Cosme Rímoli Felipão perdeu o medo da pandemia. E quer voltar a trabalhar

Felipão perdeu o medo da pandemia. E quer voltar a trabalhar

A um mês de completar 72 anos, treinador avisou seu empresário, Jorge Machado. Depois de um ano e um mês parado, se cansou de ficar em casa

  • Cosme Rímoli | Do R7

Felipão está pronto para largar a aposentadoria. A um mês de fazer 72 anos

Felipão está pronto para largar a aposentadoria. A um mês de fazer 72 anos

Reprodução/Twitter

São Paulo, Brasil

Daqui exato um mês, ele completa 72 anos.

E tomou a decisão.

Vai voltar a trabalhar.

Primeiro, ficou decepcionado.

Demitido do Palmeiras, em setembro de 2019, se sentiu traído pela direção que prometeu apoio incondicional.

Menos de um ano depois de ter conseguido o título de campeão brasileiro, com vários atletas superestimados: Borja, Lucas Lima, Deyverson, Diogo Barbosa, Hyoran, Thiago Santos, Scarpa, Luan, Marcos Rocha, Antônio Carlos, entre outros.

Foi procurado por times paraguaios, seleções do mundo árabe.

Milionário, avô, não iria trabalhar em projetos pequenos. 

Não com seu currículo.

Pentacampeão do mundo.

O título nacional de 2018 serviu para mostrar aos brasileiros que a derrota por 7 a 1, em 2014, havia ficado para trás.

Quando se animava a voltar, veio a pandemia.

Preocupado com ele e com a família, recusou sondagens de equipes nacionais.

Mas, agora, mesmo com o coronavírus não dominado, a caminho do controle no futebol, ele se animou.

Felipão ficou muito magoado com sua demissão no Palmeiras

Felipão ficou muito magoado com sua demissão no Palmeiras

Palmeiras

Quer voltar à adrenalina da vida de treinador.

E autorizou seu empresário Jorge Machado a ouvir propostas.

Nesta semana, seu nome ocupou muito espaço em Corinthians, Vasco e Cruzeiro.

Nenhuma dessas equipes o procurou formalmente.

Todas sabem que ele é um homem de contratos longos.

E de alto salário.

O que aconteceu foi que alguns empresários, sem autorização dele ou de Jorge Machado, o ofertaram a vários clubes.

"Ele está sendo oferecido como se fosse um 'Zé Mané'. (...) Ele não é um técnico que precisa ser oferecido a ninguém, com todo respeito ao clube", resumiu de forma direta, Machado.

Afastado da imprensa, que sente não agradar por não ser simpático, solícito, o técnico agora aguarda.

Se houver um projeto que ele acredite, e que ofereça uma proposta financeira que corresponda a um pentacampeão do mundo, ele aceita.

Felipão se cansou da aposentadoria...

Nenê no topo! Conheça artilheiros do futebol brasileiro na temporada

Últimas