Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cosme Rímoli - Blogs
Publicidade

'Esperam a carniça para falar.' Diniz ataca a imprensa, após fracasso do Flu. E Tite celebra final, sem colocar o reserva Gabigol

O Fluminense não teve competência para vencer o fechado Flamengo. O 0 a 0 levou o time de Tite, o mais caro da América do Sul, à final do Carioca. A Diniz sobrou o ódio aos jornalistas depois da eliminação

Cosme Rímoli|Do R7 e Cosme Rímoli

Mailson Santana/Fluminense

São Paulo, Brasil

"Esperam a carniça dar errado para falar.

"Ninguém tem personalidade pra falar que isso aqui está errado e sustentar. Mesmo jeito que falaram ano inteiro que não podiam jogar Felipe Melo e Marcelo. Ficam assim criando esse tipo de coisa. Tudo falso tricolor com bloguezinho, achando que tá fazendo muito sucesso."

"Tem que ter mais respeito. Quem era a favor hoje do Marquinhos na lateral? Isso é um câncer do futebol, comentarista de resultado, engenheiro de obra pronta. Vida ruim, sem firmeza, coragem...

Publicidade

"Aí vem falar em nome da torcida. Ainda bem que tem a torcida, muita gente reconhece o que faz em campo e não passa pelo crivo, essa membrana de blog e imprensa.

"Muita gente que vê e assiste. Assim vocês tentam, ficam tentando arrumar crise. Muita gente faz isso, quer que afunde, ganhar like. Pega coisa mais consistente, mais ética e moral. Depois quer vir aqui e ficar fazendo aproximação, fazer pergunta bonitinha. Agora tem que falar. É a vida da gente.

Publicidade

"Semana inteira assistindo e trabalhando pra achar solução que vocês acham na maior facilidade, pegar Ganso e Renato Augusto. Se puderem levem mais a sério.

Um dos grandes motivos para que o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, se livrasse de Fernando Diniz do comando da Seleção é o seu destempero. Além, evidente do péssimo trabalho, com resultados comprometedores para a história do futebol brasileiro.

Publicidade

E a mania que tentar desmoralizar quem ousa questionar os seus fracassos, que são muitos, por sinal. Como ontem, no 0 a 0, diante do Flamengo. Além da eliminação da final do Carioca de 2024, alcançou a assustadora marca de 13 jogos sem vitórias nos clássicos.

Em 15 anos como treinador, só venceu três títulos na elite do futebol. O Campeonato Carioca de 2023, a Libertadores de 2023 e a Recopa de 2024. Todos pelo Fluminense. Nos outros 13 que dirigiu, nada de conquistas importantes. 

Apesar de psicólogo formado, Diniz segue trabalhando com ódio. Segue cobrando seu time aos palavrões e nas derrotas, segue mostrando seu rancor, o gênio destemperado.

Não admite cobranças nas derrotas.

Seu time, confuso, improvisado, foi travado, com facilidade, pelo Flamengo ontem à noite.

Tite, que tem como grande mérito montar equipes para se defender. Não ganhou o apelido de 'Empatite', no Corinthians, por acaso. 

Tite tratou de travar o Fluminense. E levar o Flamengo à decisão do Carioca com o 0 a 0. Gabigol não entrou
Tite tratou de travar o Fluminense. E levar o Flamengo à decisão do Carioca com o 0 a 0. Gabigol não entrou Tite tratou de travar o Fluminense. E levar o Flamengo à decisão do Carioca com o 0 a 0. Gabigol não entrou Paula Reis/Flamengo

Rossi chegou a 1.100 minutos sem tomar um gol. Bateu recorde na história do Flamengo.

Só sofreu no empate, contra o Nova Iguaçu, na segunda rodada, ainda da fase de classificação para as semifinais, batizada de Taça Guanabara. 

Tite outra vez fez questão de não colocar Gabigol, jogador que está claro não querer no seu time titular e o vê como reserva dos reservas.

Está clara a perseguição, depois que o atacante o ofendeu por não convocá-lo à Copa do Catar.

Situação bizarra que a direção do Flamengo faz de conta que não existe.

Ainda mais com o clube classificado para a final do Carioca.

Enquanto isso, Fernando Diniz segue descontando seu rancor na imprensa, a cada derrota.

Quando seus esquemas utópicos não funcionam, a raiva o domina.

Por isso, não voltará à Seleção.

Os vexames que o Brasil passou nas suas mãos já bastaram.

Enquanto isso, Tite segue exímio no talentoso marketing pessoal.

Garantindo que o Campeonato Carioca é o mais forte do Brasil.

Dizendo isso, ele valoriza ao extremo sua garantida conquista.

Sem muita gente não perceber ser quase 'obrigação'.

O Flamengo tem o melhor e mais caro elenco da América do Sul.

Vencer o Carioca seria uma situação corriqueira.

Se não fosse a esperta declaração de Adenor Bachi...

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.