Cosme Rímoli 'Não ponho dinheiro no São Paulo, de jeito nenhum', garante o bilionário Abílio Diniz

'Não ponho dinheiro no São Paulo, de jeito nenhum', garante o bilionário Abílio Diniz

O empresário mais rico ligado ao clube assume. Não colocaria seu dinheiro no São Paulo, mesmo devendo mais de R$ 600 milhões. Declaração irrita conselheiros e atrapalha o ambiente no Morumbi

  • Cosme Rímoli | Do R7

Julio Casares e Abilio Diniz são empresários e amigos. Declaração só afasta investidores

Julio Casares e Abilio Diniz são empresários e amigos. Declaração só afasta investidores

Reprodução/Instagram

São Paulo, Brasil

Dois bilhões e duzento milhões de dólares.

R$ 11,6 bilhões.

Esse é o patrimônio que a revista Forbes revelou do empresário brasileiro Abilio Diniz.

Ele é o são paulino mais rico que convive no Morumbi.

E sabe que o clube deve mais de R$ 600 milhões, precisa de auxílio financeiro desesperadamente.

"Eu não ponho dinheiro no São Paulo de jeito nenhum", disse, com todas as letras, o empresário ao Flow Podcast.

O ex-dono do grupo Pão de Açúcar já foi cotado até para ser presidente do clube. Mas nunca teve apoio político suficiente para brigar, de verdade, pelo cargo.

"Eu tenho um envolvimento com o São Paulo, ajudei a eleger o Julio Casares. Agora, eu não ponho dinheiro no São Paulo de jeito nenhum, primeiro porque estaria comprando um lugar no São Paulo e não faço isso de jeito nenhum."

"O São Paulo é uma empresa, foi muito bem tocado durante anos, tinha dinheiro para tudo. Por que de repente descambou e está sem dinheiro? O São Paulo tem que voltar a ser profissional.

"Hoje existem leis para fazer clube-empresas, como é na Europa. Eu defendo isso. Agora ficar pensando no que fazer, eu admiro os empresários que fazem isso, não é o caminho que escolhi.

"Eu tenho ajudado muito o São Paulo Futebol Clube, ajudei o Julio colocando um pouco de grana e ponto, acabou minha função. A única coisa que gosto de fazer é escalar o time, e eles não deixam", ironizou.

A postura pública de Abílio Diniz desagradou conselheiros da situação e da oposição. Eles sabem o quanto o presidente Julio Casares e os membros do departamento de marketing têm procurado investidores. E não conseguem.

As declarações de Abilio chegam no pior momento.

Quando o clube teve de abrir mão de Daniel Alves, por falta de pagamento, deixando todo o elenco preocupado em relação aos salários.

A reação no Morumbi foi de espanto.

Abilio sabe a pressão que o clube vive, com as eliminações da Libertadores, da Copa do Brasil e da péssima fase no Brasileiro.

Só deixou tudo pior...

Kantér faz compras em mercadinho e anda de carro popular

Últimas