Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cosme Rímoli - Blogs
Publicidade

Daniel Alves foi o pivô da saída de Cuca. O técnico o queria na lateral

Daniel se recusa a atuar no clube como atua com Tite, na lateral. Cuca sentiu a pressão, a falta de apoio dos dirigentes. Foi o 5º técnico em um ano e meio

Cosme Rímoli|Do R7 e Cosme Rímoli


Daniel Alves foi fator fundamental para Cuca ir embora do São Paulo
Daniel Alves foi fator fundamental para Cuca ir embora do São Paulo

São Paulo, Brasil

A ameaça de demissão de Cuca, antecipada pelo blog, às 6h09 desta manhã, se confirmou.

O treinador percebeu que, depois do fracasso contra o Goiás, o inseguro Leco repetiu a atitude quando quer um técnico fora do clube. Não deu apoio público diante das fortes críticas.

Nem mesmo o executivo Raí, que insistiu mesmo com Cuca no hospital, se recuperando de uma cirurgia cardíaca, para que ele assumisse o São Paulo, não se manifestou no pior momento, nos palavrões, nas ameaças das organizadas para o treinador.

Publicidade

Cuca também ficou contra o líder do elenco, o jogador contratado a peso de ouro, R$ 1,5 milhão por mês, Daniel Alves.

Leia também

O técnico não queria mais escalá-lo no meio, como deseja atuar o capitão da Seleção Brasileira. Para Cuca, o lateral improvisado diminuía o ritmo, a velocidade, a agilidade ofensiva do time.

Publicidade

Mas não tinha o menor respaldo dos dirigentes para enfrentar o jogador de 36 anos e colocá-lo como lateral.

Cansado, pressionado, sem apoio e certo que seria demitido se o time fosse goleado sábado, contra o Flamengo, no Maracanã, Cuca pensou na sua saúde e foi embora.

Publicidade

Mas fazendo questão de deixar claro, para bom entendedor, o quanto Daniel Alves, jogador que não pediu para ser contratado, atrapalhou seus planos. Até porque não tinha apenas de escalá-lo, mas colocar em campo o também veterano Juanfran.

"Não sei te dizer ao certo qual o problema. Se eu soubesse qual o problema, eu falava. Vocês (jornalistas) bateram muito no padrão de jogo. Eu queria explicar que todo ser humano tem sua característica, eu tenho a minha. Qual é a característica do Cuca? Eu gosto de marcação na frente, rápido.

Não gosto de time que tem morosidade. Às vezes, ser mais objetivo. Infelizmente o meu estilo não casou com o estilo do São Paulo. Não combinou.

Não é por isso que eles não são bons, eles são ótimos. Mas não encaixou. Eu falei para o Raí e Pássaro (dirigentes do São Paulo), por isso que saí. 

"Você acha que eles estão contentes?"

Disse o treinador, na última coletiva, hoje à tarde.

Cuca estava aliviado.

Não queria mais se violentar por conta de atletas que jamais pensou que atuariam no São Paulo este ano.

Juanfran 34 anos. Daniel Alves, 36 anos. Dois veteranos que Cuca não pediu
Juanfran 34 anos. Daniel Alves, 36 anos. Dois veteranos que Cuca não pediu

"Lógico que estou muito triste, esperei 15 anos para estar aqui de novo. Como vou estar feliz? É a primeira vez em todos os clubes no futebol que eu fui xingado. É a pior coisa que existe, dói demais.

"Até dei risada de uma cara que me chamou de cabelo de boneca.

"Dói.

"Passei duas vezes em Flamengo, Fluminense, Galo, Santos e isso dói demais. A ideia de ir embora lógico que não é só minha. Se perguntar para maior parte da torcida, eles também queriam.

"Às vezes não é ser bom ou ruim. A minha vida vai continuar a amanhã ou depois estarei em outro clube", desabafou.

No Instagram de Daniel Alves até o início da noite não havia qualquer menção à saída do treinador.

Vagner Mancini assumirá a equipe interinamente, a princípio. Mas caso o time reaja, o técnico poderá até ser efetivado. A princípio, ele não quer. A princípio.

Cuca sentiu a total falta de respaldo da diretoria. E sentiu que tinha de sair
Cuca sentiu a total falta de respaldo da diretoria. E sentiu que tinha de sair

A saída de Cuca demonstra o quanto o inseguro Leco e mesmo Raí estão perdidos.

O treinador foi o quinto em um ano e meio. Dorival Júnior, Diego Aguirre, André Jardine, o interino Vagner Mancini e Cuca.

É vexatório.

Os treinadores não seguem qualquer filosofia.

Enquanto Mancini trabalha, conselheiros já insistem com o inseguro Leco. A figura de um treinador estrangeiro é pedida. Assim como há quem peça Luiz Felipe Scolari, Fernando Diniz, Dunga, Diego Aguirre (sim..._ e até Vanderlei Luxemburgo.

Os dirigentes do São Paulo estão muito tensos.

Sabem que as chances de títulos são ínfimas.

Mas não abrem mão da Libertadores de 2020.

Por isso, eles querem resultados.

Cuca havia esgotado a paciência dos dirigentes.

Ele não conseguiu fazer com que o time rendesse com Daniel Alves como meia, entre os titulares.

O próximo treinador que aceitar trabalhar no São Paulo já sabe.

Vagner Mancini. Interino, que deverá aceitar Daniel Alves como meia
Vagner Mancini. Interino, que deverá aceitar Daniel Alves como meia

O capitão da Seleção tem privilégios táticos.

Vai jogar onde bem entender.

Simples assim.

Por isso, Cuca está aliviado.

Treinava o time que não planejou...

Dani Alves e Hernanes tiram onda com skate de Pamela Rosa

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.