Cosme Rímoli Palmeiras coloca freio na empolgação por Endrick. Abel Ferreira planeja usá-lo só em 2023

Palmeiras coloca freio na empolgação por Endrick. Abel Ferreira planeja usá-lo só em 2023

Palmeiras trata Endrick, 15 anos, como o maior talento que surgiu nas categorias de base. E planeja tudo, nos mínimos detalhes. Abel é o responsável pela transição para o futebol profissional. E quer prepará-lo até 2023

  • Cosme Rímoli | Do R7

Endrick se tornou o grande destaque da seleção brasileira sub-17. Gigantes europeus se acercam

Endrick se tornou o grande destaque da seleção brasileira sub-17. Gigantes europeus se acercam

Reprodução/Twitter Endrick

São Paulo, Brasil

"É inexplicável o que está acontecendo na minha vida. Como eu sempre falo, em todas as entrevistas, o importante é ficar com a minha cabeça no lugar, humildade cada vez mais, não me exaltar com nada. Entender que os prêmios são consequências de um trabalho construído pelo grupo."

(Endrick, 15 anos, depois de ser escolhido o melhor jogador do torneio de Montaigu, sub-17, que o Brasil não conquistava há exatos 37 anos, há dois dias.)

"Acho que vai ser muito importante para minha carreira. É um grande passo. Ser melhor jogador da Copa do Mundo não é para qualquer um."

(Gabriel Veron, aos 17 anos, após ser escolhido como o melhor jogador da Copa do Mundo sub-17, em novembro de 2019.)

A diretoria do Palmeiras acredita ter aprendido com tudo o que aconteceu de errado com sua maior esperança na Copa do Mundo sub-17.

O site especializado em negociações de atletas no mundo todo, transfermarkt, é cruel em relação a Gabriel Veron. Ele vale menos da metade do que em 2019.

Campeão e melhor jogador da Copa do Mundo sub-17. Veron vale menos da metade do que em 2019

Campeão e melhor jogador da Copa do Mundo sub-17. Veron vale menos da metade do que em 2019

CBF

Assim que terminou a Copa do Mundo, Veron era avaliado em nada menos do que 22,5 milhões de euros, cerca de R$ 113 milhões. O Palmeiras sofreu assédio de clubes europeus, mas nem pensou em negociá-lo. Exigia valor maior que a metade da multa contratual, 60 milhões de euros, cerca de R$ 301 milhões. Manchester City, Manchester United e Chelsea eram apontados como os principais interessados em 2019.

Depois de um ano e cinco meses, Veron é avaliado pelo transfermarkt em 12 milhões de euros, cerca de R$ 60 milhões. Se surgir algum clube decidido a pagar perto desse valor, a direção do Palmeiras venderá Veron imediatamente.

A decisão em relação à carreira de Endrick é seguir o caminho oposto ao do melhor jogador da Copa do Mundo de 2019, hoje reserva absoluto no Palestra Itália.

A primeira situação já foi resolvida diretamente entre a presidente Leila Pereira e o pai do jogador, Douglas Ramos. Apesar do assédio de gigantes europeus como Real Madrid, Liverpool e Manchester City, o menino de 15 anos assinará mesmo seu primeiro contrato profissional com o Palmeiras no dia 21 de julho, quando completará 16 anos. 

Estafe de Endrick já está convencido. O melhor é esperar até 2023 para jogar no Palmeiras profissional

Estafe de Endrick já está convencido. O melhor é esperar até 2023 para jogar no Palmeiras profissional

Palmeiras

A princípio, o contrato será de quatro anos. Com a possibilidade de uma avaliação a sério sobre venda quando ele completar 18 anos. Situação que Vinícius Júnior viveu no Flamengo. 

O valor mais comentado no Palestra Itália é de 100 milhões de euros, cerca de R$ 502 milhões.

Real Madrid aparece hoje como favorito para ter o atleta, na disputa com Liverpool e City. Mas ainda nada está fechado.

A segunda situação é conter o entusiasmo da imprensa, da torcida, do próprio jogador. Não lançá-lo imediatamente no time principal. Prepará-lo com treinamentos com os profissionais, mas ter absoluta calma. 

O planejamento todo é de Abel Ferreira. O treinador português quer colocá-lo no time para não tirá-lo mais. Ou seja, a chance é real de que Endrick só entre em campo em 2023 pela equipe principal do Palmeiras.

Mano Menezes fez o caminho inverso com Veron. E o colocou para jogar no mesmo mês em que foi campeão e o melhor da Copa do Mundo sub-17. Logo a expectativa foi se frustrando. O jogador não conseguiu render como fazia nas categorias de base. 

Faltou força física, entendimento do jogo coletivo, preparação psicológica para suportar tanta expectativa. 

O resultado é evidente. Em 79 jogos, só marcou 12 vezes. E deu dez assistências. Reserva, Veron atuou muitas vezes em partidas em que os titulares precisavam de descanso, diante de adversários mais fracos.

Endrick, apesar do excepcional futebol, segue sendo um menino de 15 anos. Essa é a avaliação de Abel

Endrick, apesar do excepcional futebol, segue sendo um menino de 15 anos. Essa é a avaliação de Abel

Reprodução/Instagram

Números baixíssimos para um jogador avaliado em R$ 301 milhões.

O estafe de Endrick, trabalhando em conjunto com o Palmeiras, já providenciou nutricionista particular, fisiologista, preparador físico, nutrólogo e médico do esporte.

E para não sentir a pressão de ser um excepcional jogador ao se profissionalizar, já tem até um coach, um mentor psicológico. 

O garoto de 15 anos também será protegido da imprensa. Não haverá maratonas de entrevistas antes e logo depois de profissionalizado. A princípio, ele falará, de forma protocolar, para as redes sociais do Palmeiras e CBF. 

Nesse processo todo facilita muito o fato de Abel Ferreira ficar no Palmeiras até o final de mandato de Leila Pereira.

Seu início de carreira foi como treinador dos juniores do Sporting. Terminou como campeão português da categoria. 

Abel foi o responsável por não levar Endrick para jogar o Mundial de Clubes. Apesar de não ser profissional, o atacante poderia atuar. O treinador já teve conversas com o garoto desde que "explodiu" no ano passado, e foi reverenciado ao ser a estrela na conquista inédita da Copa São Paulo pelo Palmeiras neste ano. Ele avaliou que ele é ainda "muito menino", como é normal.

Por isso recomendou que o garoto fosse à Disney, na época do Mundial.

O estafe de Endrick sabe e concorda com os planos de Abel Ferreira. E projeta os primeiros passos no futebol profissional em 2023.

Mas trata de agir fora do campo. E contratou uma agência especializada na busca de patrocínios individuais. A Wolff Sports. De acordo com pessoas ligadas ao jogador há várias propostas de empresas de materiais esportivos muito poderosas. E, em breve, ele deverá firmar com uma delas.

E a gestão de sua carreira é da TMJ, agência que trabalha com Vinícius Júnior, do Real Madrid, Gabriel Martinelli, do Arsenal, entre outros.

A ansiedade de grande parte da imprensa, de conselheiros, de dirigentes e torcedores está administrada no Palmeiras e nas pessoas que cuidam da carreira de Endrick.

Pelos exemplos do passado, principalmente Veron, os planos para o garoto de 15 anos são bem metódicos e firmes.

O planejamento é: assinatura de contrato profissional em julho, ao completar 16 anos.

Foco nos treinamentos e ambientação com os profissionais.

E, aos poucos, lançarem o jogador em 2023.

Aos poucos.

Para não queimar etapas.

E não desperdiçar tanto talento...

Artilheiro patriota: Harry Kane ostenta carrões fabricados na Inglaterra

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas