Cosme Rímoli Mais caro que Cristiano Ronaldo, Gabigol e Pedro, Andreas Pereira promete ficar. Mas Fla não gastará R$ 126 milhões

Mais caro que Cristiano Ronaldo, Gabigol e Pedro, Andreas Pereira promete ficar. Mas Fla não gastará R$ 126 milhões

O volante recebeu o apoio das torcidas organizadas, pela falha infantil, decisiva na final da Libertadores contra o Palmeiras. Prometeu ficar até o Flamengo ganhar a 'próxima Libertadores'. Promessa vazia

  • Cosme Rímoli | Do R7

Andreas Pereira ouve o presidente da organizada Raça Rubro-Negra. E promete ficar

Andreas Pereira ouve o presidente da organizada Raça Rubro-Negra. E promete ficar

Reprodução/Twitter

São Paulo, Brasil

20 milhões de euros.

Na cotação atual, R$ 126 milhões.

Preço completamente inviável para um segundo volante.

Pelo menos no Brasil.

Mas não seria se o Flamengo tivesse vencido a Libertadores, a Copa do Brasil e ainda brigasse pelo tricampeonato brasileiro.

Andreas Pereira recebeu apoio de chefes da torcida organizada Raça Rubro Negra.

Com o apoio da diretoria rubro-negra, o volante ouviu os torcedores garantindo apoio e prometeu o que não pode cumprir.

"Podem contar comigo. Vou ficar aqui até a gente ganhar a próxima Libertadores."

Gabigol custou 16,5 milhões de euros, atuais R$ 104 milhões. 

Pedro, 14 milhões de euros, cerca de R$ 88 milhões.

Três dias antes, a contratação do segundo volante do Manchester United tinha uma ousada lógica.

Com a perda da Libertadores, não.

Por mais que o Flamengo tenha a garantia de arrecadar um bilhão de reais em 2021, gastar 12,6% no próximo ano com o segundo volante que fará 26 anos no dia 1º de janeiro de 2022, é um exagero.

Mesmo se ele não tivesse cometido o erro infantil e proporcionado o segundo, e decisivo, gol do Palmeiras na decisão da Libertadores.

O próximo torneio mais importante da América do Sul terminará só em outubro de 2022.

O empréstimo de Andreas Pereira vai até junho do próximo ano.

Cristiano Ronaldo serve como base de comparação.

Ele voltou ao próprio Manchester United por 15 milhões de euros, cerca de R$ 94 milhões.

Nenhum clube na América do Sul gastaria tanto com um volante que não faz nem parte da Seleção Brasileira.

Há clubes na Turquia que têm verdadeira devoção pelo volante.

Andreas tem mercado no Oriente e até em clubes médios europeus.

No Flamengo, sua chance de seguir e cumprir o que prometeu aos membros de torcida organizadas é igual a zero.

Seria necessária uma brutal redução no preço do jogador.

Algo que seria, a princípio, impensável, por parte do clube inglês.

Ou seja, Andreas Pereira, apesar da promessa não ficará para a próxima conquista da Libertadores do Flamengo.

Nem se for em 2022.

A chance da revanche de Andreas Pereira não chegará...

Grêmio e Sport praticamente rebaixados: as contas do Brasileirão

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas