Cosme Rímoli Na Europa, vice do Fla vai buscar reforços. Para ganhar Libertadores

Na Europa, vice do Fla vai buscar reforços. Para ganhar Libertadores

Marcos Braz embarcou para a Europa. Atrás de Thiago Mendes e Kenedy. Renato quer os dois para deixar o elenco mais forte. O objetivo é claro. O Flamengo voltar a ter a hegemonia da América

  • Cosme Rímoli | Do R7

Thiago Mendes já deixou apalavrado com Ceni. E segue determinado. Quer jogar no Flamengo

Thiago Mendes já deixou apalavrado com Ceni. E segue determinado. Quer jogar no Flamengo

Reprodução/Instagram Thiago Mendes

São Paulo, Brasil

Rogério Ceni tinha vários problemas de comunicação na Gávea. Seu relacionamento com os jogadores era tão ruim, que quando foi demitido, não foi defendido. Se mantinha distante, hierarquicamente, dos funcionários do clube.

Com os jornalistas, era confuso.

A sua mensagem, no entanto, que sempre foi divulgada à torcida foi a de que o Flamengo precisava de reforços. Principalmente depois de confirmada a venda de Gerson ao Olympique de Marselha.

O ex-funcionário Roberto Drummond revelou que Ceni só queria trazer para a Gávea jogadores que comandou. Por coincidência, ou não, o indicado pelo treinador como substituto perfeito para Gerson é Thiago Mendes. 

O treinador, quando comandava o São Paulo, ficou profundamente deprimido quando o inseguro ex-presidente Leco vendeu o volante ao Lille. Ele era um dos principais jogadores do time. E que rendia muito sob o comando de Ceni.

O rendimento no Lille fez com que o Lyon decidisse pagar 25 milhões de euros, R$ 152 milhões, por Thiago Mendes.

Ele conversou com o jogador, que não se firmou no novo clube francês. O convenceu a atuar no Flamengo. E repassou a situação para o vice de futebol, Marcos Braz. O dirigente deixou encaminhada a contratação do jogador. A diretoria do clube carioca o quer por empréstimo. Mas o Lyon deseja a venda. Ou, no mínimo, a obrigatoriedade de compra, se o jogador chegar a um determinado número de jogos.

Quer determinar a quantia: 10 milhões de euros, cerca de R$ 61 milhões.

O atleta de 29 anos, inclusive, foi afastado do time que disputará a temporada 2021/2022. Está atuando pela equipe B.

"Meu desejo está mais que claro e dito, à espera dos clubes decidirem. Temos que respeitar, aceitar e esperar decidir. Existe um contrato para cumprir, mas eu sigo orando, porque Deus não coloca um desejo no seu coração, se não for da vontade dele. Infelizmente, não somos donos das nossas escolhas. O que me resta é orar e confiar", escreveu Kelly Mendes, esposa de Thiago, ao ser indagada como está a negociação com o Flamengo, nas redes sociais.

Com Kenedy, de 25 anos, a situação é parecida. Mas não tinha tanto a participação de Ceni. O ex-atacante do Fluminense era considerado uma oportunidade de mercado. Foi comprado pelo Chelsea por 6,3 milhões de libras esterlinas, cerca de R$ 45 milhões, em 2015.

Renato Gaúcho e o vice Marcos Braz foram diretos. O técnico quer reforços para 'hegemonia'

Renato Gaúcho e o vice Marcos Braz foram diretos. O técnico quer reforços para 'hegemonia'

Alexandre Vidal/Flamengo

Só que não conseguiu se firmar no clube inglês. Tem sido emprestado desde 2016. Foi para Watford, Newcastle, Getafe e Granada. Não foi comprado. E está apalavrado com o Flamengo, que o deseja por empréstimo. A diretoria do Chelsea aceita o empréstimo, mas também com a obrigatoriedade de compra.

O atacante tinha a bênção discreta de Ceni. O treinador que já tinha problemas com Pedro e Gabigol para o ataque, teria mais um homem de definição. A perspectiva não era das melhores.

Já Renato Gaúcho agiu de maneira completamente diferente. Ele não só se animou, como foi bem claro com Marcos Braz. O novo treinador deixou claro para o vice que 'é para trazer'.  Ele foi claro que precisa de mais jogadores com qualidade, para seguir o plano que dominou a Gávea na época de Jorge Jesus. Ter a hegemonia na América do Sul. 

Para reconquistar a Libertadores e lutar pelo Mundial, precisa de um elenco com mais opções fortes entre os reservas.

O presidente Rodolfo Landim, que também está animado com o trabalho de Renato Gaúcho, autorizou Braz e o diretor executivo Bruno Spindel a irem para a Europa. Com a missão de resolver a contratação dos dois. 

Caso o Lyon e o Chelsea sigam criando dificuldades, a dupla pode surpreender e trazer outros atletas. De preferência, que não estejam sendo aproveitados. Brasileiros ou não.

Kenedy não tem sido utilizado pelo Chelsea

Kenedy não tem sido utilizado pelo Chelsea

Reprodução/Instagram Kenedy

É comum clubes importantes europeus comprarem atletas como investimento. E alguns não se adaptarem. Ou terem sido escolhidos por treinadores que acabam demitidos. E os novos técnicos terem preferência por outros atletas.

Renato Gaúcho parece estar vivendo um sonho.

Ter um elenco com jogadores importantes, de "R$ 200 milhões", como costumava brincar no Grêmio, sempre foi seu desejo. Agora tem.

E que vai ser mais forte.

Para voltar a ter o domínio da América do Sul.

O primeiro passo: vencer a Libertadores de 2021...

Italo, Medina, Tati e Silvana Lima se garantem nas oitavas no surfe

Últimas