Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Nem vitória traz paz ao Flamengo. Jogadores terão de justificar mau futebol aos torcedores organizados. Em reunião 

Diretoria acerta reunião com membros das organizadas. A vitória na estreia da Libertadores, contra o Sporting Cristal, não amenizou o clima ruim. A derrota na final do Carioca para o Fluminense ainda pesa

Cosme Rímoli|Do R7 e Cosme Rímoli

Flamengo permitiu que organizadas falassem com Andreas Pereira após falha na final da Libertadores
Flamengo permitiu que organizadas falassem com Andreas Pereira após falha na final da Libertadores Flamengo permitiu que organizadas falassem com Andreas Pereira após falha na final da Libertadores

São Paulo, Brasil

Mal desembarcaram hoje, no aeroporto do Galeão, e os jogadores do Flamengo tiveram a confirmação.

Amanhã, a programação está confirmada.

Haverá uma reunião entre os jogadores, comissão técnica, diretoria. Com os chefes das principais torcidas organizadas do clube. A presença é obrigatória.

Publicidade

O time já está abatido e com problemas de relacionamento entre o treinador Paulo Sousa e o time. Não há união por falta de entendimento do método do português, pelas cobranças fortes, beirando o desrespeito. E pela alternância frenética na escalação do time. Não há frequência. 

Mesmo na vitória de ontem, na estreia da Libertadores, por 2 a 0, diante do Sporting Cristal, em Lima, no Peru, nada de euforia. O clima, muito ruim pela perda do Carioca, diante do Fluminense, e a chance de conseguir o inédito título de tetracampeão estadual, segue imperando.

Publicidade

A reunião com os torcedores é tudo o que os atletas não queriam.

"Natural não é, mas a gente sabe como é o futebol brasileiro", resumiu Everton Ribeiro, evitando entrar em confronto com os dirigentes e ficar marcado pelos torcedores.

Publicidade

O encontro foi amarrado pelo vice de futebol, Marcos Braz. Ele tem excelente relacionamento com os chefes das organizadas. E está sendo muito pressionado desde o início do ano para que esse encontro, de forma oficial, aconteça.

A decisão da reunião não passou por Paulo Sousa. Ele apenas tem de aceitar. Como funcionário do clube
A decisão da reunião não passou por Paulo Sousa. Ele apenas tem de aceitar. Como funcionário do clube A decisão da reunião não passou por Paulo Sousa. Ele apenas tem de aceitar. Como funcionário do clube

Braz está estudando a possibilidade de se lançar candidato a deputado federal. Ele se elegeu vereador pelo Rio de Janeiro, com 40.938 votos, pelo Partido Liberal, em 2020.

Publicidade

Não há a menor dúvida que a popularidade que conseguiu como dirigente do Flamengo o levou à eleição. Sua relação com as organizadas também traz indiscutível ganho político no clube.

David Luiz, um dos líderes do elenco, jogador vivido, tratou de amenizar o clima de cobrança que virá por parte dos torcedores.

"Tudo e todas as pessoas que amam o Flamengo têm que estar no mesmo intuito, no mesmo entrosamento e são sempre bem-vindas todas as conversas em prol do Flamengo. O Flamengo é maior do que todo mundo, nós estamos dispostos a ter as conversas, encontros, porque quem é maior que todos é o Flamengo."

Paulo Sousa não foi consultado se ele permitiria ou não o encontro.

A decisão veio da diretoria e ele teve de acatar como funcionário do clube.

É uma situação surreal, que a diretoria do Flamengo tenta tornar natural.

Vice Marcos Braz em campanha
Vice Marcos Braz em campanha Vice Marcos Braz em campanha

Fazer seus jogadores explicarem a membros de organizadas o porquê de o milionário elenco ter perdido o título carioca para o limitado Fluminense.

E muito mais: qual a razão que impede que o time volte a "jogar bem".

Há um indiscutível saudosismo dos tempos de Jorge Jesus.

A cobrança é para que o time atue como em 2019.

Mesmo com os jogadores que ficaram estando três anos mais velhos.

Atletas fundamentais, que estavam em excelente fase, como Rafinha, Gerson e Pablo Marí, deixaram o clube. 

Nas redes sociais há até uma suposta lista de reivindicações dos torcedores.

A dispensa de cinco atletas.

Diego Ribas, Diego Alves, Renê, Éverton Ribeiro e Willian Arão.

Querem Pedro como titular.

Leia também

Mais espaço para Thiago Maia e Lázaro.

E que Filipe Luís se torne reserva.

Após a perda da Libertadores, no ano passado, Andreas Pereira teve de dar satisfação aos membros das organizadas. Com o aval da direção do Flamengo.

Os jogadores estão avisados.

Amanhã é dia de dar satisfação.

Aos torcedores.

Inacreditável.

Pelo menos, na Gávea tudo será feito às claras.

Ao contrário de outros clubes, como o Corinthians e São Paulo, por exemplo.

Há pavor entre inúmeros dirigentes brasileiros que tentam enfrentar as torcidas.

E acabam tendo seus centros de treinamento invadidos.

Jogadores e dirigentes perseguidos.

Para o Flamengo é melhor marcar reunião de forma oficial.

As organizadas nunca tiveram tanto espaço no futebol brasileiro...

Saiba quanto os times brasileiros recebem dos patrocinadores

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.