Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cosme Rímoli - Blogs
Publicidade

Ao contrário de Róger Guedes, Gustavo Gómez vira as costas ao dinheiro árabe. Não vai ao time de Cristiano Ronaldo. Fica no Palmeiras

O paraguaio, capitão do Palmeiras, teve proposta real do Al-Nassr, da Arábia. O Palmeiras foi consultado. O jogador não aceitou sair antes do fim da participação na Libertadores. Ao contrário de Róger Guedes

Cosme Rímoli|Do R7 e Cosme Rímoli


Gómez decidiu manter postura de capitão. E decidiu ficar no Palmeiras. Apesar da proposta do Al-Nassr
Gómez decidiu manter postura de capitão. E decidiu ficar no Palmeiras. Apesar da proposta do Al-Nassr

São Paulo, Brasil

"Os meus reforços são os jogadores que tenho."

Abel Ferreira cansou de repetir essa frase durante toda a janela deste meio de ano.

O treinador é muito inteligente, arguto.

Publicidade

A frase tinha duplo sentido.

Servia para acalmar os ávidos torcedores e para calar jornalistas que tanto insistiram para que o clube contratasse um meia, com as características de Gustavo Scarpa, e, principalmente, um volante marcador, com potencial que se assemelhasse ao de Danilo.

Publicidade

Eles não vieram.

Leila Pereira não autorizou os gastos com Wendel, do Zenit, e Aníbal, do Racing. Ela os considerou 'caros demais'.

Publicidade

Outro argumento da presidente e patrocinadora do clube, a Crefisa, é que ela apostava nos jogadores da categoria de base.

Pois bem, agora há o outro lado da moeda.

E o duplo sentido na frase de Abel Ferreira.

"Reforço" é segurar os jogadores que estão no clube e que disputam a fase decisiva da Libertadores. O foco total do técnico é a competição mais importante da América do Sul. Deixando de lado o Brasileiro, já que o Botafogo disparou. E a Copa do Brasil, da qual o time foi eliminado.

Mas, para ter esse foco, Abel deixou claro para o executivo Anderson Barros e para a própria Leila Pereira.

"O clube não conseguiu comprar, eu entendo. Mas eu preciso de todos os meus titulares até o final da Libertadores. De todos."

As sondagens da Europa por Raphael Veiga não se concretizaram.

O grande problema é justamente seu capitão, Gustavo Gómez.

Ele tem uma proposta alta do Al-Nassr, equipe na qual atua Cristiano Ronaldo.

O jogador tem 30 anos.

Róger Guedes beijando o escudo do Corinthians. Deixa o clube antes da semifinal da Copa do Brasil
Róger Guedes beijando o escudo do Corinthians. Deixa o clube antes da semifinal da Copa do Brasil

Seu empresário, Renato Bittar, revelou à rádio ABC, do Paraguai, o interesse.

"É 100% real. Tivemos muitas conversas com o Al-Nassr. Existiu uma expectativa grande. Conversamos com o Palmeiras, que nos respeitam e nós também respeitamos muito. O time quer, o técnico também."

"Existiu uma expectativa muito grande, pois o futebol lá está muito melhor. O Palmeiras joga uma competição importante e o tem como jogador-chave.

"O que asseguro é que a oferta foi 100% real."

A grande diferença entre Róger Guedes e Gustavo Gómez foi a postura do zagueiro, que tem contrato até 2026. Sua multa rescisória é de 45 milhões de euros, cerca de R$ 220 milhões.

Gómez sabe perfeitamente, como Róger Guedes sabia, da sua importância no time.

E deixou claro para Abel Ferreira que não vai embora antes de a Libertadores estar definida para o Palmeiras.

No caso do corintiano, era a Copa do Brasil, competição em que o time está na semifinal, com vantagem diante do Corinthians. 

Seria possível Róger disputar até a primeira partida da final, caso o time de Vanderlei despache o de Dorival.

Mas a direção do Al-Rayyan, do Catar, exigiu que ele deixasse o clube na semana passada.

No país da Copa de 2022, a janela fechará no dia 18 de setembro. Já na Arábia, sede do Al-Nassr, o prazo para contratações termina no dia 20, dois dias depois.

O treinador Luís Castro, ex-técnico do Botafogo e que foi para o clube onde joga Cristiano Ronaldo, considera Gómez o melhor zagueiro da América do Sul.

E o pediu à direção do clube.

Como o empresário do zagueiro revelou, houve o contato. 

E aí Leila foi firme.

Enquanto o Palmeiras estiver na Libertadores, não o venderá.

Exatamente como queria Abel Ferreira.

O técnico ficou orgulhoso com a postura de seu capitão.

Gómez só poderá ir embora se o Palmeiras perder, na quarta (9).

For eliminado da Libertadores no Allianz, diante do Atlético.

Se vencer, a Conmebol ainda não definiu as datas das quartas.

O adversário será o vencedor de Deportivo Pereira e Independiente del Valle.

Ou seja, Gómez está ciente e preparado para virar as costas ao time de Cristiano Ronaldo.

Ao contrário de Róger Guedes, que cedeu ao dinheiro do Al-Rayyan.

Ficou mais do que entendido por que Abel Ferreira não para de repetir.

"Os reforços são meus jogadores."

Ter Gómez no restante da Libertadores é um excepcional reforço...

Vitor Roque é o atleta mais valioso do Brasileirão: veja o ranking

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.