Cosme Rímoli 'Idiota. Boçal. Desgraça de ser humano.' Palmeiras não aceita ofensas a Abel. Exige demissão de Paulo Roberto Martins

'Idiota. Boçal. Desgraça de ser humano.' Palmeiras não aceita ofensas a Abel. Exige demissão de Paulo Roberto Martins

O Palmeiras se posicionou em relação às ofensas de Paulo Roberto Martins a Abel Ferreira. Ou ele é demitido da Transamérica ou os jogadores não falam mais com a rádio. O treinador ainda pode processar o comentarista

  • Cosme Rímoli | Do R7

Para Palmeiras é simples. Se comentarista não for demitido, jogadores não falarão com a rádio

Para Palmeiras é simples. Se comentarista não for demitido, jogadores não falarão com a rádio

Reprodução/Instagram

São Paulo, Brasil

Sem volta.

Essa é a postura da direção do Palmeiras em relação à rádio Transamérica.

Por ordem expressa da presidente Leila Pereira, o clube fez questão de divulgar à imprensa: por causa das ofensas pessoais do comentarista Paulo Roberto Martins a Abel Ferreira, a Transamérica não terá acesso aos jogadores, membros da Comissão Técnica e diretoria.

Não enquanto Paulo Roberto Martins seguir trabalhando na emissora.

Para a diretoria do Palmeiras, há xenofobia, ou seja, perseguição a Abel por ele não ser brasileiro.

O comentarista ontem foi claríssimo em suas palavras em relação ao treinador português.

"Não estou dizendo que ele é mau treinador. Não falei isso."

"Estou falando que ele como ser humano é uma desgraça, um idiota."

"Ele é um idiota."

"Ele é um boçal."

"Ele não tem educação. Ele é arrogante, ele é prepotente, como ser humano."

"Não estou falando como técnico de futebol, que ele sabe fazer."

"Com time bom ou ruim, o esquema dele de retranca será sempre o mesmo."

Além dessa proibição, o treinador palmeirense estuda processar o comentarista.

Leila já havia adotado essa postura em relação ao programa do ex-jogador Neto, na TV Bandeirantes.

Ele ofendeu a mãe do treinador no dia 24 de fevereiro.

"Você é tonto? O que você quer, [Abel Ferreira]? Que o cara que se formou em jornalismo, que o cara que jogou bola [fale de ciência]? Nós estamos te elogiando. O que você quer? E a imprensa não vai em cima? O jornalista tem que falar de ciência? O ex-jogador não pode falar que você mexeu errado? A sua mãe sabe mais? Sabe fazer bacalhau, sabe fazer cacetinho?"

O Palmeiras divulgou uma nota de repúdio.

E seus jogadores estão proibidos de ir ao programa do comentarista.

Além disso, o programa Donos da Bola perdeu um patrocinador, solidário a Abel Ferreira, OneFootball, que divulgou nas redes sociais que não trabalha mais com Neto.

"Sentimos muito pelo ocorrido. Esse tipo de comportamento não condiz com os valores do OneFootball e com o nosso apreço por respeito dentro e fora de campo. Não compactuamos com qualquer tipo de preconceito e já informamos ao apresentador em questão que não trabalhamos mais com ele."

Neto teve de se desculpar no ar, depois de ofender a mãe de Abel. Mas perdeu patrocinador

Neto teve de se desculpar no ar, depois de ofender a mãe de Abel. Mas perdeu patrocinador

Reprodução/Instagram

O departamento jurídico do Palmeiras se colocou também à disposição de Abel Ferreira em relação ao caso com Neto.

Leila Pereira deixa bem claro.

Sobe quem ofender pessoalmente o treinador português ou qualquer jogador do Palmeiras, o clube tomará providências.

Primeiro com o veículo de comunicação.

E, se a pessoa ofendida quiser, processando o comentarista ou jornalista que fizer a ofensa.

Neto se desculpou no ar.

Segue trabalhando.

Sem os jogadores do Palmeiras no seu programa.

A Transamérica ainda não se posicionou.

Patrocinadores estão sendo pressionados.

Para que deixem a emissora, como aconteceu com o programa Bem, Amigos...

Suárez, Cavani… Veja astros sul-americanos que ficarão sem clube

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas