Cosme Rímoli Corinthians deve três meses de salário. Jogadores podem ir embora

Corinthians deve três meses de salário. Jogadores podem ir embora

A lei está do lado dos atletas. Três meses de inadimplência dão direito à liberação do clube. A diretoria corintiana confirma a informação. Vexame

  • Cosme Rímoli | Do R7

Todos os jogadores poderiam procurar a justiça. E ficarem livres  do Corinthians

Todos os jogadores poderiam procurar a justiça. E ficarem livres do Corinthians

Corinthians

São Paulo, Brasil

Empresários de jogadores do Corinthians esperaram até esta segunda-feira.

Afinal, o dia de pagamento no Parque São Jorge é no dia 5.

Só que a sexta-feira passou, veio o sábado, o domingo.

E terminou o horário bancário desta segunda-feira, dia 8.

O salário dos atletas não foi pago.

Mas não foi o primeiro a atrasar no Corinthians.

Nem o segundo.

O clube está sem pagar seus jogadores há três meses.

O artigo 31 da Lei Pelé, que rege a relação entre os atletas profissionais de futebol e os clubes, não poderia ser mais claro.

Com três meses de inadimplência, o jogador pode ir à justiça exigir o fim do vínculo.

Ou seja, o Corinthians pode perder seus atletas.

A  situação é constrangedora.

Só não é pior porque o presidente Andrés Sanchez, que confirmou ser verdadeira a informação, avisou que os atletas concordaram em esperar até sexta-feira.

É quando o clube espera chegar os R$ 120 milhões da venda de Pedrinho ao Benfica.

Agentes de atletas ao vazarem a situação conseguiram o que queria.

O Corinthians está nas manchetes dos portais.

A pressão chegou na diretoria.

Conselheiros da oposição já fazem divulgam a dívida com os atletas nos seus grupos de whatsapp.

O diretor de futebol e candidato da situação, Duilio Monteiro Alves, fica mais uma vez exposto.

Assim como o treinador Tiago Nunes, que já teve seu salário diminuído em 70% por conta da pandemia.

O balanço de 2019 foi cruel.

Mostrou que o Corinthians chegou a R$ 665 milhões em dívidas.

Com déficit de R$ 177 milhões.

Andrés Sanchez  e a dívida recorde em 2019: R$ 655 milhões

Andrés Sanchez e a dívida recorde em 2019: R$ 655 milhões

Corinthians

A situação é complicadíssima.

Mesmo assim, o clube está fechando a contratação de Jô.

Mas não quer passar pela mesma situação do Atlético Mineiro.

Ou seja, anunciar chegada de atleta devendo para o elenco.

Dinheiro da venda de Pedrinho é a 'salvação' para o Corinthians. R$ 120 milhões

Dinheiro da venda de Pedrinho é a 'salvação' para o Corinthians. R$ 120 milhões

Benfica

Com a pandemia, sócios e sócios-torcedores deixaram de pagar o clube.

Assim como a Globo não pagou a última parcela do Paulista.

E nem bancou a primeira do Brasileiro.

Apesar de ter a chance legal, nenhum atleta abandonará o Corinthians.

A garantia é da assessoria de imprensa.

Mas quem quiser ficar livre, tem todo esse direito.

Pelo jeito, os atletas esperarão até sexta-feira.

O anúncio de três meses de atraso é constrangedor.

Ainda mais depois de a diretori cortar 25% dos salários de todo o time, ainda por conta do coronavírus.

Andrés só repete a todo instante, aos conselheiros mais próximos.

"Não está fácil"...

Neymar, CR7 e Messi cobram R$ 6 mi por post. Veja milionários da web

Últimas