Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cosme Rímoli - Blogs
Publicidade

Fim da constrangedora volta de Soteldo ao Santos. Alívio no São Paulo. Por não ter obedecido Ceni e contratado o problemático meia

O jogador, que era a maior esperança do clube em 2023, se mostrou arrependido por ter voltado à Vila Belmiro. Ele desprezou o São Paulo. Santos vai desfazer o acordo de compra com o Tigres

Cosme Rímoli|Do R7 e Cosme Rímoli


Soteldo arruma suas coisas. Vai deixar o Santos. Ele não quer ficar no clube. Nem o clube deseja comprá-lo
Soteldo arruma suas coisas. Vai deixar o Santos. Ele não quer ficar no clube. Nem o clube deseja comprá-lo

São Paulo, Brasil

Enquanto aproveitava a festa junina do São Paulo, no último fim de semana, o presidente Julio Casares respirava aliviado.

Entre quentão, cural, vinho quente e canjica, ele relembrava o acerto que o destino reservou no ano passado, quando Rogério Ceni insistia na contratação de Soteldo.

Convenceu Casares a igualar a proposta que o Santos fazia para o retorno do jogador: R$ 1 milhão por mês.

Publicidade

Só que Soteldo não queria trabalhar sob o comando de Rogério Ceni, que é conhecido por sua rigidez. E começou a fazer exigências para o acerto não ser fechado. Como carro com motorista, prêmios, bônus, tudo muito acima. Preferia voltar ao Santos.

Depois de um ano e meio vendido para o Toronto, o venezuelano de 26 anos voltou. Mas ele encontrou o clube pior do que ele deixou, no começo de 2021. Com menos potencial técnico, muito mais pressão, torcidas organizadas ameaçando a todos, caso o clube fosse rebaixado.

Publicidade

Soteldo percebeu que ficou muito mais difícil e ele teria de exercer um protagonismo que nunca teve.

A cobrança não se resumia só ao campo, mas fora dele também. Conhecido por adorar a noite, passou a evitar sair, porque as organizadas santistas começaram, desde o ano passado, a "caçar" atletas em baladas.

Foi assim que a passagem de Lucas Pires e Nathan acabou no clube: foram flagrados em uma festa na madrugada da semana passada.

Neste ano, o clube esteve ameaçado de rebaixamento no Paulista. Foi eliminado da Copa do Brasil nas oitavas de final. Passou vergonha na Copa Sul-Americana, pois não chegou sequer à segunda fase.

Clube chegou a reservar a camisa 10, consagrada por Pelé, ao meia venezuelano
Clube chegou a reservar a camisa 10, consagrada por Pelé, ao meia venezuelano

Acumula 12 partidas sem uma única vitória, o que não acontecia desde 1982. O clube está a dois pontos da zona de rebaixamento.

O treinador Odair Hellmann foi mandado embora. Ele já não suportava mais as ameaças de morte, a ele e à sua família. Membros das organizadas descobriram seus telefones e começaram a pressioná-lo para ir embora. Ou sua vida correria risco.

Nos últimos tempos, técnicos como Ariel Holan, Fernando Diniz, Carille, Jesualdo Ferreira passaram pelo mesmo problema.

O clube deve mais de R$ 450 milhões. As dívidas se acumulam. Não há potencial para grandes contratações.

Soteldo tem se mostrado, conforme repórteres que vivem o dia a dia santista, cada vez menos integrado. Desinteressado. Fechado, tenso. 

Tudo leva a crer que está arrependido de ter voltado à Vila Belmiro.

O pior é que o Santos se comprometeu verbalmente a comprar 50% dos seus direitos, agora, na primeira semana de julho, do Tigres do México.

O preço: 4 milhões de dólares, cerca de R$ 19,2 milhões, em quatro parcelas.

E ambos tinham combinado um contrato até 2027.

A realidade é que nem Soteldo quer continuar no Santos.

Nem o Santos deseja comprá-lo. 

Por coincidência, ou não, o jogador cometeu um ato de indisciplina pesado. Justo ao saber que o clube exigiria o máximo respeito ao trabalho do novo treinador Paulo Turra, ex-auxiliar, e discípulo de Felipão.

O venezuelano teria de treinar com os reservas após o vexatório empate em 0 a 0 com o Blooming, na Vila Belmiro, na quinta-feira. Ele se recusou.

Paulo Turra não suportou a indisciplina e o afastou do elenco. Ele passaria a treinar à parte. E não jogou ontem contra o Cuiabá, quando o clube perdeu por 3 a 0. 

O venezuelano não se importou e celebrou, com amigos e discrição, seu 26º aniversário.

Seu contrato de empréstimo termina hoje.

O dia deveria ser de festa.

De novo compromisso por mais quatro anos.

Soteldo encontrou o Santos muito mais enfraquecido do que em 2021. E deseja ir embora
Soteldo encontrou o Santos muito mais enfraquecido do que em 2021. E deseja ir embora

Mas tudo indica que será de rompimento.

A direção do Santos não quer comprá-lo.

Deseja dispensá-lo.

E Soteldo quer ir embora.

O único entrave é o acordo com a direção do Tigres.

Mas não há o menor clima para a convivência.

"Ninguém é maior do que o clube", desabafou o zagueiro Joaquim, demonstrando que até os companheiros não apoiam Soteldo.

Saboreando cural e canjica, o presidente Julio Casares se mostrava aliviado.

Por não ceder a Rogério Ceni.

E não contratar o problemático venezuelano.

Enquanto isso, o Santos espera hoje anunciar o fim da segunda passagem de Soteldo pela Vila Belmiro.

Sua contratação foi mais um erro do presidente Andres Rueda...

Vai uma promessa aí? Veja joias da base que saíram barato do Brasil

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.