Cosme Rímoli Oba-oba, falta de humildade, de maturidade. Diego Costa revela o que fez o Botafogo fracassar. Atacante não ficará no clube em 2024

Oba-oba, falta de humildade, de maturidade. Diego Costa revela o que fez o Botafogo fracassar. Atacante não ficará no clube em 2024

O jogador que fez história no Atlético de Madrid e no Chelsea desabafou após o frustrante empate em 0 a 0 com o Cruzeiro. Décima partida sem vitória. Adeus, chance de título. 'Faltou humildade', resumiu o artilheiro

  • Cosme Rímoli | Do R7

Diego Costa revelou clima de imaturidade, falta de humildade. Oba-oba da torcida chegou aos jogadores

Diego Costa revelou clima de imaturidade, falta de humildade. Oba-oba da torcida chegou aos jogadores

Thiago Ribeiro/Agif

São Paulo, Brasil.

Começou a caça às bruxas no Botafogo.

E Diego Costa quis ser a primeira vítima.

O atacante sergipano, que fez história no Atlético de Madrid e no Chelsea, tratou de desabafar no fim do frustrante empate do clube carioca com o Cruzeiro, em 0 a 0.

Ele não se conformava com o décimo jogo do Botafogo sem vitória no Brasileiro. Que fez o clube de melhor campanha na história no primeiro turno, e que chegou a ter 13 pontos de vantagem na liderança, cair para a quinta colocação. Perder qualquer chance de título. E não estar nem entre os quatro primeiros que entrarão na fase de grupos da Libertadores.

O atacante de 34 anos sabe que não renovará contrato, não ficará em 2024. Ele é um atleta caríssimo, R$ 1,5 milhão. E que realizou apenas três partidas como titular no Brasileiro. E marcou só três gols.

Ele não teve constrangimento de atacar o ponto fundamental que considerou responsável pela campanha vexatória do Botafogo no segundo turno. De melhor da história para 17º, com campanha de rebaixamento na metade final do torneio.

"Fizemos um primeiro turno fora da média. No segundo turno, faltou maturidade e humildade para saber que o campeonato só acaba na última rodada.

"Era normal que o torcedor ficasse eufórico, tivesse oba-oba, mas nós não podíamos pegar essa atmosfera de fora.

"Da nossa parte, faltou humildade. Saber ler o momento de cada jogo, ver o momento que o clube estava vivendo.

"Deixar o ego de lado para conquistar resultados melhores. Que isso sirva de aprendizado. Porque o futebol cobra. Temos que tirar uma lição moral. Porque ficar três meses, dez jogos sem ganhar, não é admissível para o Botafogo."

Diego Costa era a imagem da frustração após a décima partida do Botafogo sem vitória
Diego Costa era a imagem da frustração após a décima partida do Botafogo sem vitória DHAVID NORMANDO/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 03.12.2023

Diego Costa é um jogador muito vivido. Ele sabia que suas declarações iriam repercutir. E deixar o ambiente insustentável para continuar no Botafogo.

E foi além.

"Se existe um culpado aqui, somos nós, jogadores. Ser homem quando as coisas vão mal. Também tem que dar parabéns a tudo o que eles construíram. Tem uma pessoa que está investindo. Fizemos uma campanha brilhante. Mas é isso, servir de aprendizado que o futebol só acaba na última partida."

A "pessoa que está investindo" é o bilionário John Textor, que garantiu a aplicação de, pelo menos, R$ 400 milhões no Botafogo. E é dono de 90% das ações do time.

Foi com ele que Diego Costa negociou. E se viu como mero reserva no clube carioca.

Tiago Nunes, mais um treinador que fez do atacante um suplente, como aconteceu com Bruno Laje e Lúcio Flávio, ficou constrangido ao saber da análise do atleta.

"Posso falar desde a minha chegada, e não houve esse clima de oba-oba, porque eu não iria permitir. (...) Creio que faltou experiência.

"Espero que o que se passou agora sirva de lição para a próxima temporada, para que não se repita isso. Não só para a torcida, mas para o clube. Que se blinde e nunca se crie esse clima que o Diego falou."

Diego Costa foi sutil. Mas direto.

Não ficará no clube.

Não teve chance de mostrar seu futebol.

"Eu vim com o intuito de poder ajudar, da melhor maneira possível, com a consciência tranquila de que poderia estar aqui e ajudar o grupo. Não foi como eu esperava em termos de oportunidade, de minutagem."

Por muito menos, ele deixou o Atlético Mineiro.

Seu contrato termina no fim de dezembro.

O rendimento foi fraquíssimo para a expectativa de Textor.

O dono do Botafogo age como o executivo que sempre foi.

Deu resultado, é mantido no emprego.

Não deu...

O elenco do Botafogo será profundamente analisado.

Inclusive, como o blog havia alertado, Tiago Nunes.

Chegou à reta final.

Disputou quatro partidas e não venceu.

De 12 pontos, conseguiu apenas quatro.

Empatou todos os jogos.

Campanha frustrante.

Seu contrato, até dezembro de 2025, só garante a multa.

Nem vai continuar no comando do clube no próximo ano.

Diego Costa estará longe...

Não é só o Botafogo! Veja outros times que perderam edições do Brasileirão que estavam ganhas

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas