Cosme Rímoli Corinthians escolheu o Paulista. Em vez da Sul-Americana

Corinthians escolheu o Paulista. Em vez da Sul-Americana

Sem drama na consciência. Mancini conseguiu a liberação. E dez reservas jogarão hoje contra o Peñarol. Prioridade no clube é o Paulista

  • Cosme Rímoli | Do R7

Fagner é um dos poupados por Vagner Mancini. Não viajou para enfrentar o Peñarol

Fagner é um dos poupados por Vagner Mancini. Não viajou para enfrentar o Peñarol

Rodrigo Coca/Corinthians

São Paulo, Brasil

Fagner, Jemerson, João Victor, Gabriel, Luan e Ramiro.

O elenco limitado do Corinthians jamais poderia ficar sem esses jogadores, em uma partida decisiva. 

E foi justamente o que fez Vagner Mancini, para o jogo de hoje, em Montevidéu, diante do Peñarol. A partida vale a sobrevivência corintiana na Copa Sul-Americana. 

Mas acontece que o treinador corintiano se reuniu com a direção do clube e teve a liberação para apostar no Campeonato Paulista, torneio que acredita ter o Corinthians muito mais chance de conseguir sucesso, ganhar o título.

Daí apostar em Cássio, Mandaca, Bruno Méndez, Gil e Fábio Santos; Xavier e Camacho; Gustavo Silva, Mateus Vital e Léo Natel; Jô. Com esse time que tem apenas Cássio como titular, o treinador pretende surpreender os uruguaios.

O Peñarol tem nove pontos, o Corinthians está no segundo lugar do grupo E da Sul-Americana. Uma derrota, ou até o empate ,e o clube estará desclassificado da Sul-Americana, faltando duas rodadas para acabar a fase de grupos.

Mancini conseguiu a liberação de segurar os titulares para a semifinal do Paulista, que jogará neste final de semana.

O técnico não quis correr o risco de levar seu melhor time para o Uruguai, ser eliminado, e trazer os jogadores desanimados, cansados para a disputa do direito de decidir o Paulista.

Vagner Mancini sabe que a chance de classificação para as oitavas da Copa Sul-Americana é mais do que remota.

O empate contra o fraquíssimo River Plate, lanterna do Campeonato Paraguaio, e a derrota para o Peñarol em Itaquera deixaram o clube à beira da eliminação, já que se classifica apenas o primeiro colocado do grupo.

O técnico precisa ao menos chegar à final do Paulista. 

Corinthians perdeu para o Peñarol em Itaquera. E comprometeu a vaga na Copa do Brasil

Corinthians perdeu para o Peñarol em Itaquera. E comprometeu a vaga na Copa do Brasil

Agência Brasil

Mancini tem a proteção do presidente Duílio Monteiro Alves, mas ela não quer dizer muita coisa, diante da pressão das organizadas e do próprio Conselho Deliberativo. E o treinador não é unanimidade.

O seu time fará tudo para derrotar o Peñarol. 

Mas os titulares treinarão apenas.

E esperarão a definição do adversário da semifinal do Paulista.

Em Montevidéu, a esperança de sobreviver é pouca.

Os reservas corintianos sabem da força do Peñarol.

Mas vão lutar, como franco atiradores.

E eles sabem.

O Corinthians escolheu apostar no Paulista e não na Sul-Americana.

De maneira aberta.

Os titulares poupados de Mancini adoraram a evitar a viagem até o Uruguai.

Estarão mais descansados e 'prontos' na semifinal do Paulista.

Sem drama de consciência...

Últimas