Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cosme Rímoli - Blogs
Publicidade

Daniel Alves: patrimônio de R$ 326 milhões. 60 vezes o valor da fiança. 'Na Espanha, justiça é feita para os ricos', diz advogada da vítima

Neymar pode emprestar um milhão de euros, cerca de R$ 5,4 milhões, para pagar a fiança de Daniel Alves. De olhos fechados. Dinheiro, o condenado por estupro tem de sobra. Ele deverá sair da prisão nas próximas horas

Cosme Rímoli|Do R7 e Cosme Rímoli

Daniel Alves tem 60 vezes o valor da fiança, para que espere livre, os recursos de sua condenação por estupro
Daniel Alves tem 60 vezes o valor da fiança, para que espere livre, os recursos de sua condenação por estupro Daniel Alves tem 60 vezes o valor da fiança, para que espere livre, os recursos de sua condenação por estupro (Daniel Alves/Instagram)

São Paulo, Brasil

Indignada.

Desesperada.

Frustrada.

Publicidade

Assim está a mulher, que a justiça espanhola confirmou ter sido estuprada por Daniel Alves, na noite de 30 de dezembro de 2022, em Barcelona.

Sua indignação, seu desespero, sua frustração está no fato de que o brasileiro, condenado por quatro anos e meio, deverá deixar a prisão entre hoje e amanhã.

Publicidade

Basta que um milhão de euros, cerca de R$ 5,4 milhões, seja depositado como fiança.

É o preço para que possa aguardar em liberdade até que os recursos de sua pena de quatro anos e meio, pelo estupro, possam ser analisados.

Publicidade

A defesa quer a inocência. E a acusação, 12 anos de prisão, desprezando os 150 mil euros, cerca de R$ 817 mil, emprestados por Neymar, para que sua pena fosse reduzida. O dinheiro serviria para compensar a vítima.

O grande medo da mulher, que foi abusada sexualmente na boate Sutton, é que Daniel Alves faça como Robinho. E fuja para o Brasil, onde não há extradição. E fique livre por anos, lutando juridicamente, como fez o ex-atacante santista.

A advogada da vítima, Ester Garcia, deu uma série de entrevistas, após a confirmação que, por um milhão de euros, como fiança, Daniel Alves poderá sair da cadeia. Ele está preso desde janeiro de 2022.

"Minha cliente está muito indignada e me disse: 'Estou cansada de ser forte'.

"Ela aguentou muito.

"É um escândalo que libertem uma pessoa só porque consegue obter um milhão de euros com facilidade."

Ester sabe o quanto Daniel Alves é rico.

O site Celebrity Net Worth revelou que o patrimônio do jogador brasileiro atinge 60 milhões de euros, cerca de R$ 326 milhões.

Ou seja, Neymar ou qualquer bilionário poderá emprestar, sem medo, um milhão de euros ao ex-lateral, que há a certeza de que terá de volta o dinheiro.

"Dinheiro não falta. O Brasil não tem extradição e aqui está o grande risco. Ele não tem passaporte, mas tem potencial econômico suficiente para viajar sem passaporte. Insisto nisso: é uma pessoa que tem um entorno que nenhum cidadão comum tem. ( Poderia alugar) um avião particular...

"Não vou dar ideias, mas poderia ir de carro a um outro país e então pegar um avião. E fugir", desabafou a advogada.

Daniel Alves conseguiu que a fiança fosse possível em uma videoconferência.

Ele já havia entregue à justiça os passaportes brasileiro e espanhol, já que é naturalizado.

E prometeu que não fugiria.

A apelação da defesa do jogador, feita ao Tribunal Superior de Justiça da Catalunha, foi levada em consideração porque a condenação não foi definitiva e cabe recurso.

Meios de comunicação do mundo todo, principalmente na Espanha, mostraram indignação com a liberdade garantida por meio de dinheiro, do pagamento de R$ 5,4 milhões.

O dinheiro deverá sair da Receita Federal Espanhola, que deve para o ex-jogador.

Ou, se houver problema na liberação, a imprensa de Barcelona garante que o milhão de euros sairá do bolso de Neymar, amigo íntimo do atleta.

"A justiça na Espanha é feita para ricos", desabafou Ester García.

Ela e Inés Guardiola, advogada de Daniel Alves, entrarão com recursos até sexta-feira.

Enquanto isso, o jogador deve ser libertado nas próximas horas.

Tudo de acordo com a legislação espanhola.

Pagou fiança, saiu da cadeia...

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.