mudança para este ano, a única que conseguiu foi a harmonização facial.

Ele não foi no Palmeiras nem sombra do jogador que ameaçava ser.

Ainda assim, o Fortaleza o receberá em festa.

A mesma que os dirigentes palmeirenses e Lucas Lima apostavam em 2018.

E que seria em Barcelona, Milão, Liverpool, Madrid, Munique...

Gremistas na lista: boleiros desrespeitam protocolos em festas

Últimas