Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

'Mesmo sem perna, vou jogar a final contra o Santos.' A promessa é de Endrick, que quer ser campeão pela 'última vez' pelo Palmeiras

Endrick segue mostrando todo o seu talento. Depois de marcar contra a Inglaterra e contra a Espanha, pela Seleção, marcou o gol da vitória contra o Novorizontino, na semi do Paulista. Jogou ontem com dor

Cosme Rímoli|Do R7 e Cosme Rímoli

Endrick e o escudo do Palmeiras. Imagem icônica e que ficará para sempre na memória palmeirense
Endrick e o escudo do Palmeiras. Imagem icônica e que ficará para sempre na memória palmeirense Endrick e o escudo do Palmeiras. Imagem icônica e que ficará para sempre na memória palmeirense (Reprodução/Instagram Endrick)

São Paulo, Brasil

"É um moleque com a cabeça no lugar, mas eu gosto sempre de lembrar as duas faces da moeda...

"Hoje, Seleção, gols, Real Madrid. Mas digo para não esquecer o ano passado, depois do Paulistão.

"Passou o que todos os jogadores do mundo passam. Os melhores passam momentos menos bons e choveram críticas. 'Não está preparado, tem que descer pra base'.

Publicidade

"Eu disse para manter o equilíbrio e o mesmo digo agora.

"Peço cuidado com os elogios para não deixar inflar o ego."

Publicidade

Abel Ferreira foi a única pessoa no Allianz Parque a conter a empolgação com Endrick.

O atacante de 17 anos foi decisivo.

Publicidade

Marcou o gol da vitória, na difícil semifinal do Paulista contra o Novorizontino.

Ele já havia feito contra a Inglaterra, em Wembley, e marcou um no empate em 3 a 3 contra a Espanha, no Santiago Bernabéu.

"Vocês viram que ele veio de uma pancada na Seleção, mas ele de fato é um moleque com estrela e fez o gol felizmente, tínhamos medo dele levar uma pancada na coxa, mas arriscamos. Acredito que vá levar um tempo para recuperar (para enfrentar o Santos, na final), mas usaremos nossos recursos para isso.", avisa o treinador, que não quer, de maneira alguma, abrir mão do jogador na partida de domingo, na Vila Belmiro.

O gol de oportunismo e talento de Endrick. Matada de sola e chute indefensável para Jordi
O gol de oportunismo e talento de Endrick. Matada de sola e chute indefensável para Jordi O gol de oportunismo e talento de Endrick. Matada de sola e chute indefensável para Jordi (Reprodução / R7)

Ao marcar o gol solitário, no triunfo palmeirense por 1 a 0, Endrick imitou Romário há 20 anos.

Se o atacante, na comemoração do tetra mundial nos Estados Unidos, pegou a bandeira do Brasil e a levantou nas suas costas, repetiu o gesto, só que com o distintivo gigante do Palmeiras, que fica atrá do gol.

Ideia midiática que ganhou o mundo.

Em meio à comemoração da classificação para a final, o jovem atacante não desperdiçou a chance e mandou uma indireta ao São Paulo, que não quis dar um emprego de servente ao pai do jogador, e perdeu Endrick.

"Foi o clube que, quando eu não tinha nada, quando eu não era ninguém... Foi o único que me quis de verdade, que apostou todas as suas fichas em mim. Pôde mudar a vida da minha família... Tudo que eu puder fazer pra mostrar que o Palmeiras é o time do meu coração, eu vou fazer."

A presidente do Palmeiras, Leila Pereira, tentou entregar o jogador para o Real Madrid só no final do ano, mas o presidente do clube espanhol, Florentino Pérez, disse não.

O jogador mostrou toda a sua vontade em ser campeão paulista.

É a sua última oportunidade de vencer um título, como titular absoluto, do Palmeiras.

Tem dois Brasileiros, uma Supercopa do Brasil e o Campeonato Paulista de 2023.

A inspiração de Endrick. Romário, depois da conquista do tetra, a bandeira do Brasil nas costas
A inspiração de Endrick. Romário, depois da conquista do tetra, a bandeira do Brasil nas costas A inspiração de Endrick. Romário, depois da conquista do tetra, a bandeira do Brasil nas costas (CBF)

"Tomei uma pancada contra a Espanha e depois serei avaliado, não será nada se Deus quiser, mas estarei ai é meu último Paulistão, vim de avião para cá, cheguei no Allianz fui tratar, passei o dia todo tratando, acordei cedo para fazer gelo.

"Como eu falei, o que eu puder fazer pelo Palmeiras, é só um gostinho de tentar retribuir, mesmo que seja 1%, mesmo sem perna eu vou jogar, para ajudar o Palmeiras e meus companheiros."

Endrick foi avaliado ainda nos vestiários do Allianz Parque. 

E as notícias são empolgantes para a torcida palmeirenses.

No domingo, ele estará na Vila Belmiro.

Como titular.

Para desespero da zaga santista...

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.