Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cosme Rímoli - Blogs
Publicidade

“Está vendido.” Leila Pereira não quer desfazer negócio com o Cruzeiro. Por ela, negociação não tem volta. ‘Acabou o ciclo no Palmeiras.’

A presidente não poderia ser mais direta em relação a Dudu. Ficou indignada com a postura do atleta de 32 anos, que disse que se arrependeu de negociar com o Cruzeiro e quer ficar no Palmeiras. A dirigente falou a conselheiros que é ‘séria’ e que o negócio foi ‘fechado’

Cosme Rímoli|Cosme RímoliOpens in new window


Leila Pereira não aceitou o fato de Dudu ter acertado a ida para o Cruzeiro, antes de falar com o Palmeiras. Por ela, não tem volta na venda

Leila Pereira ficou indignada com o fato de Dudu ter negociado com o Cruzeiro, antes de avisar a direção do Palmeiras que queria ir embora.

E decidiu.

Mesmo com o arrependimento do jogador, depois de pressionado por dirigentes da Mancha Verde, ela não o quer mais no elenco.

Com o aval de Abel Ferreira, a negociação fechada com o Cruzeiro, de 4 milhões de dólares, R$ 21 milhões, não tem volta.

Publicidade

“Ele está vendido.

“Acabou o ciclo do Dudu no Palmeiras.

Publicidade

O que mais irritou a dirigente foi ter ouvido do executivo do Cruzeiro, Alexandre Mattos, que foi Dudu quem procurou o Cruzeiro.

A conselheiros do clube ela disse que considerou a postura do atacante como ‘uma traição’.

Publicidade

Ele ficou dez meses contundido.

Recebendo seu salário de R$ 2,1 milhões em dia.

Leila guarda ressentimento da dura negociação de antecipação de renovação de contrato de Dudu.

Ele e seu empresário André Cury foram muito impositivos.

E o Palmeiras precisava do atacante.

Agora, aos 32 anos, não precisa mais.

A postura dura de Leila, como empresária, era esperada.

Só que tudo é ainda mais grave.

Porque a postura é respaldada por Abel Ferreira, que também não quer o jogador.

Não se conforma com a postura adotada pelo atacante.

“Há cerca de 25 dias, o Dudu procurou (o executivo) Anderson Barros e falou que o Cruzeiro o procurou. E ele ficou balançado. Por ter a proposta de quatro anos. Com aumento salarial. Depois, o Alexandre Barros me disse que ele procurou o Cruzeiro. E por mim, a negociação está fechada.

“Quem toma as decisões sou eu.

“Para mim é indiferente que os torcedores queiram o atleta”, disse ao Sportv.

Leila garantiu a seus assessores mais próximos que a decisão é definitiva.

Não vai ‘se dobrar’ à Mancha Verde.

Nem perdoar a atitude do atleta, até para dar exemplo ao grupo de jogadores.

Ela aceita, no máximo, uma partida de despedida de Dudu.

Mas a presidente garante.

Acabou seu ciclo no Palmeiras.

Para o Cruzeiro, a negociação também está fechada.

Dudu está sem saída.

A não ser ir embora do Allianz Parque...



Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.