Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cosme Rímoli - Blogs
Publicidade

Duilio não demitirá Luxa. E promete reforços para acalmar a revoltada torcida, depois da eliminação humilhante na Libertadores

Presidente do Corinthians usa a velha forma para tentar administrar a crise, depois da vergonhosa derrota de ontem por 3 a 0 para o Independiente del Valle. Clube eliminado na primeira fase da Libertadores. Vexame

Cosme Rímoli|Do R7 e Cosme Rímoli

Luxa fracassou na sua décima tentativa de vencer a Libertadores
Luxa fracassou na sua décima tentativa de vencer a Libertadores Luxa fracassou na sua décima tentativa de vencer a Libertadores

São Paulo, Brasil

Um fracasso histórico.

E que poderia ser violento, se não fosse a ação da polícia no estádio Rumiñahui.

Membros das organizadas corintianas queriam invadir o gramado para cobrar os jogadores e Luxemburgo pela derrota humilhante para o Independiente del Valle, por 3 a 0, que poderia ter sido, pelo menos, por 5 a 0, se não fossem duas sensacionais defesas de Cássio.

Publicidade

Se não entraram no campo, pelo menos descontaram a decepção pela derrota xingando muito Gil, Yuri Alberto e Renato Augusto.

Depois de 46 anos, o Corinthians voltou a ser eliminado na primeira fase da Libertadores.

Publicidade

Devendo mais de R$ 1,2 bilhão, a diretoria sonhava com a classificação para as semifinais, com o apoio da torcida, em Itaquera. Mas Vanderlei Luxemburgo não foi capaz nem de levar a equipe para as oitavas.

A segunda derrota corintiana para os equatorianos foi a pá de cal nesta Libertadores. A primeira derrota havia sido em Itaquera, já sob o comando de Luxemburgo.

Publicidade

Com uma campanha péssima, com seis derrotas, três empates e apenas duas vitórias; sete gols a favor e 15 gols contra e apenas 27% de aproveitamento, o treinador, de 71 anos, voltou a ser muito xingado pelos corintianos que foram ao Equador.

Isso porque, além de o time jogar muito mal, no segundo tempo, Luxa tirou Róger Guedes e Renato Augusto, os principais jogadores, para poupá-los para o jogo contra o Cuiabá, no sábado, pelo Brasileiro. Virou as costas para uma reação na partida, virou as costas para a Libertadores.

“Dentro do jogo, depois do terceiro gol, seria difícil tirar o prejuízo hoje. Aí comecei a pensar no jogo contra o Cuiabá. Se a gente tivesse feito um gol, seria diferente. Como eles estavam dominando, fizeram outro, o terceiro gol…

"Temos jogo contra Cuiabá, Copa do Brasil depois. Pedimos ao torcedor que tenha paciência, temos jogo importante no sábado, vamos chegar em cima. Gera um desgaste pela viagem.

Vamos buscar vencer para sair da zona da confusão e depois pensamos na Copa do Brasil."

O Independiente del Valle poderia ter goleado o Corinthians. O placar de 3 a 0 foi muito modesto e injusto
O Independiente del Valle poderia ter goleado o Corinthians. O placar de 3 a 0 foi muito modesto e injusto O Independiente del Valle poderia ter goleado o Corinthians. O placar de 3 a 0 foi muito modesto e injusto

"Zona da confusão" é um sinônimo que o veterano técnico usa para se referir à zona do rebaixamento.

Conselheiros e dirigentes não aceitaram a atitude de Luxemburgo de não acreditar nem tentar fazer o Corinthians lutar por um milagre.

O time paulista foi envolvido do primeiro ao último minuto de jogo pela equipe de Martín Anselmi. O 3-6-1 dos equatorianos era como o futebol moderno tem de ser, versátil. Com rápida recomposição, vibração, ataques em bloco.

Tudo isso diante de um lento, inseguro, apático Corinthians.

Vanderlei, como é marca registrada, não assumiu ter sido "engolido" taticamente pelo adversário.

Foi a décima tentativa do técnico de vencer a Libertadores.

Décimo fracasso pessoal.

Jamais venceu a competição.

"A gente tem uma linha de não enaltecer o adversário. Eles jogaram com um atacante só, preencheram o campo, e nós não encaixamos a marcação, deixamos espaço. Observei antes do jogo que fariam isso, mas teríamos encaixe, mas hoje o adversário foi superior.

"No segundo tempo, coloquei o Roni, preenchemos o meio e conseguimos um gol que foi anulado, depois que sofremos o terceiro."

O técnico tentou de toda maneira não assumir a crise em que o Corinthians mergulhou com a eliminação da Libertadores.

Mas a queda foi trágica para a ala política que mantém o presidente Duilio Monteiro Alves. Haverá eleição no fim do ano e uma campanha pífia na Libertadores.

Sornoza, que teve fraco desempenho quando jogou pelo Corinthians, marcou para o Independiente
Sornoza, que teve fraco desempenho quando jogou pelo Corinthians, marcou para o Independiente Sornoza, que teve fraco desempenho quando jogou pelo Corinthians, marcou para o Independiente

O presidente sabe que há muita cobrança em cima de Luxemburgo e do elenco envelhecido, fraco diante da competitividade dos campeonatos que disputa.

O dirigente, que vinha se escondendo da imprensa, ontem acabou sendo obrigado a falar.

E apelou para o óbvio, como o blog já havia antecipado.

Prometeu reforços para Luxemburgo.

Sim, o treinador continuará, apesar do fraco trabalho.

"O torcedor pode esperar reforços, estamos trabalhando nisso. Não quero aqui especular e falar sobre nomes, mas a gente vem trabalhando nas carências que o Vanderlei identificou e pediu. Em 3 de julho [quando abre a janela], o torcedor pode ter certeza de que teremos reforços."

Matías Rojas será anunciado como o primeiro reforço do Corinthians depois do vexame na Libertadores
Matías Rojas será anunciado como o primeiro reforço do Corinthians depois do vexame na Libertadores Matías Rojas será anunciado como o primeiro reforço do Corinthians depois do vexame na Libertadores

O meia paraguaio Matías Rojas, que atua no Racing, está contratado. O clube também já se acertou com o colombiano Cuellar, que está fazendo de tudo para que o Al-Hilal diminua a pedida de R$ 32 milhões ou o empreste para atuar no clube paulista.

A direção continua também tentando o empréstimo do lateral Yan Couto, do Manchester City.

Mas o comando das principais organizadas do Corinthians está revoltado.

E promete protestos na volta da equipe a São Paulo.

Não se conforma com contratações.

E lastima a eliminação precoce da Libertadores.

Faltando ainda uma rodada para o final da fase de grupos de 2023.

Foi um vexame a participação do Corinthians na Libertadores...

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.