Cosme Rímoli Gerson explica à CBF o veto para Tóquio 2020. Sonha com a Copa

Gerson explica à CBF o veto para Tóquio 2020. Sonha com a Copa

Volante não quer ficar novamente 'queimado' na CBF. E deixou claro que foi o Olympique que impediu sua ida à Olimpíada. Se explicou porque quer estar na Copa 2022

  • Cosme Rímoli | Do R7

Gerson fez questão de explicar a Jardine. Não vai à Olimpíada porque o Olympique não quer

Gerson fez questão de explicar a Jardine. Não vai à Olimpíada porque o Olympique não quer

ALEKSANDAR DJOROVIC/CBF

São Paulo, Brasil

Desde os tempos de Atlético Mineiro, Jorge Sampaoli repetia.

O segredo do Flamengo, de Jorge Jesus, era Gerson.

Só que o jogador não aceitaria atuar em Belo Horizonte, mesmo se os mecenas atleticanos aceitassem pagar R$ 154 milhões.

Ele só sairia da Gávea para atuar na Europa novamente. Ele fracassou na Roma e na Fiorentina. E sempre falava que não foi bem aproveitado em nenhum dos clubes.

Mal Sampaoli assumiu o clube francês, insistiu, obcecado por Gerson.

E a diretoria conseguiu garantir o atleta nesta janela de meio de ano.

Ao mesmo tempo que o meio-campista fazia as pazes com a CBF, sendo até convocado para disputar a Olímpiada de Tóquio.

Situação interessante para o atleta que, em dezembro de 2019, recusou convocação. Ele serviria a seleção para disputar o pré-olímpico. Disse estar 'cansado'.

Mesmo jogando muito bem pelo Flamengo, ele passou a não ser chamado. Nem para a seleção principal ou para a olímpica.

Foi preciso muito tato e vontade de André Jardine, de ter o jogador.

A convocação 'do perdão' aconteceu em maio.

Jardine deu ao atleta a garantia que iria à Olimpíada.

O treinador só não contava com a venda do jogador ao Olympique.

E Jorge Sampaoli foi direto, não teve meias palavras.

Ao ser perguntado pelo meio-campista, se ele estaria liberado para jogar as Olimpíadas, ouviu um claro e decisivo 'não'.

Gerson avisou à cúpula da CBF da postura do treinador argentino.

Mas como fez com Pedro, Jardine resolveu arriscar.

E a postura do Olympique foi a mesmo do Flamengo.

Não libera de jeito algum o volante para Tóquio.

E com a decisão de que, se preciso for, entrar com pedido na Fifa de liberação.

A Olimpíada não é data-Fifa.

Gerson sabe que não adianta tentar enfrentar a determinação de Sampaoli, do Olympique.

Mas não quer voltar a ficar 'queimado' com a CBF e perder a eventual chance de disputar a Copa do Mundo do Qatar.

E ele mesmo fez questão de procurar entrar em contato de Jardine e explicar a situação.

O treinador entendeu.

A situação chegou até Tite.

Se ele quiser não haverá qualquer revanche.

E uma eventual convocação do volante está liberada.

Pior para Jardinie.

Ele está buscando os substitutos para Pedro e Gerson.

Perdeu dois jogadores que considerava fundamentais em Tóquio...

Adriano compra cobertura de luxo avaliada em R$ 4 milhões

Últimas