Cosme Rímoli O Fluminense foi um pesadelo. O Corinthians resgata Sornoza

O Fluminense foi um pesadelo. O Corinthians resgata Sornoza

O vibrante meia equatoriano havia perdido a motivação no Rio. Pela falta de dinheiro no Fluminense. Carille aproveitou a chance

Carille, Sornoza, Fluminense, Corinthians

Sornoza: desalento no Fluminense. Nem sobra do jogador do Independiente del Valle

Sornoza: desalento no Fluminense. Nem sobra do jogador do Independiente del Valle

Fluminense

São Paulo, Brasil

Ele não poderia estar mais feliz.

Vice campeão da Libertadores com o Independente del Valle, em 2016.

Seu futebol de toques curtos, tabelas envolventes, lançamentos precisos e inesperados, além das arrancadas e a recomposição rápida, marcação forte, quando necessária, estavam valorizados.

Ele iria deixar o time equatoriano e usaria o Brasil como trampolim para a Europa.

Jogaria no Fluminense por R$ 14 milhões, pagos em quatro parcelas.

Havia a promessa de uma equipe poderosa, pronta para conquistar títulos.

Mas o que encontrou foi o clube em enormes dificuldades financeiras, atrasos salariais, de direito de imagem, premiação. O técnico Abel Braga preferiu ir embora diante de tanto desalento.

Junior Sornoza não tinha o que fazer.

Cercado por companheiros limitados, acabou prejudicado.

E esquecido para a Copa do Mundo que sonhava disputar na Rússia.

Deu tudo errado.

Até uma cirurgia no tornozelo esquerdo.

Veja mais: Carille agradece torcedor corintiano: 'Teve muito peso na minha volta'

O desânimo o contaminou.

E seu futebol caiu.

Mas ele teve sorte.

Sornoza. Convocado para as seleções equatorianas desde garoto

Sornoza. Convocado para as seleções equatorianas desde garoto

Reprodução/Instagram

Fabio Carille havia se entusiasmado por seu potencial.

E tratou de avisar Andrés Sanchez que, se ele estava comprando o volante Richard, o presidente corintiano poderia fazer um ótimo negócio. E contratar também o meia equatoriano.

Estudioso, Carille sabe muito bem o que Sornoza fez quando atuava no Independente del Valle.

Veja mais: Após empréstimo, Gustagol volta em alta no Corinthians

O equatoriano pode se tornar uma peça importante no meio de campo corintiano em 2019, dando o que mais faltou em 2018. Velocidade, objetividade quando o Corinthians estiver atacando.

Mal Andrés mostrou o interesse pelo jogador, tanto a cúpula do Fluminense, quanto o atleta equatoriano ficaram empolgados. O clube carioca só conseguiu pagar metade do que deve pelo jogador. O Independente del Valle ameaça ir para a Fifa receber R$ 7 milhões. 

O Corinthians ofereceu R$ 11 milhões pelo jogador. Por 100% dos direitos. A equipe carioca que tinha 60% e os equatorianos, os outros 40%, aceitaram.

O jogador de 1,66 m já está em São Paulo.

"Eu venho para ser campeão do Brasil. No Corinthians terei condições", diz, deixando escapar a decepção que sofreu no Fluminense.

Ele é o sexto contratado do Corinthians para 2019. 

A sorte de Sornoza é que Carille se empolgou com seu futebol no Equador

A sorte de Sornoza é que Carille se empolgou com seu futebol no Equador

Independiente del Valle/Instagram

Já fecharam com o clube: o lateral-direito Michel Macedo, o volante Richard, o meia Ramiro; e os atacantes Gustavo Silva e André Luis.

Carille ainda quer Luan do Atlético Mineiro, em uma troca por Clayson.

Há o sonho de Andrés Sanchez.

A contratação de um artilheiro.

Veja mais: Carille descarta estrelas e quer jogadores 'com cara de Corinthians'

Ele também está entre os que desejam Diego Tardelli.

Mas o atacante negocia sua permanência na China.

Se não der certo, o Corinthians é uma das opções...

Curta a página R7 Esportes no Facebook

River aumenta lista de vexames de sul-americanos no Mundial