Ganancioso, Flamengo cobra R$ 10,00 por transmissão pela Internet

Clube consegue MP para democratizar o futebol. Mas decidiu virar as costas aos desempregados, pobres. E exige R$10,00 pela semifinal do Carioca

Só verá o 'democrático' Flamengo no domingo, quem pagar. R$ 10,00 e R$ 42,00

Só verá o 'democrático' Flamengo no domingo, quem pagar. R$ 10,00 e R$ 42,00

Flamengo

São Paulo, Brasil

Robin Hood virou o Xerife de Nottingham.

O Flamengo conseguiu derrotar a Globo, com a ajuda da Medida Provisória 948, obteve o direito de transmitir seus jogos como mandante, já que não tinha contrato com a emissora.

Fez história na quarta-feira com a FlaTV. 

Mostrou o jogo contra o Boavista pela Internet.

Foram mais de  2,2 milhões de acessos simultâneos.

Foram 14 milhões de visualizações no youtube.

E ainda teve adesão de 450 mil novos inscritos no canal do clube.

Jair Bolsonaro parabenizou o clube.

"O futebol brasileiro ficou democrático", comemorou o presidente.

Só que a ganância falou mais alto.

Talvez ter trabalhado por anos com Eike Batista tenha influenciado o presidente do Flamengo, Rodolfo Landim.

Em plena pandemia, com 12 milhões de desempregados, Landim tomou uma atitude absurda e que tirou a máscara democrática do Flamengo, clube mais popular do Brasil.

Ele decidiu cobrar R$ 10,00 para quem quiser assistir a partida de domingo, contra o Volta Redonda, valendo vaga para a final da Taça Rio. 

Desde que a pessoa esteja no Brasil.

Fora do país, custará 8 dólares, R$ 42,00.

O Flamengo fez parceria com a plataforma de streaming MyCujoo.

Por dinheiro, a FlaTV desprezada. Só terá o áudio da semi contra o Volta Redonda

Por dinheiro, a FlaTV desprezada. Só terá o áudio da semi contra o Volta Redonda

Reprodução FlaTV

A FlaTV, que parecia ser o grande investimento do clube, transmitirá apenas o áudio do jogo, sem imagens!

A reação dos torcedores foi de enorme decepção.

Críticas pesadas pela postura materialista da diretoria.

Há até o início de uma campanha para cancelamento de inscrição na FlaTV.

'Traição da diretoria do Flamengo' foi das expressões mais usadas nas redes sociais.

"Queria comunicar e, basicamente, pedir o apoio de todo mundo. O Flamengo precisa muito buscar e mostrar quanto vale o jogo dele. Precisa muito de novas receitas, encarar esse mundo digital com novas oportunidades. Então, vamos fazer esse jogo de domingo através da plataforma de streaming.

"Primeira vez que vamos fazer isso, acho que é um marco que pode levar a gente a outro patamar, que nenhum outro clube do Brasil e do Mundo pode chegar. Vamos fazer a venda do jogo por apenas R$ 10 para que todos possam ver em casa. O ingresso desse jogo, no Maracanã, seria aproximadamente R$ 30, mas vamos cobrar R$ 10. Pedimos a colaboração de todos.

"Vamos fazer o streaming, fazer recorde e mostrar quanto vale o Flamengo. As vendas vão ser abertas amanhã, através da comunicação oficial do Flamengo", anunciou o vice de finanças, Rodrigo Tostes.

A resposta. Campanha de torcedores para cancelar inscrição na FlaTV

A resposta. Campanha de torcedores para cancelar inscrição na FlaTV

Reprodução Twitter

Já há, inclusive, a perspectiva de que o Flamengo possa aumentar o preço, caso o clube passe para a final do Carioca.

Na democracia de Landim, não há sensibilidade.

Ele foi o dirigente que mais forçou a volta do futebol em pleno auge da pandemia.

Conseguiu convencer o presidente Bolsonaro a 'democratizar' as transmissões esportivas do país.

E, agora, vira as costas aos desempregados, aos miseráveis, às pessoas pobres que fazem do futebol a única alegria.

Para ver o Flamengo no computador, ou no celular, tem de pagar.

Pior marketing possível...