Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cosme Rímoli - Blogs
Publicidade

Pato, James Rodríguez e, agora, São Paulo fechando empréstimo de Lucas. Midiáticos contratados por Casares, sem ouvir técnico algum

Mesmo com o São Paulo devendo mais de R$ 750 milhões, o presidente segue contratando jogadores midiáticos, que jogaram muito mal as últimas temporadas. Depois de Pato, acertou com James Rodríguez. E, agora, Lucas Moura

Cosme Rímoli|Do R7 e Cosme Rímoli

Casares é o grande defensor dos midiáticos: Pato, James Rodríguez e está fechando com Lucas Moura
Casares é o grande defensor dos midiáticos: Pato, James Rodríguez e está fechando com Lucas Moura Casares é o grande defensor dos midiáticos: Pato, James Rodríguez e está fechando com Lucas Moura

São Paulo, Brasil

O São Paulo deve mais de R$ 750 milhões.

E também dois meses de direito de imagem do elenco, prática comum desde o ano passado.

Mas o presidente, Julio Casares, decidiu seguir o mesmo caminho do Corinthians, com sua dívida de cerca R$ 1,3 bilhão, que foi buscar Róger Guedes, Yuri Alberto e, nesta janela, Matías Rojas.

Publicidade

E já avisou a companheiros de diretoria e conselheiros que ele estará no Morumbi lotado, domingo.

Será apresentado antes da partida contra o Bahia.

Publicidade

O entrave nos últimos detalhes da negociação foi o tempo de contrato.

Os representantes de James Rodríguez queriam dois anos.

Publicidade

O São Paulo insistia em um só, por conta do fraco desempenho do colombiano nos últimos clubes nos quais jogou.

Mas não houve como não ceder, para não perder a contratação, que vazou logo no dia seguinte à derrota para o Corinthians, na primeira partida da semifinal da Copa do Brasil.

Foi combinado que, nos próximos 24 meses, James Rodríguez será do São Paulo. Por cerca de R$ 1,1 milhão a cada 30 dias.

Lucas Moura jogando no sub-21 do Tottenham. Estava na reserva dos reservas
Lucas Moura jogando no sub-21 do Tottenham. Estava na reserva dos reservas Lucas Moura jogando no sub-21 do Tottenham. Estava na reserva dos reservas

Com o detalhe que, se surgir alguma proposta pelo meia e ele quiser sair, o clube paulista terá de igualar a oferta ou liberá-lo.

E a euforia, como o blog antecipou, está para ser dupla.

O estafe de Lucas Moura combinou uma negociação igual à que foi feita com Kaká, em 2015, antes de ele ir jogar no Orlando City. 

O atacante, de 30 anos, está acertando um empréstimo até o fim de dezembro com o São Paulo. Para depois ir atuar neste clube americano, que, por enquanto, é segredo.

Assim como acontece com James Rodríguez, Lucas Moura não foi pedido por Dorival Júnior. 

O treinador apenas aceitou, não ficou contra o desejo de Casares.

O dirigente é encantado com jogadores midiáticos.

Foi ele quem impôs Alexandre Pato, agora está fazendo o mesmo com James Rodríguez e Lucas Moura.

Há muito entusiasmo na direção do São Paulo.

Mas, assim como James Rodríguez, Lucas Moura não estava jogando bem no Tottenham. 

Nesta última temporada, muitas vezes reserva dos reservas, só atuou 21 vezes. Marcou quatro gols. Três no time sub-21 do Tottenham. Ele tem 30 anos.

Acumulou contusões e desempenhos muito ruins.

Mas o que vale para Casares é o nome dos atletas.

Por isso, a direção está eufórica.

Dorival Júnior, não.

Está comedido.

Quer saber como esses atletas chegarão tecnicamente e, principalmente, fisicamente.

Já os jogadores querem saber como a direção consegue contratar e pagar atletas tão caros.

Ambos vão ganhar mais de R$ 1 milhão.

O São Paulo, desde 2022, criou o hábito de dever dois meses de direito de imagem aos seus atletas.

Ou seja, não é só euforia que domina o Morumbi...

Relembre jogadores que vieram com status de astros, mas 'floparam' no Brasil

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.