Cosme Rímoli Neymar fora da Olimpíada. Brasil escolheu ter ídolo na Copa América

Neymar fora da Olimpíada. Brasil escolheu ter ídolo na Copa América

PSG não tem a obrigação de ceder o jogador para a Olimpíada de Tóquio. E nem a CBF irá forçar. Porque ele quer descansar. E o país já tem a medalha de ouro olímpica

  • Cosme Rímoli | Do R7

Neymar já 'cumpriu sua obrigação'. Medalha de ouro olímpica em 2016, no Rio de Janeiro

Neymar já 'cumpriu sua obrigação'. Medalha de ouro olímpica em 2016, no Rio de Janeiro

CBF

São Paulo, Brasil

A confirmação de Neymar na Copa América, convocado hoje, por Tite, enterra a pretensão de André Jardine.

O treinador da seleção olímpica não terá o atacante.

O PSG não tem a obrigação de liberar o jogador para a disputa da competição em Tóquio.

E não vai liberá-lo.

Nem Neymar, a oito meses de completar 30 anos, exigirá que seu clube o deixe jogar.

Não há grande motivação nem por ele e nem pela CBF.

Neymar vem de duas temporadas europeia 'encavaladas'. Quer e vai descansar

Neymar vem de duas temporadas europeia 'encavaladas'. Quer e vai descansar

Lucas Figueiredo/CBF

O Brasil já conquistou em 2016 a medalha de ouro, que era inédita.

Levar Neymar, desgastado, saindo de duas temporadas seguidas na Europa e mais a Copa América, para a Olimpíada, seria insano.

Expor o jogador mais caro do mundo a um sacrifício desnecessário.

Para a CBF e para o governo brasileiro é muito mais importante ter o jogador na Copa América do que na Olimpíada.

Porque se ele não fosse chamado para o torneio sul-americano, o PSG poderia cedê-lo para a Olimpíada. Mas as duas competições, de jeito algum.

Neymar já sabe.

E quer férias.

Vai jogar a Copa América e, depois, descansar.

Já cumpriu sua obrigação com a seleção olímpica...

Não é só Cristiano Ronaldo: Veja atletas mais fortes do futebol

Últimas