Cosme Rímoli Dois pontos em nove disputados. Empate com o Flamengo mostra o perigoso desgaste do Palmeiras, já no início do Brasileiro

Dois pontos em nove disputados. Empate com o Flamengo mostra o perigoso desgaste do Palmeiras, já no início do Brasileiro

Abel tentou não se aprofundar no tema. Mas sabe que o seu time faz início de Brasileiro decepcionante. Por conta do desgaste da preparação para o Mundial. Sábado, mesmo contra o Corinthians, alguns reservas vão jogar

  • Cosme Rímoli | Do R7

Abel Ferreira tenta disfarçar. Mas o desgaste, e sufoco, no segundo tempo contra o Flamengo são alertas

Abel Ferreira tenta disfarçar. Mas o desgaste, e sufoco, no segundo tempo contra o Flamengo são alertas

Cesar Greco/Palmeiras

São Paulo, Brasil

Três partidas.

Nove pontos em jogo.

Só dois conquistados.

No empate em 0 a 0 com o Flamengo, ontem no Maracanã, o Palmeiras fez ótimo primeiro tempo. Mas, no segundo, cansou e teve de lutar muito para conseguir empatar o jogo no Maracanã.

O time de Abel Ferreira segue sem vencer no Campeonato Brasileiro.

"Claro que a mim me preocupa, porque nós queremos somar pontos no Brasileirão, e neste momento só temos dois pontos.

"Mas há professores de Deus que na terceira rodada já querem fazer campeões.

"Não sei se entendem o que quero dizer, aqueles que querem ensinar Deus.

"São pontos corridos, é uma luta imensa."

O problema está na preparação. Abel Ferreira focou o início de 2022 no Mundial de Clubes. Os jogadores chegaram no auge do preparo físico em fevereiro. 

O desgaste antecipado da equipe é uma enorme dificuldade.

Por esse motivo, Abel disfarça, reclama dos 'profetas'. 

Mas a verdade que elenco milionário não tem peças para disputar com a mesma intensidade o Brasileiro, a Copa do Brasil e a Libertadores. 

Depois do empate no Maracanã, o Palmeiras já enfrenta o Corinthians, sábado, em Barueri.

Abel sabe da rivalidade, mas alguns jogadores serão poupados. Porque na quarta-feira, o Palmeiras já tem o Emelec, no Equador, pela Libertadores.

Quanto ao empate no Maracanã, Abel Ferreira foi direto.

"Esse tipo de jogo tem poucas oportunidades de gols. Se no último jogo nós tivemos oito, neste tivemos quatro, tantas quanto o Flamengo. A primeira foi do Veiga, com o Weverton puxando um contra-ataque rápido. Quando temos essa oportunidade, temos que a usar.

"Quando não a temos, temos que trabalhar a bola, como trabalhamos várias vezes ao longo do jogo. Infelizmente, as equipes não conseguiram fazer gols, mas criaram."

O plano do treinador de colocar os titulares nas três primeiras partidas, para 'ganhar gordura', acumular o máximo de pontos possíveis deu errado.

Com a derrota para o Ceará e os empates com o Goiás e diante do Flamengo, o cenário não é animador. Embora o Brasileiro esteja no começo, a tendência de priorizar a Libertadores e a Copa do Brasil segue caminhando forte.

Por mais que Abel Ferreira disfarce.

No sábado, mesmo contra o Corinthians, ele deve poupar jogadores.

Apesar de toda a rivalidade...

Quanto vale Endrick? Saiba quais os brasileiros sub-20 mais valiosos da atualidade

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas